1

1

Google+ Followers

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

20/09 - PARABÉNS AO POVO GAÚCHO. VIVA RIO GRANDE DO SUL.

Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para O Dia do Gaúcho ATIVIDADES
Resultado de imagem para dia do gaúcho frases
Resultado de imagem para dia do gaúcho frases
https://www.google.com.br

20/09 --- O Dia do Gaúcho

Resultado de imagem para 20 de setembro dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
Resultado de imagem para POEMA  dia do gaúcho
https://www.google.com.br

20 de setembro dia do gaúcho...

Resultado de imagem para 20 · Dia do Gaúcho
Resultado de imagem para 20 · Dia do Gaúcho
Resultado de imagem para 20 · Dia do Gaúcho
Resultado de imagem para 20 · Dia do Gaúcho
Resultado de imagem para 20 · Dia do Gaúcho
www.google.com.br

As Grandes Navegações

Resultado de imagem para as grandes navegações
O que foram as grandes navegações? 
Resultado de imagem para as grandes navegações
As grandes navegações foram um conjunto de viagens marítimas que expandiram os limites do mundo conhecido até então. Mares nunca antes navegados, terras, povos, flora e fauna começaram a ser descobertas pelos europeus. E muitas crenças passadas de geração a geração, foram conferidas, confirmadas, ou desmentidas. Eram crenças de que os oceanos eram povoados por animais gigantescos ou que em outros lugares habitavam seres estranhos e perigosos. Ou que a terra poderia acabar a qualquer momento no meio do oceano, o que faria os navios caírem no nada. 

Os motivos 
Resultado de imagem para as grandes navegações
O motivo poderoso que fez alguns europeus desafiar o desconhecido, enfrentando medo, foi a necessidade de encontrar um novo caminho para se chegar às regiões produtoras de especiarias, de sedas, de porcelana, de ouro, enfim, da riqueza.

Outros fatores favoreceram a concretização desse objetivo:

• Comerciantes e reis aliados já estavam se organizando para isso com capitais e estruturando o comércio internacional;

• A tecnologia necessária foi obtida com a divulgação de invenções chinesas, como a pólvora (que dava mais segurança para enfrentar o mundo desconhecido), a bússola, e o papel. A invenção da imprensa por Gutenberg popularizou os conhecimentos antes restritos aos conventos. E, finalmente, a construção de caravelas, que impulsionadas pelo vento dispensavam uma quantidade enorme de mão-de-obra para remar o barco como se fazia nas galeras nos mares da antiguidade, e era mais própria para enfrentar as imensas distâncias nos oceanos;

• Histórias como a de Marcopolo e Prestes João aguçavam a imaginação e o espírito de aventura;

• Até a Igreja Católica envolveu-se nessas viagens, interessada em garantir a catequese dos infiéis e pagãos, que substituiriam os fiéis perdidos para as Igrejas Protestantes.

Os pioneiros 
Resultado de imagem para as grandes navegações
Os dois primeiros países que possuíam essas condições favoráveis eram Portugal e Espanha.

Portugal, conhecedor de que as Índias (como genericamente era chamado o Oriente), ficava a Leste, decidiu navegar nessa direção, contornando os obstáculos que fossem surgindo. Optou pelo Ciclo Oriental.

Já a Espanha apostou no projeto trazido pelo genovês Cristóvão Colombo, que acreditava na idéia da esfericidade da terra, e que bastaria navegar sempre em direção do ocidente para se contornar a terra e se atingir as Índias. Era o Ciclo Ocidental. E a disputa estava iniciada entre os dois países. 

Conquistas portuguesas 
Resultado de imagem para as grandes navegações
Partindo de Lisboa, após a benção do sacerdote e da despedida do povo, caravela após caravela deixava Portugal, voltando com notícias e lucros sempre crescentes. Inicialmente contornando a África em:

• 1415 conquistaram Ceuta;

• durante o século XV o litoral da África e Ilha da Madeira, Açores, Cabo Verde e Cabo Bojador;

• 1488 chegaram ao Sul da África, contornando o Cabo da Boa Esperança;

• 1498 atingiram a Índia com Vasco da Gama. O objetivo fora atingido.

Conquistas espanholas 
A Espanha começou a navegar mais tarde, só após conseguir expulsar os árabes de seu território.

Mas em 1492, Cristóvão Colombo obteve do rei espanhol as três caravelas, Santa Maria, Pinta e Nina, com as quais deveria dar a volta ao mundo e chegar às Índias. Após um mês de angústias e apreensões chegou a terra firme, pensando ter atingido seu destino. Retorna à Espanha, recebendo todas as glórias pelo seu feito.

Portugal apressou-se a garantir também para si as vantagens dessa descoberta e, em 1494, assinou com a Espanha o famoso Tratado das Tordesilhas, que simplesmente dividia o mundo entre os dois pioneiros das grandes navegações. Foi traçada uma linha imaginária que passava a 370 léguas de Cabo Verde. As terras a Leste desta linha seriam portuguesas e as que ficavam a Oeste seriam espanholas. Foi assim que parte do Brasil ficou pertencendo a Portugal seis anos antes de Portugal aqui chegar.

Infelizmente para Colombo, descobriu-se pouco depois que ele não havia chegado às Índias, e "apenas" tinha descoberto um novo continente, que recebeu o nome de América, em homenagem a Américo Vespúcio que foi o navegador que constatou isso.

Colombo caiu em desgraça, morreu na miséria e a primeira viagem em torno da terra foi realizada em 1519 por Fernão de Magalhães e Sebastião del Cano.

http://www.brazilsite.com.br/historia/desco/desco04.htm

LEMBRANCINHA PARA O DIA DAS CRIANÇAS


Ótima combinação entre as balas e a pipa, tudo colorido e relacionado à infância...
http://dani-alfabetizacaodivertida.blogspot.com.br/2015/09/lembrancinha-para-o-dia-das-criancas.html

JOGO DAS VOGAIS


Em caixas pequenas ou copos descartáveis colar as vogais, uma vogal identificando cada caixa e a flor com a respectiva vogal em letra cursiva deve ser colada dentro, de modo que represente um vasinho de flor.





Sortear no dado uma vogal, procurar nas fichas a imagem de uma palavra iniciada pela mesma vogal e colocar dentro do respectivo vasinho.

Poderá ser feita a exploração da palavra, através de registro escrito no quadro e caderno, montagem da palavra com alfabeto móvel, contagem do nº de letras.


O professor escolhe como fará o jogo: duplas, grupos, gincana.






http://dani-alfabetizacaodivertida.blogspot.com.br/2016/04/jogo-das-vogais.html

A MOCHILA DA CAMILA


Sugestões para trabalhar a música "A MOCHILA DA CAMILA" d Grupo Musical Pandorga da Lua:

1º. Ouvir e cantar a música "A mochila da Camila".

2º. .Explorar a música, entregando uma cópia para cada aluno.

- Fazer leitura coletiva.
- Leitura individual silenciosa
- Leitura por grupos de trabalho
- Circular a palavra MOCHILA, contar o nº de letras e sílabas.
- Registrar outras palavras iniciadas com MO.
- Circular a palavra CAMILA, contar o nº de letras e sílabas.
- Registrar outras palavras iniciadas por CA.
- Explorar as palavras SAPO, SAPATO.

3º Solicitar que os alunos recortem gravuras de objetos que trazem em sua mochila e colar na mochila, colorindo-a:


4º. Tentativa de escrita:
- Pedir que escrevam o nome dos objetos da atividade anterior.
- Fazer a correção coletivamente, registrando no quadro.


5º. Realizar a pesagem das mochilas, trabalhando noções de medidas de massa.
- Qual a mochila mais leve?
- Qual a mais pesada?
- Colar etiquetas com o peso de cada mochila e pedir que ordenem-as em ordem crescente.
- Elaborar gráficos com os resultados da pesagem.


6º. A partir da atividade anterior, elaborar um material informativo para os pais informando sobre os riscos do mau uso e peso exagerado da mochila em crianças.

- http://delas.ig.com.br/filhos/saiba-como-deve-ser-a-mochila-do-seu-filho/n1237538315182.html


http://dani-alfabetizacaodivertida.blogspot.com.br/2016/06/a-mochila-da-camila.html

SEQUÊNCIA DIDÁTICA: CAIXINHA DE CORREIO

Objetivos:
★ Trabalhar a carta como meio de comunicação;

★ Treinar a escrita do próprio nome;

★ Entender a função dos Correios e do carteiro.

Faixa etária: entre 5 e 6 anos



Os meios de comunicação já não são os mesmos. Hoje, as crianças nascem conectadas e as antigas formas de comunicação caem no esquecimento. A proposta deste Plano de Aula é resgatar a prática de enviar cartas e mostrar às crianças que existem muito mais maneiras de se comunicar do que apenas no ambiente virtual.


Primeiro momento – Sensibilização


Inicie a aula explicando e instigando os alunos sobre os vários tipos de meios de comunicação.




Destaque a carta e apresente uma já recebida por meio dos Correios, dizendo que é um meio de comunicação que você dispõe para a troca de mensagens escrita, além de encomendas/objetos.


Crie um clima de suspense, questionando sobre o que se trata a carta, o que há por fora do envelope, por que, e, finalmente, o que haverá dentro.


Segundo momento – Procedimento para a escrituração da carta 


MATERIAIS:
- Folha para escrituração da carta;
- Envelope para o envio da carta;
- Etiqueta para a lacração da carta. 


Divida os alunos e distribua os nomes para quem eles terão que enviar a carta. Assim, todos participam recebendo, cada um, uma correspondência. 


PROCEDIMENTO PARA A ESCRITURAÇÃO DA CARTA:
- A carta poderá conter escrita ou desenho. 
- Toda carta precisa ser assinada, ou seja, na parte final da dela, os alunos terão que colocar o seu nome, indicando, assim, quem escreveu. 


EXEMPLO:




Terceiro momento – Preenchendo o envelope


O envelope deve ser preenchido de forma que possa colocar as informações referentes ao destinatário (pessoa que deverá receber) e ao remetente (pessoa que está enviando).


As informações sobre o destinatário ficam na frente do envelope, onde é colado o selo, já as informações referentes ao remetente devem ser colocadas na parte detrás do envelope, que é o lado com abas.


Pronto, agora é só colocar a carta dentro do envelope, fechá-la com uma etiqueta para lacrar e enviá-la pelos Correios.




Quarto momento – Transformando em realidade


Prepare o ambiente como se fosse uma agência dos Correios.


MATERIAIS:
- Selo (adquirido nos Correios)
- Carimbo
- Caixa de correio


É importante que os alunos entendam que, para uma carta chegar ao seu destino, é preciso selo e carimbo – explicar que quem faz esse serviço e produz esse material são os Correios.


Separe um aluno para selar e carimbar as cartas.


Após, o aluno deverá colocar sua carta na caixinha do correio.


Agora é só esperar o fim da aula que o carteiro (aluno) irá entregar as correspondências.


Aproveite esse momento e abra um espaço para passar informações sobre a profissão e função de um carteiro.




Confecção da Caixa de Correio


Materiais:

★ 1 caixa de sapato

★ Pedaço de papelão ou papel cartão

★ 1 folha de color set amarelo

★ 1 m de tubo PVC com tampa para os dois lados

★ 2 capas de caderno dura

★ Papel de bala de coco vermelho

★ Papel de bala de coco (frufru) verde

★ Cola branca

★ Cola quente

★ Tesoura

★ Estilete

★ Tinta acrílica fosca vermelha

★ Pincel

★ 1 tira de papel color set azul claro

★ Marcador permanente

★ Florzinhas para enfeitar



Dica esperta! Agora, como os alunos já conhecem todo o procedimento de como escrever e enviar uma carta, a professora poderá pedir, como lição de casa, para eles prepararem outras cartas para seus amiguinhos, porque, no outro dia, a caixinha de correio estará esperando por eles para depositarem nela suas cartas.


Quinto momento - Conhecendo uma Agência dos Correios


Realizar com a turma uma visita até a Agência de Correios do seu bairro/município, previamente escrever uma carta seguindo todos os passos anteriores a fim de postá-la, para isso, poderia ser feito um AMIGO OCULTO entre os alunos que deveriam enviar a carta para o colega sorteado.


A carta poderá estar acompanhada de uma bela ilustração.


Registrar a visita por meio de fotografias e expor em um mural em sala de aula.


Construir um texto coletivo sobre o passeio.


Após o recebimento das cartas nas residências dos alunos, fazer uma roda de conversa para relatarem sobre a atividade.




Sugestões: 


Convidar um carteiro para visitar a turma e conversar contando sobre sua profissão.

http://dani-alfabetizacaodivertida.blogspot.com.br/2016/09/sequencia-didatica-caixinha-de-correio.html

ATIVIDADES PRÁTICAS DIVERSAS COBRE CULTURA GAÚCHA



As sugestões abaixo podem ser utilizadas para trabalhar a Cultura Gaúcha durante a Semana Farroupilha ou serem utilizadas como tarefas de uma Gincana sobre o tema:

Construção de um brinquedo com o uso de materiais recicláveis (brinquedos sugeridos: bilboquê, pernas de pau, cinco marias e cavalinho de pau)
Apresentação artística de dança tradicional
Criação de histórias em quadrinhos referentes ao tradicionalismo
Apresentação em slides sobre os símbolos do Rio Grande do Sul
Redação, ou apresentação teatral sobre um dos símbolos do Rio Grande do Sul
Apresentação teatral de um conto ou lenda gaúcha
Declamação de poesia
Elaboração de cartazes com expressões do linguajar gauchesco
Cevar um chimarrão
Apresentar um vestido de prenda feito com material alternativo
Corrida de perna de pau
Torneio de vaca parada
Apresentar um prato típico da culinária gaúcha
Apresentar um dos membros da equipe caracterizado como um dos personagens da história do Rio Grande do Sul
Dança das cadeiras somente com prendas
Apresentação em slides sobre os jogos, brincadeiras e brinquedos (folclore gaúcho)
Apresentação de uma paródia, em ritmo gaúcho, sobre o legado de uma das diferentes etnias do RS
Confecção de boneca de pano
Confecção de maquete sobre uma lenda gaúcha, ou sobre um ponto turístico do RS

Fonte: http://espacodaeducacaofisicaescolar.blogspot.com.br/

NÚMEROS EM LIBRAS












http://dani-alfabetizacaodivertida.blogspot.com.br/2016/09/numeros-em-libras.html