1

1

Google+ Followers

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Resultado da Quina 4170, segunda, 29/08/2016

Resultado da Quina 4170, segunda, 29/08/2016

O resultado da Quina 4170 será divulgado no GIGA-SENA dia 29/08/2016, segunda-feira, a partir das 20:00 horas.

A Quina 4170 ocorrerá no dia 29 de agosto de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 4.500.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 4170. Quem acertar a QUADRA com 4 números, o TERNO com 3 números ou o DUQUE com 2 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 4170 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 4170 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 4170 DATA 29/08/2016
37
39
43
51
75
 
QUINAQUADRATERNODUQUE
prêmio
0,007.027,16128,082,80
ganhadores
x 0x 68x 5.610x 141.069
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 30/08/2016Prêmio Estimado: R$ 5.500.000,00

Resultado da Lotofácil 1407, segunda, 29/08/2016

Resultado da Lotofácil 1407, segunda, 29/08/2016

O resultado da Lotofácil 1407 será divulgado no GIGA-SENA dia 29/08/2016, segunda-feira, a partir das 20:00 horas.

A Lotofácil 1407 ocorrerá no dia 29 de agosto de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.700.000,00 para quem acertar o resultado da Lotofácil 1407. Quem acertar 14, 13, 12 ou 11 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 15 números no resultado da Lotofácil concurso 1407 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Lotofácil.
Os valores de cada prêmio da Lotofácil 1407 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1407 DATA 29/08/2016
01
02
04
05
06
07
10
12
13
20
21
22
23
24
25
 
15 acertos14 acertos13 acertos12 acertos11 acertos
prêmio
0,001.812,6620,008,004,00
ganhadores
x 0x 301x 11.682x 145.150x 806.240
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 06/09/2016Prêmio Estimado: R$ 85.000.000,00

MTU: entenda como recurso do roteador afeta velocidade da Internet...

Os roteadores são equipamentos complexos e as configurações de rede são compostas por várias opções e possibilidades, fazendo com que quanto mais dispositivos acessem sua Internet, mais complexo seja o seu tráfego. Assim, para manter a conexão sempre estável e livre de engasgos uma ferramenta chamada MTU pode ajudar. O recurso é responsável por informar o tamanho dos pacotes da sua Internet, afetando diretamente na velocidade e qualidade da conexão. 




Abaixo, entenda como funciona o MTU e o protocolo com o qual ele trabalha. Veja também como configurar corretamente a ferramenta para evitar problemas na conexão. Apesar de ser o mesmo ajuste, os usuários precisam ficar atentos ao usar o Wi-Fi e a Ethernet, pois um número do MTU errado por causar queda de Internet, diminuição de velocidade e não reconhecimento de periféricos. 

Recurso do roteador pode afetar velocidade da Internet; entenda (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

O que é MTU


MTU é uma sigla, em inglês, para Maximum Transmission Unit, que em português quer dizer “Unidade Máxima de Transmissão”. Este parâmetro é o responsável por dizer qual o tamanho de cada pacote de dados a ser transferido dentro de sua rede, seja ela Wi-Fi ou Ethernet.


Valores muito baixos podem deixar a sua conexão mais lenta, enquanto que valores muito altos podem acabar ocasionando perda de pacotes. Por isso, é importante saber o valor correto deste dado para que sua Internet funcione melhor.


Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone


Protocolo TCP/IP


O parâmetro MTU está dentro do protocolo TCP/IP que, por sua vez, é o conjunto de padrões responsáveis por realizarem a comunicação entre computadores em uma rede. Tal protocolo permite que os dados a serem transmitidos sejam divididos (ou fragmentados) em pacotes.

saiba mais

Mas o que definirá qual o tamanho máximo de cada pacote? Justamente o MTU. Para rede Ethernet, ou seja, que usam o cabo RJ-45, o valor a ser definido é de 1500 bytes. Portanto, sempre que uma informação ultrapassar os 1500 bytes, ela será dividida em mais pacotes para facilitar o seu envio.


Já em redes Wi-Fi, regidas pelo padrão IEEE 802.11, o MTU é ajustado em 1492 e funciona da mesma maneira que nas redes cabeadas. Sempre que um conjunto de dados ou instruções ultrapassarem os 1492 bytes, ele será dividido e enviado em partes.


Porém, se esta configuração estiver errada, ela pode ocasionar em vários problemas, tais como queda de Internet, diminuição da velocidade e até mesmo o não reconhecimento de alguns equipamentos, como o Chromecast. 


Como alterar o MTU em seu modem/roteador


Cada fabricante usa interfaces diferentes, por isso não temos como explicar como acessar essa configuração em cada roteador. O tutorial abaixo foi feito usando um roteador D-Link, modelo DSL-2740E. 


Passo 1. Abra o seu navegador e digite o número IP de seu roteador. Esse número pode ser encontrado no manual de instruções;

Digite o número IP de seu roteador (Foto: Reprodução/Felipe Alencar)

Passo 2. Entre com o nome de usuário e senha de administrador. Essa informação você também deve consultar no manual de instruções ou junto à sua operadora;

Acessando as configurações do roteador D-Link (Foto: Reprodução/Felipe Alencar)

Passo 3. No painel de configuração do modem, clique em “Configuração” e depois em “Configurações da Internet”;

Acessando as configurações de internet (Foto: Reprodução/Felipe Alencar)

Passo 4. Vá na “Tabela Atual ATM VC” e clique no lápis para editá-la;

Editando a tabela ATM (Foto: Reprodução/Felipe Alencar)

Passo 5. Vá no campo MTU e coloque o valor 1500 se você estiver em uma rede cabeada ou 1492 se você estiver em uma rede Wi-Fi.

Alterando os valores do MTU (Foto: Reprodução/Felipe Alencar)A

Como resolver problemas de conexão Wi-Fi no Windows 10 apagando redes...

O Windows 10 Anniversary Update inclui um recurso que torna possível redefinir as redes Wi-Fi, apagando as informações de conexão do sistema. A função é parecida com o que já existe no iOS (iPhone) e outros sistemas operacionais móveis, e pode resolver problemas de redes que o usuário não consegue corrigir. Apesar de útil, o recurso só deve ser usado em último caso, pois irá apagar todas as redes de Internet já cadastradas no seu computador.
Confira o tutorial abaixo e, se você ainda não consegue conectar em determinada rede Wi-Fi, saiba como redefinir as redes do Windows 10 e resolver o seu problema.

Veja como resolver problemas de conexão Wi-Fi no Windows 10 apagando redes (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
Passo 1. Abra as configurações do Windows 10.Clique no menu Iniciar e depois no item “Configurações”;

Acessando as configurações do Windows 10 (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 2. Dentro de “Configurações”, toque na opção “Rede e Internet”;

Entrando na opção "Rede e Internet" das configurações do Windows 10 (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 3. Ao entrar em “Rede e Internet”, procure pela opção “Reinicialização da rede” dentro de “Status”;

Entrando na opção "Reinicialização da rede" (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 4. Em “Reinicialização da rede”, clique no botão “Restaurar agora”;

Iniciando a reinicialização da rede (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 5. Quando aparecer uma pequena janela pedindo confirmação, clique no botão “Sim” para autorizar a reinicialização da rede.

Autorizando a reinicialização da rede (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)...

Como abrir vídeos e fotos do HD externo na TV; veja as dicas...

O HD externo é prático por oferecer modelos portáteis e com amplo armazenamento interno. Apesar de ser utilizado mais em PCs e notebooks, os dispositivos também podem abrir vídeos e fotos na TV para visualizar o conteúdo em uma tela maior. 

A seguir, confira dicas para usar o HD externo no televisor e deixar tudo alinhado para acessar os arquivos. A conexão é feita via cabo USB, de forma simples. No entanto, alguns ajustes podem ajudar a evitar problemas. 

Confira como assistir vídeos e fotos do HD externo na TV (Foto: Divulgação/Samsung)

1) Formatar o HD corretamente


Para começar, é importante observar qual é a formatação do seu HD externo. Muitos modelos em NTFS podem não dar leitura na TV ao serem conectados, sendo mais tradicional o FAT32. Vale lembrar que alguns televisores mais modernos identificam os dois tipos, mas, para entender melhor, veja a diferença entre esses formatos


Pelo computador o usuário pode formatar o HD externo, sem precisar de programas extras, caso não esteja dando compatibilidade com a TV. Com tudo correto, basta o usuário conectar o dispositivo via USB na telona para acessar os vídeos e fotos salvos.

Formate o HD corretamente para evitar erros ao conectar na TV (Foto: Diego Borges/TechTudo)

2) Acessar os arquivos pela TV


A maioria das Smart TVs reconhecem o HD externo, mostrando um alerta na tela. No entanto, as TVs mais antigas, que também têm suporte via USB, só exibem o dispositivo ao acessar o menu correto de mídia. Para isso, use o controle remoto da TV no botão “Source” para navegar entre as conectividades. 


Normalmente, o menu é indicado por “USB” ou na “central multimídia” da TV. Ao acessar, o usuário encontra as pastas salvas no HD externo e poderá abrir os arquivos de vídeos, fotos e músicas.


Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Acesse o menu da TV pelo controle para abrir arquivos do HD externo (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

3) Arquivos no formato correto


Cada arquivo de foto, vídeo ou áudio salvo no HD externo é exportado em um formato específico. Por exemplo, para as mídias é comum encontrar o formatos em AVI, WMV, MKV, para as imagens em JPG, PNG, e as músicas, por sua vez, são populares em MP3. No entanto, cada TV suporta determinados formatos, com plugins específicos, com maior variedade nos modelos de Smart TVs mais modernos. 


Para abrir sem problemas um vídeo ou foto na tela grande é ideal ter certeza de que o arquivo é compatível com a sua TV. Essa informação você pode encontrar no manual do televisor ou no site da fabricante.

Os arquivos salvos no HD externo precisam estar em um formato compatível com a TV (Foto: Helito Bijora/TechTudo)

4) Ver vídeos legendados


Quer assistir seus vídeos legendados? Isso também é possível usando um HD externo na TV. Para funcionar é fundamental que o vídeo e a legenda estejam na mesma pasta do HD. Os nomes também precisam ser os mesmos, deixando apenas o formato diferente: por exemplo com vídeo1.srt (legenda) e video1.avi (mídia). 


Também é interessante pesquisar no manual, ou no site da fabricante, se sua TV é compatível com o formato de texto da legenda. Na dúvida, vale apostar nos mais populares como srt, txt e sub. Assim, o usuário só precisa executar o vídeo no televisor para a legenda ser reconhecida automaticamente.


Como recuperar um HD externo corrompido? Comente no Fórum do TechTudo

HD externo permite assistir vídeos legendados na TV (Foto: Thiago Barros/TechTudo)

5) Verificar os conectores e corrigir erros


O HD externo funciona, em sua maioria, usando um cabo USB. Entretanto, nem todas as TVs têm compatibilidade para modelos wireless ou Bluetooth, por exemplo. Assim, vale a pena investir no cabo para assistir filmes e projetar fotos na tela grande.


Caso esteja tendo algum problema, tente trocar o conector USB na TV ou testar um outro cabo no HD externo, já que este pode estar corrompido. Veja neste tutorial como corrigir os erros mais comuns em um HD externo.

Verifique o cabo USB e ajuste erros no HD (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

Como desvincular seu número de celular no WhatsApp do Facebook

A política de privacidade do WhatsApp informa que alguns dados do usuário, como o número de telefone celular, podem ser compartilhados com o Facebook, que é dono do mensageiro desde 2014. A opção, entretanto, não é obrigatória e usuários, novos e antigos, podem optar por desabilitar esta mudança, desde que o façam no momento de aceitar os novos termos ou em, no máximo, 30 dias. Saiba como fazer para desvincular seu número de WhatsApp do Facebook.


Facebook compra WhatsApp e anuncia mudanças nos termos de uso do aplicativo (Foto: Arte/TechTudo)

Passo 1. Na tela principal do WhatsApp, toque no ícone para abrir o menu de opções e, em seguida, em “Configurações”. 

Na nova tela, toque em “Conta”.

Configurações do WhatsApp têm opção para bloquear compartilhamento de dados (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Passo 2. Localize a opção “Compartilhar dados de conexão com o Facebook” e toque nela. Uma nova tela aparecerá informando que a mudança não pode ser desfeita. Para prosseguir, toque em “Não compartilhar”.

Opção do WhatsApp impede que Facebook acesse dados (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Passo 3. Após fazer sua escolha, uma nova tela aparecerá explicando a alteração e confirmando que ela foi efetuada.

WhatsApp informa que dados não são mais compartilhados com Facebook (Foto: Reprodução/WhatsApp)