1

1

Google+ Followers

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Resultado da Quina 4093, quarta, 25/05/2016

Resultado da Quina 4093, quarta, 25/05/2016

O resultado da Quina 4093 será divulgado no GIGA-SENA dia 25/05/2016, quarta-feira, a partir das 20:30 horas.

A Quina 4093 ocorrerá no dia 25 de maio de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 5.500.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 4093. Quem acertar a QUADRA com 4 números, o TERNO com 3 números ou o DUQUE com 2 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 4093 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 4093 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 4093 DATA 25/05/2016
08
09
20
27
73
 
QUINAQUADRATERNODUQUE
prêmio
0,006.368,41104,732,31
ganhadores
x 0x 73x 6.675x 165.790
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 27/05/2016Prêmio Estimado: R$ 6.500.000,00

Resultado da Lotofácil 1366, quarta, 25/05/2016

Resultado da Lotofácil 1366, quarta, 25/05/2016

O resultado da Lotofácil 1366 será divulgado no GIGA-SENA dia 25/05/2016, quarta-feira, a partir das 20:30 horas.

A Lotofácil 1366 ocorrerá no dia 25 de maio de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.700.000,00 para quem acertar o resultado da Lotofácil 1366. Quem acertar 14, 13, 12 ou 11 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 15 números no resultado da Lotofácil concurso 1366 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Lotofácil.
Os valores de cada prêmio da Lotofácil 1366 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1366 DATA 25/05/2016
04
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
21
22
24
25
 
15 acertos14 acertos13 acertos12 acertos11 acertos
prêmio
974.026,171.833,0320,008,004,00
ganhadores
x 2x 327x 10.541x 135.701x 841.569
Próximo Sorteio: 28/05/2016Prêmio Estimado: R$ 1.200.000,00

Resultado da Mega Sena 1821, quarta, 25/05/2016

Resultado da Mega Sena 1821, quarta, 25/05/2016

O resultado da Mega Sena 1821 será divulgado no GIGA-SENA dia 25/05/2016, quarta-feira, a partir das 20:30 horas direto do Caminhão da Sorte.

A Mega Sena 1821 ocorrerá no dia 25 de maio de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 40.000.000,00 para quem acertar o resultado da Mega Sena 1821. Quem acertar a QUINA com 5 números ou a QUADRA com 4 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 6 números no resultado da Mega Sena concurso 1821 o prêmio principal acumula para opróximo concurso da Mega Sena.
Os valores de cada prêmio da Mega Sena 1821 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1821 DATA 25/05/2016
19
22
31
36
52
53
 
SENAQUINAQUADRA
prêmio
19.896.531,7941.772,19815,73
ganhadores
x 2x 84x 6.145
Próximo Sorteio: 28/05/2016Prêmio Estimado: R$ 2.500.000,00

Tudo o que você queria saber sobre as promoções de passagens aéreas


Quantas vezes a seguinte situação já aconteceu com você?


É divulgada uma promoção de passagens aéreas com 90% de desconto, então você corre no site da companhia, pesquisa diversas vezes e só encontra preços de passagens bem parecidos com os praticados normalmente.


Todo mundo que compra passagens aéreas passa por essa frustração. Na hora dá uma revolta enorme, você se sente enganado e jura que nunca mais vai cair nessa “pegadinha”, até que vê o anúncio de outra promoção com passagem de volta por apenas R$ 29,00. Nova frustração, você pesquisou diversas vezes e o preço da passagem de volta é praticamente o mesmo da passagem de ida. Por que isso acontece?


Será propaganda enganosa? As companhias aéreas estão agindo de má fé? Elas se divertem enquanto eu fico horas procurando pelas passagens aéreas baratas que não existem?


Não é má fé, caro amigo. As promoções existem sim. O que acontece é que para as empresas aéreas conseguirem praticar estes preços, existem 7 detalhes que você deve observar:


1) Prazo da compra
Este é um detalhe importantíssimo, pois é o primeiro erro que as pessoas cometem. A maioria das promoções começam as 0h de sábado e vão até as 6h da manhã de segunda, então não adianta procurar passagens com desconto as 10h da manhã de segunda, se a promoção não estiver vigente, não tem passagem promocional. Então certifique-se de que a promoção está ativa.


2) Período de voo
Outro erro bem comum. Todas as promoções de passagens aéreas determinam um intervalo onde você deve efetuar sua viagem. O desconto só é concedido para voos realizados entre essas datas e nós acabamos procurando por voos fora desse intervalo, por puro descuido. Algumas vezes a data de ida e volta precisam estar neste período, outras vezes apenas a data da ida ou da volta. Sendo assim, certifique-se de que a data dos voos esteja dentro do intervalo determinado pela companhia aérea.


3) Número de assentos disponíveis
Dos mais de 200 lugares de um voo, quantos você acha que estão à venda com 90% de desconto? Será que uns 10% dos lugares? Não, definitivamente não. Geralmente esse tipo de desconto é válido para 2 ou 3 lugares, então quem chegar primeiro ganha. Outros (poucos) lugares terão um desconto menor e a maioria dos lugares estará praticamente com o preço normal. Por isso a dificuldade de se conseguir um desconto desses. Quando você faz a pesquisa no sábado de tarde, estes lugares já foram comprados.


4) Antecedência da compra
Geralmente o intervalo para realização dos voos compreende um período grande, por exemplo de 12/05 a 30/06. A probabilidade de encontrar um bom desconto nas passagens com datas mais próximas do final da promoção são muito maiores. Quanto mais antecedência você comprar uma passagem, melhor.


5) Dia da semana
Todo mundo quer viajar na sexta a noite e voltar no domingo a noite ou na segunda pela manhã a tempo de ir pro trabalho, certo? Justamente por isso as passagens nestes horários são mais caras e dificilmente você encontrará um trecho promocional. Experimente buscar trechos as terças ou quintas e surpreenda-se.


6) Permanência mínima no destino
Muitas promoções exigem que o cliente fique duas ou três noites no destino. Atente para este detalhe. Você não vai conseguir um preço promocional se estiver viajando numa segunda com volta na quarta se existir a obrigatoriedade de passar três noites no destino. Um detalhe bobo, mas que faz toda a diferença.


7) Compra do trecho de ida e volta
Não tem jeito, 99% das promoções de passagens aéreas exigem a compra da passagem de ida e volta, daí por descuido na hora da pesquisa a gente busca só pelo trecho de ida pra comparar o preço do trecho. Se não prestar atenção a esse detalhe, não vai encontrar a passagem barata.


Antes de se sentir enganado, tenha certeza de que leu todas as regras e que está fazendo a pesquisa correta. Certifique-se da vigência da promoção, período da viagem, permanência mínima no destino e obrigatoriedade da compra do trecho volta. Lembre-se também de que as poucas passagens promocionais já podem ter se esgotado. Horários menos atrativos sempre tem uma chance maior de ainda estarem disponíveis. Dias de semana e antecedência da compra são ótimas dicas para encontrar a passagem que você quer.

http://www.blogcariri.com.br/2013/05/tudo-o-que-voce-queria-saber-sobre-as.html

É possível transar com um amigo sem estragar a amizade?


Nos anos 70, ainda impregnadas pelo perfume hippie da década anterior, as pessoas se dispunham a experimentar diversas formas de se relacionar. Com isso, a gíria "amizade colorida" entrou na moda para se referir aos amigos que transavam estabelecer qualquer vínculo mais sério. O termo usado na época soa um tanto antiquado para os dias atuais, no entanto, fazer sexo com um amigo é algo cada vez mais comum – e aprovado por especialistas, que vêem benefícios na prática.


"Trata-se de uma oportunidade de ter alguém de confiança para trocar carinhos e desfrutar momentos de intimidade mesmo não estando namorando", comenta Juliana Bonetti Simão, psicóloga especializada em sexualidade, de São Paulo (SP).


"Muitos homens e mulheres que viveram a experiência de uma 'amizade colorida' continuam a ser amigos, mesmo depois que o sexo acabou. Tudo vai depender de como cada um experimentou essa vivência. Há, inclusive, quem aprenda a se relacionar melhor em relacionamentos futuros", diz a sexóloga Carmen Janssen, de Vinhedo (SP), membro da Sociedade Brasileira de Estudos em Sexualidade Humana (SBRASH).


Porém, assim como acontece em qualquer relação afetiva, o sexo entre amigos também precisa ser orientado por algumas regras que devem ser previamente combinadas pelos dois. O primeiro fundamento é que cada um saiba muito bem o que esperar desse tipo de arranjo.


"Ambos devem encarar a situação com maturidade, serem sinceros sobre suas reais intenções e para não criar expectativas", fala Carmen. "Algumas pessoas, geralmente as mulheres, não conseguem separar sexo de amor e aceitam a situação porque têm esperança de a relação se tornar mais séria. E, quando isso não acontece, elas acabam se frustrando", completa a especialista.


De acordo com Juliana, questões sobre fidelidade e lealdade devem ser discutidas para que nenhuma atitude das partes machuque o outro e ponha fim à amizade. É óbvio, entretanto, que os acordos podem se desviar do caminho.


"Os dois devem ter em mente que há grandes chances de alguém acabar se envolvendo afetivamente e a outra parte não. Há possibilidade ainda de as emoções se confundirem e a amizade acabar", declara a psicóloga.


Na opinião da psicóloga e sexóloga Jussania Oliveira, de Americana (SP), o "contrato" deve ser firmado de comum acordo, com as regras bem definidas para evitar mágoas e ressentimentos.


"Se ambos estão disponíveis, sentem atração sexual e aceitam a possibilidade de ficarem juntos sexualmente na boa, ok. Mas devem estar atentos quando uma ou mais regras forem quebradas, quando um ou outro começa a apresentar comportamento de posse, ciúmes ou exige satisfação e comprometimento. Isso precisa ser sinalizado para que reavaliem a continuação ou não dos encontros sexuais", explica.


Segundo Ricardo Desidério, sexólogo e psicoterapeuta de Londrina (PR), não se trata de um passatempo, um jogo, por mais descompromissada que a relação pareça.


"Mesmo sem quaisquer intenções, não estamos lidando com um simples objeto e sim com sensações, desejos, sejam eles ocultos ou não. O sexo casual pode desencadear uma bela história de amor, mas também pode acontecer uma única vez e mesmo assim abalar a relação de amizade", afirma.


Para preservar a amizade, o ideal é apostar na sinceridade desde o início. Não existe uma receita mágica que sirva para todo mundo nem garantias, mas viver é fazer escolhas. Ambos devem lembrar que sexo sem compromisso implica na possibilidade de ambos encontrarem outros relacionamentos e também de um se apaixonar pelo outro.


"Quem fica com a consciência pesada é sinal de que não estava preparado para ter quaisquer intimidades com o amigo. Por isso, nesse tipo de relacionamento é preciso ter uma visão muito aberta sobre a situação. Acredito que muitos não estão preparados", fala Desidério.


Quando um dos dois se interessa verdadeiramente por outra pessoa, é essencial abrir o jogo e se colocar perante essa nova situação, definindo como acabar a "amizade colorida". Sob essas circunstâncias, há um dilema: contar ou não ao parceiro que transava com o amigo?


"Não acredito ser producente revelar, uma vez que a convivência irá continuar e isso poderá constranger ou gerar ciúmes e desconfiança. Partilhar histórias e experiências anteriores, muitas vezes com riqueza de detalhes, não irá agregar absolutamente nada, correndo o risco de comprometer e influenciar negativamente esse novo relacionamento", diz Jussania.


"O novo amor pode não entender a situação e, eventualmente, contar tudo prejudicaria sua relação de amizade. O que aconteceu com você antes de conhecer seu parceiro fixo, quem você namorou ou ficou é algo pertencente a sua particularidade. O que realmente importa é o que vocês construirão juntos", fala Desidério.


Fonte: UOL

11 mentiras em que muita gente acredita




1 – Cenouras fazem bem à vista
Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico não queria que os alemães soubessem que eles tinham radares. Para resolver o problema, diziam que seus soldados tinham visões excelentes porque comiam muitas cenouras.


2 – A Muralha da China é o único monumento construído pelo homem e que pode ser visto do espaço
Na verdade, várias estradas e barragens podem ser vistas da órbita da Terra.


3 – Pessoas da Idade Média acreditavam que a Terra era plana
Os gregos calcularam a circunferência do nosso planeta aproximadamente no ano 300 a.C.


4 – Depois de comer açúcar, uma pessoa fica cheia de energia
Na verdade, isso não passa de efeito placebo.


5 – Touros são atraídos pela cor vermelha
Só que não. Touros, na verdade, são daltônicos. O motivo pelo qual avançam em direção ao toureiro que fica balançando o pano vermelho é o movimento do tecido, não a cor. Além disso, esses animais são geralmente mantidos presos e com fome antes das touradas, para que possam agir de maneira agressiva.


6 – Computadores da Apple são imunes a vírus
A verdade é que menos pessoas têm computadores da Apple e, por isso, não há gente interessada ainda em produzir vírus para essas máquinas ainda.


7 – Camaleões mudam de cor para se adaptar ao ambiente
Não também. Esses animais mudam de cor por questões de comunicação, temperatura e luz, não por camuflagem.


8 – A memória do peixe-dourado dura, no máximo, oito segundos
Mentira! Esses peixinhos têm uma boa memória e, inclusive, podem ser treinados.


9 – Coelhos amam cenouras
Só em desenho animado mesmo. Cenouras fazem mal aos coelhos.


10 – Você é o espermatozoide mais rápido
Aceite: você foi um dos espermatozoides mais lentos. Pois é. Isso acontece porque antes de um espermatozoide fecundar o óvulo, muitos outros espermatozoides são necessários para desgastar a camada externa do óvulo e possibilitar a entrada do campeão, que é aquele que possivelmente queimou a largada.


11 – Ler em ambientes escuros faz mal à visão
Temporariamente, sim, pois a falta de luz cansa seus olhos e atrapalha o foco da visão, mas não há evidência científica de que a visão seja prejudicada em longo prazo.


Fonte: Mega Curioso

Saiba quais são as doenças que mais matam no Brasil


Surtos recentes têm preocupado a população brasileira, mas você sabe quais são as doenças que mais matam no país? Vale a pena ficar de olho nas informações do Ministério da Saúde e adotar as medidas preventivas que estiverem ao seu alcance.


Quais as doenças que mais matam no Brasil
Conhecer quais são as doenças que mais matam no país é importante para saber como se manter longe delas. Segundo dados do Ministério da Saúde de 2013, entre as principais delas estão as relacionadas a problemas cerebrovasculares, infartos, pneumonia e diabetes.


De acordo com os números, aproximadamente 100 mil pessoas faleceram em 2013 por conta de doenças cerebrovasculares, dentre as quais a mais conhecida é o acidente vascular cerebral (AVC). Quem fuma, usa anticoncepcionais e consome bebidas alcoólicas faz parte do grupo de risco. Vale ficar atento ainda à obesidade e à hipertensão arterial.


No mesmo ano, o infarto levou a óbito 85,9 mil pessoas. Quem deve ficar de olho nesse problema são principalmente as pessoas sedentárias e que se alimentam inadequadamente, dois dos mais importantes fatores de risco.


A pneumonia também é outra doença preocupante, principalmente no inverno. Foram 68,3 mil mortes em 2013. Para se prevenir, evite hábitos como fumo e consumo de bebidas alcoólicas, que diminuem sua imunidade. Além disso, tenha atenção a ambientes secos, que favorecem a entrada de microrganismos nocivos nas vias respiratórias.


Há ainda a diabetes, que muitas vezes não é possível evitar. Por isso, quem já a desenvolveu deve focar em bons hábitos mantê-la sob controle, já que o problema foi responsável por 58 mil mortes no Brasil em um único ano – a quarta maior taxa dentre as doenças que mais matam.


Surtos recentes preocupam as autoridades
Com a proximidade do inverno chega também a preocupação das autoridades com surtos de doenças respiratórias, principalmente a causada pelo vírus H1N1. Mas em 2016 o problemas chegou mais cedo e pegou muita gente desprevenida.


Dados do Ministério da Saúde demonstram que 230 pessoas já haviam morrido em razão desse vírus até o dia 16 de abril. Houve ainda um total de 1.365 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), causada pelo H1N1.


Os principais sintomas dessa doença são febra súbita e alta, tosse seca e dores em garganta, corpo, articulações e cabeça. Embora possa também parecer algo menos grave, vale a pena buscar ajuda médica em casos de suspeita.


A vacina é a melhor forma de prevenção disponível. Embora não garanta 100% que você estará livre do vírus, diminui as chances de contração. Tenha também bons hábitos de higiene, como lavar as mãos constantemente e cobrir o rosto ao tossir ou espirrar.


Fonte: Doutíssima

Quer uma alimentação mais saudável? Fritura sem óleo é opção

Falar em fritura sem óleo chega a soar estranho, não é mesmo? Mas saiba que é possível deixar a sua alimentação mais saudável sem perder o sabor. Basta variar as técnicas utilizadas na hora do preparo. o resultado vai surpreender você.


A batata frita pode ficar sequinha e crocante quando colocada no forno. 


Por que fritar não é saudável?
Fritar os alimentos aumenta a ingestão de calorias, especialmente se você usar o óleo ainda frio, empanar ou colocar muita comida na panela ao mesmo tempo. Tudo isso ajuda na absorção da gordura. O resultado é o risco maior de problemas de saúde.


A obesidade e o sobrepeso são dois deles. Um estudo publicado na revista Nutrition, Metabolism and Cardiovascular Diseases descobriu que consumir alimentos fritos mais de quatro vezes por semana aumenta o risco de obesidade em comparação com o consumo desses alimentos menos de duas vezes por semana.


Consumir alimentos fritos regularmente também está associado a um risco maior de desenvolver diabetes tipo 2. É o que indica um estudo publicado na revista Diabetes Care. Ainda segundo uma pesquisa conduzida pela Universidade do Alabama, dos Estados Unidos, você chega a aumentar o risco de um acidente vascular cerebral em 41 % se comer frituras seis vezes por semana.


Ou seja, vale a pena rever seus hábitos de alimentação e optar por alternativas menos gordurosas. Pode parecer difícil no início, mas você certamente vai se adaptar com o tempo. Também não é preciso cortar a fritura sem óleo por completo, basta reduzir o seu consumo.


Como fazer fritura sem óleo
É inegável que o sabor de alimentos fritos pode ser irresistível, mas é possível mudar a forma de preparo e, no mínimo, chegar perto desse sabor. Fazendo isso, de quebra você ainda será capaz de diminuir, e muito, os riscos que o excesso de gordura oferece à saúde.


Veja 3 técnicas para fritar sem óleo:


Com água
Nada de colocar óleo ou manteiga na hora de fritar um bife. Sim, é possível deixá-lo douradinho apenas usando água. Basta usar uma frigideira antiaderente e deixar que ela fique bem aquecida. Coloque então duas colheres de sopa de água e na sequência o bife.


Fique de olho para não queimar, adicionando mais uma colher de água quando a frigideira estiver seca. Faça isso até que o bife esteja no ponto desejado.


Assar
A maioria dos pratos fritos podem ser assados também. É o caso de batata frita, empanados e almondegas. É simples: basta colocar o alimento em uma assadeira e em camada única para assar em fogo médio, até que fiquem com a cor e a consistência desejadas.


Fritadeira sem óleo
Outra maneira de fazer uma fritura sem utilizar gordura é com uma fritadeira sem óleo. Atualmente, há muitas marcas no mercado que funcionam da mesma maneira. Elas usam o ar quente para cozinhar os alimentos, mantendo-os crocantes por mais tempo.


Fonte: Doutíssima

Entenda como funciona a Previdência e o que o Governo Temer quer mudar.

A equipe econômica do governo do presidente interino, Michel Temer, já sinalizou que haverá mudanças na aposentadoria.


Confira abaixo como funciona a Previdência hoje e o que pode mudar.


1) Como ficou a Previdência no governo Temer?
Pelo novo desenho da Esplanada dos Ministérios, a pasta da Previdência será parcialmente incorporada ao Ministério da Fazenda. O antigo ministério foi desmembrado por Temer.


O INSS foi transferido para o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, comandado pelo peemedebista Osmar Terra.


Outros órgãos da Previdência, que teve a palavra "Social" retirada do seu nome oficial, vão ficar sob o comando de Meirelles.


Entre eles, a Dataprev (empresa de tecnologia da Previdência), o Conselho Nacional de Previdência e a Previc (superintendência de previdência complementar).


2) Qual o rombo na Previdência?
No INSS, o deficit deve chegar a R$ 125 bilhões neste ano. Entre servidores públicos civis e militares, o rombo é de R$ 70 bilhões. Estados e municípios com regime próprio de previdência têm deficit de R$ 48 bilhões (dados de 2013).


3) Quais as propostas em discussão?
Deve ser fixada uma idade mínima e uma regra de transição para quem já está no mercado de trabalho. Sindicalistas, porém, não abrem mão de que as mudanças aprovadas na previdência devem valer apenas para os novos trabalhadores.


O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que uma reforma que só afetasse novos trabalhadores seria uma "má solução".


4) O que são direitos adquiridos? A reforma vai mexer nesses direitos?
É aquele direito adquirido por uma pessoa não pode ser prejudicado por novas leis. No entanto, nenhuma norma pode ir contra a Constituição Federal.


O presidente interino, Michel Temer, afirmou que as reformas que ele vai propor não vão mexer em "direitos adquiridos", mas isso não significa que elas irão poupar todos que já estão no mercado de trabalho.


Ao julgar ações contra reformas feitas na Previdência nos últimos anos, os ministros do Supremo Tribunal Federal concluíram que só tinham "direitos adquiridos" os trabalhadores que tivessem alcançado antes da mudança as condições necessárias para se aposentar pelas regras antigas.


Conforme o entendimento dos ministros, os demais trabalhadores, que contribuíam com a Previdência há menos tempo e ainda não podiam se aposentar, tinham apenas uma "expectativa" de direito e eram obrigados a se adaptar ao novo regime.


Nas últimas vezes em que houve mudanças na Previdência, as regras de transição permitiram que trabalhadores mais próximos da hora da aposentadoria obtivessem benefícios um pouco melhores do que os assegurados aos demais pelas novas regras.


5) Quais os próximos passos?
Centrais sindicais e a cúpula do governo Temer se reuniram e decidiram criar um grupo de trabalho que vai apresentar no dia 30 de maio uma proposta de reforma da Previdência. A proposta será avaliada e, no dia 3 de junho, Planalto deve apresentar um projeto "de consenso" para a votação dos parlamentares e que "tudo está na mesa" para a discussão.


6) Quais os benefícios concedidos para trabalhadores?
A Previdência paga aposentadoria por idade, por tempo de contribuição e invalidez. Há ainda benefícios como auxílio-doença e acidente, pensão por morte e salário-maternidade (para mulheres que tiveram ou adotaram um filho), entre outros. Em março, havia 33 milhões de beneficiários da Previdência Social.


7) Quais são os regimes em vigor no Brasil?
São dois. O RGPS (Regime Geral da Previdência Social) abrange todos os indivíduos que contribuem para o INSS: trabalhadores da iniciativa privada, funcionários públicos (concursados e não concursados), militares e integrantes dos Poderes Judiciário, Legislativo e Executivo.


Já o RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) é organizado por Estados e municípios para servidores públicos ocupando cargos que exigem concurso público.


8) Quais as regras para se aposentar?
>>>Fator 85/95: soma da idade e do tempo de contribuição deve atingir 85 para as mulheres e 95 para os homens. Ao atingir o fator, o beneficiário recebe a aposentadoria integral. Fator chegará a 90/100 em 31 de dezembro de 2026, para levar em conta o aumento da expectativa de sobrevida.


>>>Fator previdenciário: média dos 80% maiores salários, corrigidos pela inflação desde jul.94, limitada ao teto do INSS, de R$ 5.189,82. Leva em conta tempo de contribuição, idade do segurado e expectativa de sobrevida ao se aposentar. Só é vantajoso para o segurado se for igual a 1 ou maior.


>>>Aposentadoria por idade: tempo de contribuição mínimo de 15 anos. Para mulheres, é preciso ter pelo menos 60 anos, enquanto homens devem ter 65 anos no mínimo.


9) Para trabalhadores domésticos, como funciona a aposentadoria?
O empregador recolhe mensalmente a contribuição (8% sobre o salário).


10) E para trabalhadores rurais?
O trabalhador rural não precisa recolher INSS, mas precisa comprovar que atuou na área rural. Além disso, pode se aposentar com 60 anos (homens) e 55 anos (mulheres). Ele precisa comprovar que atingiu a idade de aposentadoria realizando atividades no campo.


11) Como pedir a aposentadoria?
Para saber se já pode se aposentar ou até mesmo se o empregador está recolhendo corretamente para o INSS, o empregado deverá se dirigir a uma agência do INSS portando RG, CPF e o número do PIS e solicitar seu extrato.


É preciso agendar pela internet. Depois, será necessário ir a uma agência do INSS de posse dos documentos exigidos.


Fonte: Folha.com

Gilmar Mendes defende que Temer não é "ficha-suja" e pode se eleger


O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, disse nesta sexta-feira que não há abuso na doação eleitoral acima do teto legal feita pelo presidente em exercício Michel Temer (PMDB-SP) a candidatos da legenda em 2014. Temer foi condenado pela Justiça Eleitoral de São Paulo e está inelegível pelos próximos oito anos.


"A jurisprudência do TSE indica que a partir de um dado limite poder-se-ia caracterizar, mas não parece ser o caso aqui, não me parece que seja o caso", afirmou Mendes, durante visita ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE) na manhã desta sexta-feira.


O presidente do TSE afirmou que ainda não examinou o caso de Temer, mas que acha que "o debate está mais colocado no plano político". "Acho que não houve esse tipo de caracterização, em geral, ocorrem estes erros por pequenas margens. Às vezes saber qual é a sua capacidade de doação, isso acontece. Isso por si só não caracteriza qualquer abuso".


O presidente da República em exercício foi condenado por unanimidade pelo plenário do TRE-SP ao pagamento de multa de R$ 80 mil por ter realizado doações acima do limite legal na campanha de 2014, na qual concorreu como vice da agora presidente afastada Dilma Rousseff (PT). A decisão ocorreu no dia 10 de maio.


A representação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral narra que Temer doou um total de R$ 100 mil para dois candidatos do PMDB do Rio Grande do Sul a deputado federal, Darcísio Perondi e Alceu Moreira. Cada um recebeu R$ 50 mil.


Segundo a procuradoria eleitoral, o valor supera em quase 12% o rendimento declarado por Temer em 2013. A legislação eleitoral estabelece teto de 10% do rendimento declarado pelo doador no ano anterior ao da doação.


Fonte: Valor

Ansiedade em excesso pode gerar problemas de saúde


Reuniões, compromissos, tarefas do trabalho e de casa. Com tantas atribuições na rotina, a ansiedade é um sintoma comum do mundo acelerado em que vivemos. Mas se engana quem pensa que sentir palpitações e ter a respiração alterada diante de acontecimentos estressantes é natural.


Sabe aquela velha história de que uma dose mínima de ansiedade pode até proporcionar energia para dar conta de tudo? A psicoterapeuta Maura de Albanesi discorda dessa lógica. “É um equívoco achar que isso estimula a pessoa a realizar o que se deseja e precisa. Ocorre o oposto, ela se sobrecarrega e se estressa. O corpo sofre com isso”, garante.


Perigos da ansiedade para a saúde
Para compreender até que ponto esse sentimento afeta a sua vida, primeiro é necessário entender o que ela significa. “Ansiedade é querer viver um futuro no agora. As pessoas ficam ansiosas pelo o que vai acontecer e não vivem o momento”, esclarece a psicoterapeuta.


Conforme Maura, ela ocorre pela necessidade que as pessoas têm de controlar tudo o que acontece e da dificuldade em saber lidar com aquilo que não está pré-definido. Como nem sempre é possível seguir uma programação, o medo bate mais forte.


De forma geral, a ansiedade é altamente prejudicial à saúde e gera sintomas físicos: elevação da pressão arterial, descompasso cardíaco e comprometimento dos processos respiratórios. “Eles surgem devido ao estresse que a pessoa sente. O ansioso vive sempre cheio de adrenalina e emite um comando para a mente, numa pressão constante”, diz Maura.


Ou seja, viver sempre acelerado ao máximo cobra seu preço. Esse comportamento, segundo um estudo da Universidade Politécnica de Hong Kong, também pode ser prejudicial no ambiente corporativo. Especialmente porque pessoas ansiosas tendem a ser menos produtivas.


“O ansioso foca apenas no que ele quer alcançar no futuro e não consegue se organizar com o que precisa ser feito no presente. Tudo isso gera mais ansiedade. Ele vê que o tempo está passando e as coisas não estão acontecendo. Então, vive uma eterna agonia”, ressalta a especialista.


Dicas para controlar e tratar a ansiedade
Se você se identificou com a descrição de Maura, saiba que é possível sair desse quadro. De acordo com ela, o ideal é procurar auxílio terapêutico. Nos casos mais leves, a psicoterapia em si pode ajudar, sem necessidade de intervenção com remédios.


Já nos casos em que a pessoa se encontra em um nível muito alto de ansiedade, de forma que não consegue produzir ou dormir por conta do turbilhão de informações em sua mente, pode ser necessário consultar um psiquiatra. Mas só tomar a medicação não basta.


“Embora o medicamento seja muito importante para reduzir e aliviar o estresse e mal-estar causados pela ansiedade, é através do processo de autoconhecimento e autodesenvolvimento que a pessoa consegue, de fato, combater a raiz do problema”, enfatiza a psicoterapeuta.


E diante de uma crise de ansiedade? Maura ensina três dicas para driblar o problema no cotidiano:


1 – Respiração
A respiração coloca a pessoa em contato com ela mesma e deixa o foco no presente. É importante respirar bem fundo, de forma lenta. É um processo que ajuda a relaxar.


2 – Listas
Vale anotar todas as questões que precisa ser priorizadas. O segredo é ter planejamento e tentar segui-lo sempre. Ao colocar o futuro no papel, fica mais fácil ter tranquilidade para lidar com os desafios que são do presente.


3 – Meditação
Meditar e realizar exercícios de foco e atenção são ações que ajudam a desacelerar e deixar de lado a ansiedade. Vale experimentar.


Fonte: Doutíssima

Filtro brasileiro de barro é o melhor do mundo, afirma pesquisa




Sabe aquele filtro marrom de água que a sua avó com certeza tem ou já teve? Pois é, de acordo com uma pesquisa divulgada recentemente, ele é o mais eficiente do mundo. Surpreso? Pois então vamos aos fatos: pesquisadores americanos concluíram que o filtro feito de barro é o melhor quando o assunto é retenção de cloro, pesticidas, ferro, alumínio e chumbo.


Para quem nem sabia que tudo isso poderia ser encontrado na água, eis outra surpresa: a água pode conter Criptosporidiose, um parasita que causa alguns incômodos como diarreia e gastrenterites. De qualquer forma, não há motivo para pânico, pois o filtro de barro é capaz de eliminar 99% desses parasitas.


Tudo isso foi concluído por um simples diferencial do filtro de barro: ele tem um sistema lento de filtragem, no qual, gota a gota, a água passa de um recipiente para outro. Isso, segundo a pesquisa, é um ponto muito positivo, já que os sistemas mais eficientes são os baseados em filtragens por gravidade. Dessa maneira, micro-organismos são literalmente sufocados pela pressão e não alcançam a água a ser tomada.


Talvez esteja na hora de ir visitar a sua avó, tomar um copo-d’água e copiar a ideia do filtro.


Fonte: Mega Curioso

Dilma: "O último capítulo do impeachment ainda não se encerrou"



Dilma Rousseff, ao contrário do que pretende a propaganda da mídia nativa, aparenta notável tranquilidade. Ela enfrenta até com sorrisos o seu peculiar exílio no Palácio da Alvorada, hoje residência permitida a uma presidenta afastada, e esta não é a visão de quem não trai a verdade factual.


Há uma lógica no comportamento de Dilma, surgida de uma esperança plausível, como se verá por esta entrevista, a mostrar que ela pretende resistir, e jogar cartas na mesa ao longo do capítulo final e ainda inconcluso do processo do impeachment, conforme a pauta do inédito golpe à brasileira.


Dilma Rousseff: Eu entendo que algo vai se revelar de forma muito clara. Quem conduz este processo? A questão é importante para perceber sua natureza, e o véu se levanta ao se analisar a composição do ministério provisório, ligado ao controle de um certo grupo do PMDB que assumiu o PMDB, capaz de transformar um partido de centro em um partido golpista de direita. Temos o governo do Cunha. Que mais é do Cunha? Os 217 parlamentares do centrão indicam André Moura, homem do Cunha. Podem tirar o André Moura, indicarão outra pessoa ligada ao Cunha.


CC: André Moura, salvo engano, é réu no STF...
DR: Haverá dificuldade em achar quem não é. Mas voltando. Desde 1988, nosso presidencialismo requer uma coalizão, até aí nada de mais. É impossível um país desta envergadura e deste tamanho ser dirigido sem uma coalizão. Ela foi de centro-direita, no período FHC, ele precisava de três partidos para conseguir a maioria, às vezes de quatro ou cinco para fazer os dois terços. Cada vez mais, pela fragmentação partidária, pelo aumento dos interesses em criar partido dado o fundo partidário, foi aumentando a quantidade de partidos e esse aumento se deu dentro dessa ideia muito imprecisa de centro político, mas é a que eu tenho.


Lula já precisava de oito partidos para ter a maioria simples, em torno de uns 10 ou 12 para ter dois terços e eu precisei, nos meus dois períodos, cada vez mais de mais partidos. Aí depende de quantos e de quem. No grande partido de centro, o que veio desde a Constituinte, emerge uma figura tipicamente conservadora de direita, fundamentalista, com uma capacidade de articulação razoável, com mecanismos de reprodução e controle de parlamentares também razoáveis, e esse processo leva a uma imensa dificuldade na relação Executivo-Legislativo, Eduardo Cunha.


Imensa dificuldade que não é determinada somente, por exemplo, pelos três votos que ele nos pediu para não entrar com o processo de impeachment, chantagem que o próprio autor do processo de impeachment, o ex-ministro do FHC, Miguel Reali Júnior, chamou de chantagem explícita. A origem do impeachment não está no PSDB e no DEM, não tinham força para tanto. Se na Câmara tivemos 145 votos e eles 367, o Centrão hoje é muito significativo, é o maior grupamento... se você fizer a conta, verifica que se estabelece um controle pela direita de 217 parlamentares no mínimo.


CC: Uma reforma política não resolveria o problema do nosso presidencialismo?
DR: Reforma política é imprescindível. Recordam 2013? Propusemos uma Constituinte a qual precisa do respaldo das instituições, a não ser que a rua tenha a reforma como bandeira. Ora, a rua não tinha, vinha com uma fala mais difusa. Talvez, em momento algum, como hoje se tenha percebido a premência da reforma.


CC: O que a senhora acha do parlamentarismo, que volta e meia vem à baila?
DR: Acho muito difícil a compreensão do povo brasileiro. O presidencialismo foi a única instância que permitiu fazer transformações dentro da legalidade. Por quê? Porque a relação do voto popular com o presidente implica uma discussão sobre rumos que não têm filtros, nem oligárquicos nem regionais, nem de interesses econômicos. É uma relação quase direta. O Senado tem alguma autonomia nos espaços estaduais, mas a melhor oportunidade para a relação transformadora no Brasil por meio de eleições diretas foi o presidencialismo. O parlamentarismo do Brasil tenderia a ser oligárquico, porque teria enorme influência nos poderes localizados. Isso vem desde o império, a meu ver.


CC: O que explicaria o fato de a senhora ter tido como companheiro de chapa alguém que na interinidade lançou uma agenda tão distinta daquela que foi vitoriosa em 2014. São os problemas do nosso sistema político sobre os quais falamos há pouco aqui ou foi um processo exterior que tem a ver mesmo com tomada de poder?
DR: Já vi o PMDB como partido de centro e acho que segmentos dele ainda são, mas uma parte do PMDB foi de fato capturada para uma posição conservadora de direita. Perdão, é falar mal dos conservadores, na realidade são golpistas de direita. Acho que houve um processo dentro do PMDB de reagrupação de forças, de tal forma que hoje a hegemonia dentro do partido é de Eduardo Cunha e seu grupo. Mesmo afastado pelo Supremo, ele continua dando as cartas na Câmara e no governo. E mesmo no Senado através de Romero Jucá.


Fonte: Carta Capital

Câncer colorretal aumenta entre pessoas com menos de 50 anos, revela estudo


A taxa de câncer colorretal continua aumentando entre as pessoas menores de 50 anos nos Estados Unidos, enquanto a enfermidade baixou na população mais velha graças a melhoras na prevenção e controle, segundo estudo apresentado nos Estados Unidos.


O estudo se baseia em análise de amostras de mais de um milhão de casos entre 2004 e 2013 e estabelece que a quantidade de pessoas menores de 50 anos que foram diagnosticadas com câncer colorretal aumentou 11,4%, um aumento anual médio de 1,28%.


Durante o mesmo período, este tipo de câncer – que surge no cólon ou no reto – diminuiu 2,5% entre maiores de 50 anos.


Estes resultados foram apresentados no grande Congresso Internacional Digestive Disease Week, que acontece nesta semana em San Diego, na Califórnia.


O principal autor do estudo, Elie Sutton, do Hospital Mount Sinai de Nova York, recordou que cinco anos atrás outro levantamento já havia percebido um aumento como o observado nos adultos mais jovens.”Isto mostra que não temos feito o necessário para reduzir o risco de câncer colorretal entre os menores de 50 anos”, avaliou.


De acordo com Sutton, a grande maioria dos tumores colorretais aparecem depois dos 50 anos como um pólipo no intestino. Graças à colonoscopia é possível detectar e retirar os tumores do intestino grosso antes que se tornem cancerígenos.


Fonte: Veja.com 

Gravação de Jucá sobre a Lava Jato joga bomba no coração do Governo Temer


Bastaram 11 dias para que o Governo interino de Michel Temer enfrentasse seu primeiro grande escândalo. Nesta segunda-feira, gravações obtidas pelo jornal Folha de S. Paulo mostram o ministro do Planejamento, Romero Jucá, dizendo a um interlocutor que o impeachment de Dilma Rousseff resultaria em um pacto para deter a operação Lava Jato. Horas depois da divulgação da gravação, Jucá anunciou, por volta das 17h, que se afastará do ministério a partir desta terça-feira (leia mais aqui).


Senador licenciado pelo PMDB de Roraima, Romero Jucá é um dos principais articuladores da destituição da presidenta petista. A interceptação ocorreu em março deste ano e, segundo a Folha, o outro interlocutor era Sergio Marchado, o ex-presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras, que foi indicado ao cargo pelo PMDB. Tanto Jucá quanto Machado são investigados no escândalo de desvio de recursos da Petrobras descoberto pela operação Lava Jato.


Nos diálogos, que duraram uma hora e quinze minutos, Machado relata a Romero Jucá que teme que seu caso passe a ser julgado pela primeira instância da Justiça, na 13ª vara federal de Curitiba que está sob a responsabilidade do juiz Sergio Moro. O peemedebista sugere, então, que para evitar isso era necessário trocar o Governo por meio de uma ação política. “Se é político, como é a política? Tem que resolver essa porra. Tem que mudar o Governo para estancar essa sangria”, disse o então senador. A gravação agora está sob os cuidados da Procuradoria-Geral da República, que é quem investiga Jucá por ele ter prerrogativa de foro.


De acordo com a Folha, na conversa Romero Jucá afirmou que um eventual governo Temer deveria construir um pacto nacional “com o Supremo, com tudo”. A resposta de Machado “aí parava tudo”. “É. Delimitava onde está, pronto”, respondeu o senador, sobre as investigações.


Em outro trecho da gravação, o peemedebista chama Moro de Torre de Londres, em alusão ao castelo da Inglaterra onde aconteceria torturas entre os séculos 15 e 16. A referência se trata do temor de Machado de se ver forçado a fazer uma delação premiada. Machado afirma que acredita que os investigadores da Lava Jato o identificavam como o caixa do PMDB dentro do esquema de desvios de recursos da Petrobras.


As interceptações são uma bomba no colo do Governo Temer que já enfrenta desconfianças sobre sua postura em relação à Lava Jato, mesmo antes de assumir a presidência interina. Com grandes nomes do seu partido sendo investigados, havia uma desconfiança de que houvesse um acordo para cercear a atuação dos procuradores depois do impeachment da presidenta. Temer, porém, tem dito reiteradas vezes que não vai interferir na investigação, mas algumas nomeações, como o de aliados e ex-advogados do deputado afastado Eduardo Cunha para cargos chaves no seu Governo, só aumentam as incertezas.


Até agora, Cunha garantiu quatro nomes na gestão Temer: Alexandre de Moraes (Ministério da Justiça), Gustavo do Vale Rocha (secretaria de de Assuntos Jurídicos da Casa Civil), Carlos Henrique Sobral (chefia de gabinete da Secretaria de Governo) e Marcelo Ribeiro do Val (assessor na Advocacia-Geral da União) . A gravação de Jucá piorou ainda mais essa percepção. Além disso, outros dois ministros de Temer também são investigados pela Lava Jato: Henrique Eduardo Alves (Turismo) e Geddel Vieira Lima (Governo).


Não ficou claro na reportagem de onde partiram as gravações. Jucá disse que não tratou desse assunto pelo telefone com Machado, que já foi senador pelo PSDB do Ceará. E disse que caberia ao jornal ou ao ex-senador revelarem a fonte.


Reunião com Temer
O advogado do ministro, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, disse à Folha que seu cliente não tentou interferir na Lava Jato e que as conversa não contêm ilegalidades. Na manhã desta segunda-feira, o ministro admitiu à rádio CBN que conversou com Machado, mas afirmou que não vai se demitir do cargo porque não teria feito nada irregular. Ele cobrou celeridade nas investigações. Sobre a sangria, o peemedebista diz que não falava sobra a Lava Jato.


“Quando disse em estancar sangria não me referia à Lava Jato. Falava sobre a economia do país e entendia que o governo Dilma tinha se exaurido. Entendia que o governo Temer teria condição de construir outro eixo na política econômica e social para o país mudar de pauta”, declarou o ministro à emissora de rádio.


Em entrevista coletiva no início da tarde, Jucá reclamou do contexto dado na reportagem da Folha e afirmou que não teme nenhuma investigação. “Se eu tivesse telhado de vidro não teria assumido a presidência do PMDB em um momento de embate com o PT”. Ele reafirmou que não pretende deixar o Governo Temer, mas que o cargo é de livre indicação do presidente interino. “Não vejo nenhum motivo para eu pedir afastamento. Me sinto muito tranquilo”.


Logo após a divulgação da notícia, Jucá se reuniu com Temer e com o ministro Eliseu Padilha, da Casa Civil. Após o encontro, o presidente disse aos aliados que esperaria as explicações oficiais de seu ministro do Planejamento para tomar uma decisão se o mantinha ou não no cargo. No entanto, o próprio Jucá anunciou, por volta das 17h desta segunda, que se licenciará do ministério nesta terça.


Sem fugir das perguntas durante a coletiva, Jucá disse ainda que defende as investigações da operação Lava Jato, que “não perde um minuto” de seu dia preocupado com as apurações, e aproveitou para atacar o Partido dos Trabalhadores. “Uma coisa é a operação Lava Jato no Governo do PT, que tinha a direção do PT envolvida diretamente e o Governo paralisado. Outra coisa é no Governo Michel Temer, que já declarou apoio à investigação”.


Nos diálogos, Jucá sugeriu a Machado que procurasse outros peemedebistas para conversar como o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o ex-presidente da República José Sarney. O ex-presidente da Transpetro sugere que seja feita uma reunião conjunta entre os quatro, mas o ministro pede que as conversas sejam individuais e depois os três políticos se sentam para debater a situação dele.


Fonte: El País