1

1

Google+ Followers

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Resultado da Quina 4220, sexta, 28/10/2016

Resultado da Quina 4220, sexta, 28/10/2016

O resultado da Quina 4220 será divulgado no GIGA-SENA dia 28/10/2016, sexta-feira, a partir das 20:00 horas.

A Quina 4220 ocorrerá no dia 28 de outubro de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.900.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 4220. Quem acertar a QUADRA com 4 números, o TERNO com 3 números ou o DUQUE com 2 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 4220 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 4220 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 4220 DATA 28/10/2016
04
05
16
23
54
 
QUINAQUADRATERNODUQUE
prêmio
0,002.643,3661,791,78
ganhadores
x 0x 149x 9.584x 182.311
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 29/10/2016Prêmio Estimado: R$ 2.600.000,00
[AVISO] A QUINA AGORA PAGA 2 ACERTOS!

Resultado da Lotofácil 1429, sexta, 28/10/2016

Resultado da Lotofácil 1429, sexta, 28/10/2016

O resultado da Lotofácil 1429 será divulgado no GIGA-SENA dia 28/10/2016, sexta-feira, a partir das 20:00 horas.

A Lotofácil 1429 ocorrerá no dia 28 de outubro de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 4.000.000,00 para quem acertar o resultado da Lotofácil 1429. Quem acertar 14, 13, 12 ou 11 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 15 números no resultado da Lotofácil concurso 1429 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Lotofácil.
Os valores de cada prêmio da Lotofácil 1429 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1429 DATA 28/10/2016
05
07
08
09
10
12
13
14
15
16
18
19
20
21
25
 
15 acertos14 acertos13 acertos12 acertos11 acertos
prêmio
1.288.976,271.626,3420,008,004,00
ganhadores
x 3x 572x 19.724x 245.731x 1.296.262
Próximo Sorteio: 31/10/2016Prêmio Estimado: R$ 1.700.000,00

Resultado da Lotomania 1705, sexta, 28/10/2016

Resultado da Lotomania 1705, sexta, 28/10/2016

O resultado da Lotomania 1705 será divulgado no GIGA-SENA dia 28/10/2016, sexta-feira, a partir das 20:00 horas.

A Lotomania 1705 ocorrerá no dia 28 de outubro de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 5.500.000,00 para quem acertar o resultado da Lotomania 1705. Quem não acertar nenhum número ou acertar 19, 18, 17, 16 ou 15 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 20 números no resultado da Lotomania concurso 1705 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Lotomania.
Os valores de cada prêmio da Lotomania 1705 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1705 DATA 28/10/2016
05
07
18
21
23
27
30
43
45
52
56
57
59
61
69
70
76
83
89
93
 
20 acertos19 acertos18 acertos17 acertos16 acertos15 acertos00 acertos
prêmio
2.843.485,9917.838,661.432,62103,2319,834,2450.542,87
ganhadores
x 2x 17x 189x 1.836x 9.557x 44.631x 3
Próximo Sorteio: 01/11/2016Prêmio Estimado: R$ 400.000,00

Fase da vida? Faixa etária? Construção social? Afinal, o que é Adolescência?


Se buscarmos a definição de adolescência, vamos descobrir que a origem da palavra vem do Latim “ADOLESCENTIA”, que significa período da vida humana entre a infância e a fase adulta. Vamos encontrar ainda quem defina adolescência como uma fase natural da vida marcada pelas transformações biológicas e comportamentais. Alguns pesquisadores vão entender e descrever a adolescência como um processo de construção social e histórico como sugerido no artigo “Adolescência como uma construção social – Ana Bock”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define adolescência como sendo o período da vida que começa aos 10 anos e termina aos 19 anos completos. Para a OMS, a adolescência é dividida em três fases:
Pré-adolescência – dos 10 aos 14 anos,
Adolescência – dos 15 aos 19 anos completos
Juventude – dos 15 aos 24 anos.

No Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)considera a adolescência, a faixa etária dos 12 até os 18 anos de idade completos, sendo referência, desde 1990, para criação de leis e programas que asseguram os direitos desta população.

Como vimos, são muitas as definições que tentam explicar a adolescência. Algumas definições utilizam conceitos (embasados em estudos da psicologia, da educação, da filosofia, da medicina etc), outras definições utilizam recortes etários como é o caso da OMS. É importante saber que os conceitos existem e atendem a objetivos específicos de programas, pesquisas e políticas públicas. Entretanto não podemos reduzir esse período do desenvolvimento humano aos conceitos que os caracterizam, exatamente porque estamos falando de seres humanos, não é mesmo?

O que sabemos atualmente, é que a adolescência é o resultado de uma construção social, significada historicamente, que hoje se caracteriza, por exemplo, pela ampliação da tutela dos(as) filhos(as) em suas famílias. Ou seja, observando o contexto social, econômico e cultural do momento que vivemos hoje, os/as adolescentes, em geral, precisam de um período maior de estudos e de capacitação profissional para entrada no mercado de trabalho, o que exige deles e delas um tempo maior de dependência das famílias. Não podemos negar também que este período é marcado pelas transformações biológicas e comportamentais. E são essas mudanças que, muitas vezes, determinam a maneira como a sociedade olha para os(as) adolescentes e cria formas de agir com eles e elas, como por exemplo: a proibição do trabalho antes dos 16 anos, a tutela dos pais até os 18 anos, todo adolescente é “aborrescente” e tantas outras formas que acabam caracterizando, ou melhor, rotulando esse período da vida.

Esta discussão, sobre a construção histórica do conceito de adolescência, é importante porque possibilita a mudança de olhar para a própria adolescência e para o/a adolescente É importante desconstruir a visão de adolescência como uma fase de crise e olhar criticamente para o perfil rotulado do adolescente visto como “aborrecente”, intolerante, irresponsável, rebelde etc.

Nossa proposta, já que falamos de construção social, é construirmos uma nova visão em relação aos/as adolescentes e adotarmos comportamentos que promovam a sua participação nos vários espaços da sociedade, entendendo que os(as) adolescentes são sujeitos de direitos e de responsabilidades!

Conheça alguns direitos e compromissos:


Direito a liberdade e a Dignidade
Compromisso de respeitar as pessoas e as leis sociais 

Direito a educação
Compromisso de estudar e zelar pela escola

Direito a saúde

Compromisso de cuidar e conhecer seu corpo, cuidar da sua saúde, adotar uma boa alimentação e cuidado com a higiene 

Direito a saúde sexual e reprodutiva
Compromisso de se cuidar e de se prevenir usando a camisinha em todas as relações sexuais

Direito a Cultura

Compromisso de zelar e cuidar dos patrimônios e locais públicos 

Direito a ter direitos
Compromisso de conhecer, exercer e lutar pela garantia de seus direitos e efetivação das políticas públicas


Vamos conhecer e refletir sobre alguns dados da adolescência no Brasil








O Brasil possui uma população de 190 milhões de pessoas, dos quais 60 milhões têm menos de 18 anos de idade, este número representa quase um terço de toda a população de crianças e adolescentes da América Latina e do Caribe.


Hoje vivem no Brasil 21 milhões de adolescentes com idade entre 12 e 18 anos, o que equivale a 11% da população brasileira.


Na educação, dos(as) adolescentes entre 15 e 17 anos de idade, 14,8% estão fora da escola, enquanto o percentual é de menos de 3% no grupo entre 6 e 14 anos de idade.


De cada 100 estudantes que entram no ensino fundamental, apenas 59 terminam a 8ª série e apenas 40, o ensino médio. A evasão escolar e a falta às aulas ocorrem por diferentes razões, incluindo violência e gravidez na adolescência.


O país registra anualmente o nascimento de 300 mil crianças que são filhos(as) de mães que estão na adolescência.


A cada dia, 129 casos de violência psicológica e física, incluindo a violência sexual e a negligência contra crianças e adolescentes são reportados ao Disque Denúncia 100. Isso representa que, a cada hora, cinco casos de violência contra meninas e meninos são registrados no País.


Cerca de 30 mil adolescentes recebem medidas de privação de liberdade a cada ano, apesar de apenas 30% terem sido condenados por crimes violentos, para os quais a penalidade é amparada na lei.


Em 2009 a taxa de homicídios entre adolescentes de 15 a 19 anos foi de 43,2 para cada grupo de 100 mil adolescentes, enquanto a média para a população geral foi de 20 para cada grupo de 100 mil pessoas.


O risco de ser assassinado no Brasil é 2,6 vezes maior entre adolescentes negros do que entre brancos, sendo que para adolescentes do sexo masculino, o risco de ser assassinado é 11,9 vezes maior se comparado ao de mulheres na faixa etária de 12 a 18 anos.

http://www.adolescencia.org.br/site-pt-br/adolescencia

Vamos falar de sexo?

Vamos falar de sexo?

Sexo e Sexualidade são a mesma coisa? Todo mundo tem sexualidade?
Quando começa a sexualidades? Eu posso viver a minha sexualidade livre de preconceitos, medos e falsas crenças?

Quem nunca fez essas perguntas ou pelo menos já ouviu uma delas na roda de amigos, na sala de aula na orientação de um(a) profissional de saúde quando o tema é sexualidade. Vamos juntos conhecer um pouco mais sobre este assunto que está na nossa cabeça, conversas, desejos, sentimentos...
Sexo = ou ≠ de Sexualidade?

Muitas pessoas acham que ao falar de sexualidade estamos falando de sexo, mas é importante entender que sexo se refere a definição dos órgão genitais, masculino ou feminino, ou também pode ser compreendido como uma relação sexual, enquanto que o conceito de sexualidade está ligado a tudo aquilo que somos capazes de sentir e expressar. Abaixo vamos conhecer o Conceito da Organização Mundial de Saúde.

"A sexualidade faz parte da personalidade de cada um, é uma necessidade básica e um aspecto do ser humano que não pode ser separado de outros aspectos da vida. Sexualidade não é sinônimo de coito (relação sexual) e não se limita à ocorrência ou não de orgasmo. Sexualidade é muito mais que isso, é a energia que motiva a encontrar o amor, contato e intimidade e se expressa na forma de sentir, nos movimentos das pessoas, e como estas tocam e são tocadas. A sexualidade influencia pensamentos, sentimentos, ações e interações e, portanto a saúde física e mental. Se saúde é um direito humano fundamental, a saúde sexual também deveria ser considerada um direito humano básico." (WHO TECHNICAL REPORTS SERIES, 1975)

Devemos compreender também que tudo que sentimos e vivemos acontece no nosso corpo, portanto, não é possível separar a sexualidade do corpo ou pensar no corpo sem considerar a sexualidade. Por isso, ouvimos tantas mensagens de controle do nosso corpo, “fecha a perna”, “não chora”, “tira a mão dai” etc, que tem por objetivo controlar também a nossa sexualidade e como consequência acaba nos afastando de conhecer e cuidar do nosso corpo e aumentando a nossa vulnerabilidade.


Todo mundo tem sexualidade?

Sim, afinal a sexualidade esta presente deste quando nascemos ate nossa morte, o que irá acontecer é que a sexualidade humana pode se transformar ao longo dos anos, dependendo das experiências que a pessoa se permite vivenciarem. Sendo assim, é possível entender a sexualidade como uma característica dinâmica e não estática, imutável, ou seja, assim como os cabelos mudam de cor e de textura ao longo dos anos, a sexualidade também muda conforme o tempo passa. A maneira como nos sentimos atraídos pelas outras pessoas também pode mudar em intensidade, em orientação e em identidade, ao longo da vida e de acordo com as vivências que os indivíduos se permitem.


Todo mundo tem direito de viver a sua sexualidade?

Sim! Você, seus amigos(as), familiares, professores(as)... Tem o direito de viver a sexualidade sem medo, vergonha, culpa, falas crenças e outros impedimentos à livre expressão dos desejos.

http://www.adolescencia.org.br/site-pt-br/sexualidade