1

1

Google+ Followers

domingo, 8 de maio de 2016

MACAÚBA, MACAÍBA - ( Acrocomia aculeata )

MACAÚBA, MACAÍBA - ( Acrocomia aculeata )

macaúba, macaúva, macaíba, macajuba, coco-de-espinho, coco-macaúba, coco-de-catarro, coco-baboso, chiclete-de-baiano, chiclete-cuiabano, mucajá, macajá, mocajá, mucajuba
NOME CIENTÍFICOAcrocomia aculeata. 

NOME POPULAR: macaúba, macaúva, macaíba, macajuba, coco-de-espinho, coco-macaúba, coco-de-catarro, coco-baboso, chiclete-de-baiano, chiclete-cuiabano, mucajá, macajá, mocajá, mucajuba.

Nota: Existe outra espécie que é conhecida como macaúba, é a Acrocomia intumescens,que por ter o tronco mais dilatado é chamada de macaíba-barriguda.

SINONÍMIACocos aculeatus Jacq., Acrocomia sclerocarpa Mart., Acrocomia antiguanaL.H.Bailey. 
FAMÍLIA: Arecaceae (Palmae).

CICLO DE VIDA: Perene.

ORIGEM: Brasil.

PORTE: De 10 a 15 metros de altura.

FOLHAS: Medindo cerca de 3 a 5 metros de comprimento, os folíolos estão dispostos em ângulos diversos, dando a folha um aspecto plumoso, bastante ornamental.

FLORES: Inflorescências de coloração amarelada, agrupadas em cachos que mede até 80 cm de comprimento, floresce praticamente o ano inteiro com maior intensidade de outubro a janeiro.

Nota: As flores de tamanho pequeno, estão na mesma inflorescência, sendo que as masculinas nascem no topo e as femininas mais junto a base

FRUTOS: São globosos, medindo de 3,0 a 6,0 cm, são comestíveis, pode ser extraído um óleo fino, semelhante ao de oliva. A frutificação ocorre com 3 a 5 anos de idade.
 
MACAÚBA, MACAÍBA - ( Acrocomia aculeata )
Nota: Araras, periquitos, papagaios, tucanos, tuins, etc. são atraídas pala planta.

TRONCO: Caule simples com muitos espinhos, com cerca de 20 a 30 cm de diâmetro, sua madeira de longa durabilidade, dura e moderadamente pesada.
 
MACAÚBA, MACAÍBA - ( Acrocomia aculeata )
LUMINOSIDADE: Sol pleno.

ÁGUA: Mantenha o solo úmido, mas não encharcado enquanto a planta for jovem, depois de adulta tolera solo mais seco.

CLIMA: Gosta de clima quente e úmido.

PODA: Não necessária, mas se utilizada como planta ornamental, as folhas secas podem ser cortadas.

CULTIVO: Para germinação de sementes, deve ser utilizado solo arenoso rico em matéria orgânica. No local definitivo, abra uma cova de no mínimo o dobro do tamanho do torrão, misturando na terra retirada composto orgânico.

Nota: Não deve ser cultivada em locais de transito de pessoas, devido a grande quantidade de espinhos.

MACAÚBA, MACAÍBA - ( Acrocomia aculeata )

FERTILIZAÇÃO: Aplicar esterco animal, sempre muito bem curtido ao redor do caule, nunca junto a ele, ou misturar por ocasião da abertura da cova.

UTILIZAÇÃO: Além do aproveitamento de diversas parte da planta, também é uma bonita ornamental.

PROPAGAÇÃO: Por sementes, não havendo necessidade de despolpá-los, a emergência demora cerca de 3 a 5 meses e a taxa de germinação é moderada.

FOTOS DESTA POSTAGEM: Fotografei na chácara onde moro em Mogi Mirim / SP.

http://plantas-ornamentais.blogspot.com.br/

PORQUE A MINI-IXORA NÃO DÁ FLORES?

PORQUE A MINI-IXORA NÃO DÁ FLORES?

MINI-IXORA SEM FLORES


MINI-IXORA SEM FLORES


Provavelmente as mudas foram formadas a partir de sementes.

Também há possibilidade de ter sido cultivada em estufa e ainda não tenha se adaptado a sol pleno.


Para ter sucesso no replante as raízes da muda não podem estar ocupando todo o torrão, o ideal seria em torno de no máximo 70%.

MINI-IXORA SEM FLORES
Fotos desta Postagem: Fotografei na chácara onde moro em Mogi Mirim - SP
http://plantas-ornamentais.blogspot.com.br/

ÁRVORE-DO-VIAJANTE PREJUDICA MUROS?

ÁRVORE-DO-VIAJANTE PREJUDICA MUROS?

ÁRVORE-DO-VIAJANTE PRÓXIMA A MUROS E PISCINA

ÁRVORE-DO-VIAJANTE PREJUDICA MUROS?
A ÁRVORE-DO-VIAJANTE - ( Ravenala madagascariensis ), é uma árvore entouceirada que pode atingir até 10 metros de altura, apesar de não ter raízes muito agressivas, para manter este porte e resistir a ação dos ventos, a planta emite grandes raízes de sustentação.

Não é aconselhável plantar muito junto aos muros, porque com o passar do tempo o caule engrossa e a planta se multiplica espontaneamente com muitas brotações laterais.

Para amenizar a situação essas brotações devem ser retiradas, deixando apenas a planta principal.

http://plantas-ornamentais.blogspot.com.br/

Acabou o segredo! Este é o novo Cruze 2017 argentino que será vendido no Brasil.

CRUZE-MOTORPRESS-1
Este é o novo Cruze versão “Mercosul”, que será lançado na Argentina entre os dias 3 e 5 de maio. Antes da apresentação oficial, porém, a Chevrolet antecipou o sedã para a editora Motorpress local, que edita as revistas Auto Test e Auto Plus – responsável por estas primeiras imagens do modelo.
A versão avaliada pelos jornalistas foi a topo de linha Turbo LTZ Plus, equipada com motor 1.4 turbo com injeção direta e 150 cv de potência. Propulsor, aliás, que substitui o atual 1.8 16V aspirado em todas as versões do novo Cruze, sempre com câmbio de seis marchas – seja manual ou automático. No Brasil este motor será flex, o que poderá render um pouco mais de potência e torque quando abastecido com etanol.
CRUZE-MOTORPRESS-2
Internamente, o modelo apresenta melhor acabamento e espaço interno mais amplo na comparação com o carro atual, sobretudo no banco traseiro. Nesta versão top, vem com bancos de couro (sendo o do motorista com ajustes elétricos), central multimídia My Link 2 e o sistema de concierge OnStar. Destaque também para o acabamento em cor clara, tanto nos bancos quanto no painel.
Segundo a GM, o novo Cruze turbo com câmbio automático é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 8,5 segundos. Além do mais, segundo apuramos, a marca deseja posicioná-lo em nosso mercado como o mais econômico do segmento – feito que ele já conquistou nos Estados Unidos.
A GM do Brasil confirma o novo Cruze apenas para o Salão do Automóvel, em novembro, mas fontes garantem que o lançamento por aqui acontecerá, no máximo, até setembro. E a melhor notícia é que, assim como acabou de acontecer com a S10, a marca não pretende alterar a faixa de preços do carro. Ou seja, a expectativa é que o sedã de nova geração seja vendido com valores entre R$ 80 mil e R$ 100 mil – considerando que a versão mais cara terá equipamentos adicionais em relação ao LTZ de hoje.
Parachoque traseiro tem acabamento esportivo - Cruze hatch
Já o novo Cruze hatch (acima) começa a ser feito na Argentina no fim do ano, com vendas (tanto lá como cá) programadas para o início de 2017. Com a mesma mecânica do sedã, terá como principal diferencial o apelo esportivo dado pela traseira curta.
http://carplace.uol.com.br/acabou-o-segredo-este-e-o-novo-cruze-2017-argentino-que-sera-vendido-no-brasil/

PATA-DE-ELEFANTE, NOLINA COM BURACOS

PATA-DE-ELEFANTE, NOLINA COM BURACOS

PATA-DE-ELEFANTE, NOLINA COM BURACOS

Os buracos na pata-de-elefante (Beaucarnea recurvata), geralmente são causados por insetos ou fungos.
Conforme o tamanho, remova com auxílio de uma espátula ou instrumento menor, (sempre esterilizado) toda parte afetada, verifique se existe insetos mortos.
Em caso de não encontrar insetos, será verificado um odor fétido causado por fungos, raspe a parte afetada e passe pasta de cobre ou calda bordalesa.
O buraco deve ser fechado com massa preparada com areia, cimento e brita, o acabamento feito com parafina (vela derretida).

http://plantas-ornamentais.blogspot.com.br/

Futuro brasileiro, Renault Kaptur começa a ser produzido na Rússia.

Renault Kaptur - Moscou
Poucas semanas após a estreia mundial, a Renault anuncia o inicio da produção no novo Kaptur em Moscou, na Rússia. Evento histórico para a industria automotiva local, trata-se do primeiro modelo global a ser produzido no país antes dos demais mercados.
Renault Kaptur
Aposta da Renault para mercados emergentes, o modelo é uma versão mais longa e mais robusta do Captur francês. Mede 4,33 metros de comprimento (21 cm a mais que o Captur), 1,81 m de largura (4 cm a mais), 1,61 m de altura (5 cm extras) e 2,67 metros de distância entre os eixos (cerca de 7 cm a mais).
Renault Kaptur
Além disso, o porta-malas também cresceu (387 litros, 10 litros a mais) e o vão livre em relação ao solo saltou para 204 mm. As medidas são resultado da adoção da plataforma do Duster, ao invés da base do Clio IV usada pela versão francesa.
Renault Kaptur
Brasil
Aguardado no Brasil para o primeiro semestre de 2017, o Kaptur deve se produzido em São José dos Pinhais (PR) ao lado do Duster e da dupla Logan/Sandero. A apresentado ao público brasileiro será em novembro durante o Salão do Automóvel de São Paulo.
Fotos: Renault Kaptur
Renault Kaptur
http://carplace.uol.com.br/renault-kaptur-comeca-a-ser-produzido-na-russia/

Citroën C4 Lounge vendido na Argentina terá ESP de série em todas as versões

Em evento realizado na semana passada, onde a Citroën mostrou o novo C3 Aircross aos argentinos, o diretor de vendas da Citroën e DS Argentina falou sobre os planos locais da marca e confirmou ao site Argentina Autoblog que o C4 Lounge produzido por lá terá controle de estabilidade (ESP) como item de série a partir de maio.
Produzido na Argentina, o nosso C4 L só possui o equipamento na versão topo de gama THP 173 Flex Auto Exclusive que aqui custa a partir de R$ 89.990. A partir deste mês, o item estará em todas as versões do sedã vendido para os hermanos.

Importante equipamento de segurança, o ESP será obrigatório para todos os modelos novos vendidos na Argentina a partir de janeiro de 2018. Com a medida, a Citroën pretende se antecipar, sendo uma das primeiras marcas a oferecer o item de série no segmento C (compacto).


Procurada por nossa reportagem, a Citroën do Brasil não confirmou se o modelo vendido no país também terá o upgrade.

POR QUE AS ACEROLAS NÃO SÃO DOCES?

POR QUE AS ACEROLAS NÃO SÃO DOCES?

PORQUE AS ACEROLAS NÃO SÃO DOCES?


A maioria das mudas de acerola (Malpighia emarginata) que são vendidas no Brasil são obtidas a partir de sementes, com o isso o sabor varia bastante entre as plantas, sendo as frutas mais doces ou mais ácidas.

Para quem deseja ter no seu pomar uma variedade bem doce deve optar pela 
Acerola Doce Variedade "Manoa Sweet" que é enxertada.
http://plantas-ornamentais.blogspot.com.br/2016/01/porque-as-acerolas-nao-sao-doces.html

Novidades Renault: Fluence II e picape Alaskan devem estrear ainda em 2016

A Renault confirmou nesta semana em reunião com acionistas que quatro novos modelos devem estrear ainda neste ano no mercado global, sendo dois deles bastante importantes para o Brasil. Oficialmente a marca não revelou a identidade das novidades, mas um cronograma de lançamentos apresentado entregou os segredos: a nova geração do Fluence (tratada no documento como “sedã para o segmento C”) e a versão de produção da Alaskan, definida como “Pick-Up de 1 tonelada”.
Sobre o novo Fluence, sabe-se que seguirá com fidelidade as mudanças incorporadas pelo irmão Mégane e internamente vem sendo chamado de “mini Talisman” – referência direta ao novo sedã topo de gama francês, lançado para suceder o Laguna. Projeções feitas com base em flagras recentes apontam dianteira parecida com as linhas do hatch e a traseira com grandes lanternas horizontais, que dominam praticamente toda a tampa do porta-malas.

A Alaskan, por sua vez, conservará muito do visual apresentado pelo conceito homônimo. Será produzida junto com a Nissan Frontier (modelo do qual deriva) na fábrica de Córdoba, na Argentina, e também em Barcelona, na Espanha. Além do design alinhado aos lançamentos mais recentes da Renault, chegará ao mercado apostando forte em tecnologia e mecânica. Segundo especulações, terá uma versão própria do motor 1.6 turbodiesel usado nas vans da marca na Europa.


Os outros dois modelos destacados no cronograma são a versão de sete lugares da nova geração da Scénic e um misterioso crossover para o segmento B, que poderá ser um facelift do Captur ou ainda o Kaptur, apresentado há poucos dias na Rússia e chegará ao Brasil ainda neste ano (saiba mais aqui).


http://carplace.uol.com.br/renault-alaskan-aparece-sem-disfarces-em-versao-de-producao/

Honda lança inédita trail compacta XRE 190 – veja fotos e preço

A Honda acaba de preencher uma lacuna existente em sua linha de trails compactas: a nova XRE 190 chega para ocupar o gap que havia entre a Bros 160 e a XRE 300, tanto em performance quanto em preço. A novidade estreia nas lojas já nesta sexta-feira (6) por R$ 13.300 em versão única com freios ABS (só na dianteira). As cores oferecidas serão vermelho, preto e verde, todas perolizadas.

Segundo a marca, a trail intermediária parte de uma base totalmente nova, com chassi de berço semi-duplo e traz um motor também inédito: monocilíndrico refrigerado a ar, de 184,4 cc, injetado, que gera até 16,4 cv e 1,66 kgfm de torque quando abastecido com etanol – sua injeção é flex. A transmissão tem cinco marchas.
Pesando apenas 127 kg e com tanque de 13 litros, a nova XRE 190 emprega suspensões convencionais (garfo telescópico na dianteira, com 180 mm de curso e monoamortecida na traseira com 150 mm de curso) e oferece 241 mm de altura livre do solo, com banco a 836 mm do chão. Novidade fica por conta dos freios a disco nas duas rodas (240/220 mm) com sistema ABS na dianteira – que a Honda garante já resolver a maioria dos problemas de frenagem, mesmo em pisos sujos. Por fim, a trail vem com rodas aro 19″ na frente (pneus 90/90) e 17″ atrás (pneus 100/90).
Em termos visuais, a XRE 190 se destaca da irmã maior pela dianteira exclusiva, com faróis, carenagem e para-lamas projetados exclusivamente para ela, enquanto a traseira lembra muito a 300, exceto pela lanterna. Como nos últimos lançamentos da marca, o painel é totalmente digital, incluindo desta vez um útil medidor de consumo médio.
Avaliada num breve circuito pela Fazenda Tuiuti, a trail agradou pelo comportamento seguro do chassi, bastante rígido, e pela tocada ágil – sobra conjunto para o motor, ainda que o desempenho seja sensivelmente melhor que o da Bros 160, se tornando uma opção bastante interessante para quem deseja um pouco mais de motor no uso urbano e em estradinhas de terra. Já os freios com ABS de um canal na frente também se revelaram eficientes mesmo nas frenagens mais fortes – com pouca tendência de travar a traseira.
Reportagem: Eduardo Silveira, de Tuiuti (SP)
Fotos: Divulgação
http://carplace.uol.com.br/honda-lanca-inedita-trail-compacta-xre-190-veja-fotos-e-preco/

Qual a melhor época de plantar o manacá-da-serra?

Qual a melhor época de plantar o manacá-da-serra?

Qual a melhor época de plantar o manacá-da-serra?
No Brasil a melhor época para o plantio de mudas é em fevereiro e março, o ideal seria receber sol pela manhã e sombra a tarde.

Para quem comprou um vaso florido, não passe imediatamente para o solo, deixe no vaso até as flores murcharem, não colocar dentro de casa.

Quando for plantar, faça uma cova que tenha no mínimo o dobro do tamanho do torrão, retira todas flores, deita o vaso e retire com cuidado, faça uma podas nas raízes que estiverem enroladas, coloque terra vermelha sem compactar.

Num primeiro momento mantenha o solo sempre úmido mas não encharcado.

Galhos secos devem ser podados sempre abaixo da parte seca, num ângulo de 45º.

Qual a melhor época de plantar o manacá-da-serra?
PARA CONHECER A PLANTA
Clique no link

Multas de trânsito vão ficar mais caras; uso de celular vira infração gravíssima

Se você é um daqueles motoristas ninjas que conseguem dirigir e ao mesmo tempo fazer diversas atividades no celular, como acessar redes sociais, trocar mensagens (texto e áudio) ou algo parecido, saiba que estará cometendo uma infração gravíssima. A presidente Dilma Rousseff sancionou na quinta-feira (5) o reajuste nos valores das multas de trânsito e também medidas que endurecem as punições previstas no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) que eram praticamente ignoradas por muitos.

A partir de novembro, motorista flagrada falando ou “manuseando” o telefone será autuado com uma infração gravíssima, ou seja, o valor da multa será de pesados R$ 293,47 e sete pontos garantidos na CNH. Para ficar mais claro, o termo “manuseando” abrange desde o fato de ficar com o celular na mão enquanto dirige, contemplando desta forma que dá aquela olhada nas redes sociais enquanto dirige.

Outra modificação punirá os espertinhos que param, rapidinho ou por cinco minutos, nas vagas de deficientes. A partir de novembro, quem não tiver a credencial para uso das vagas especiais ou de idosos também poderá ser multado por infração gravíssima.

Para os casos de multas gravíssimas que cabem o multiplicador de 10 vezes, caso de quem disputa racha ou força a ultrapassagem em estradas, o valor será de R$ 2.934,70.
A partir de novembro quem for parado e se recusar a fazer teste de bafômetro, exame clínico ou perícia para verificar presença de álcool ou drogas no corpo, também será autuado com infração gravíssima com o multiplicador de 10 vezes e valor de R$ 2.934,70. Assim, quem for pego dirigindo após ingerir bebida alcóolica ou fizer uso de entorpecentes pode até se recusar a fazer o teste, mas pagará a multa salgada e pode ter o direito de dirigir suspenso. Se for reincidente em menos de 12 meses, a multa será dobrada, chegando a R$ 5.869,40.

De imediato, passam a vigorar novas multas para quem interromper, restringir ou perturbar a circulação na via com algum tipo de veículo, sem autorização do órgão de trânsito, como visto nas recentes manifestações. Neste caso, além de ser considerada infração gravíssima, terá multiplicador de 20 vezes no valor da multa, o que eleva o total para R$ 5.869,40.

Os novos valores começam a valer depois de 180 dias da publicação da lei, que ocorreu ontem, 05 de maio.

Novos valores de multas (válidos a partir de novembro:

Infração leve:
– De R$ 53,20 para R$ 88,38

Infração média: 
– De R$ 85,13 para R$ 130,16

Infração grave: 
– De R$ 127,69 para R$ 195,23

Infração gravíssima: 
– De R$ 191,54 para R$ 293,47


http://carplace.uol.com.br/valores-das-multas-de-transito-vao-aumentar-uso-de-celular-vira-infracao-gravissima/

Honda começa a produzir nova geração da picape Ridgeline.

Honda Ridgeline produção
A Honda inicia nos Estados Unidos a produção em série da nova geração da picape Ridgeline. Apresentada na edição deste ano do Salão de Detroit, a camionete compartilha diversos componentes com o SUV Pilot e passa a dividir as instalações da fábrica do Alabama também com outros dois modelos: a minivan Odyssey e o crossover MDX, da divisão de luxo Acura. A planta emprega aproximadamente 4.500 funcionários e tem capacidade para produzir anualmente 340 mil veículos.

Com visual mais tradicional que na primeira geração, a Ridgeline 2017 traz diferenciais como carroceria monobloco, assoalho plano, caçamba com diversos compartimentos embutidos e até mesmo um sistema de som integrado. Sob o capô a única opção de motor é um bloco 3.5 V6 a gasolina que promete consumo médio de 9,3 km/l, sendo sempre ligado a um câmbio automático de seis marchas. A tração pode ser dianteira ou integral AWD.

Cotada para o Brasil

Apesar de descartada na geração passada, a Ridgeline vem sendo bastante especulada para o Brasil nesta nova linhagem. Completamente repaginada e com visual mais tradicional, toma como base a plataforma do SUV Pilot e traz trunfos como dirigibilidade próxima de carros de passeio e até um sistema de som integrado à caçamba. Seria uma rival de peso para a Toro, apesar de ligeiramente maior e, por consequência, mais cara.


http://carplace.uol.com.br/salao-de-detroit-honda-ridgeline-muda-completamente-e-estreia-visual-normal/

Novo Sentra 2017 já aparece ao lado do Kicks em propaganda da Nissan Brasil

nissan sentra 2017 brasil
Enquanto todas as atenções estão voltadas para o crossover Kicks, a Nissan pega embalo na nova campanha publicitária alusiva aos Jogos Olímpicos 2016 e mostra também o renovado Sentra 2017. Gravada no Rio de Janeiro para veiculação no Brasil, a peça dá a entender que o sedã reestilizado também está para chegar ao mercado nacional – o Kicks estreia nas lojas dia 5 de agosto.
Nissan Sentra 2016
Renovado principalmente na dianteira, seguindo a nova identidade visual da marca, o Sentra deverá manter o conjunto mecânico atual: motor 2.0 16V flex com opção de câmbio manual de seis marchas (versão de entrada) e automático CVT (demais modelos). O novo estilo o deixou parecido com os irmãos maiores Altima e Maxima, incluindo a grade dianteira com barra cromada em V, além do novo para-choque e os faróis recortados. Também são novas as rodas de 17 polegadas e o para-choque traseiro, bem como as lanternas, que mudaram nos elementos internos.
Nissan Sentra 2016
Por dentro, o Sentra 2017 ganhou volante mais esportivo e novo quadro de instrumentos que inclui display central com informações do computador de bordo e configurações do carro. O console também foi remodelado, enquanto o ar-condicionado passa a ser digital de duas zonas. Outra novidade é sistema de áudio premium da Bose.
Nissan Sentra 2016
Em relação aos sistemas de segurança, estão presentes o sistema de controle de tração (TCS), sistema de controle dinâmico (VDC) e o novo controle ativo de direção, o qual automaticamente aciona o freio da roda dianteira que estiver na parte interna da curva para oferecer melhor estabilidade.
Nissan Sentra 2016
As versões topo de gama, SR e SL, contam com novo pacote de tecnologia que traz piloto automático inteligente (ICC) e o sistema de frenagem de emergência avançado (FEB). Sistemas NissanConnect, alerta de ponto cego, alerta de tráfego traseiro fazem parte do pacote Assist para o Sentra SL.
Produzido no México, o Sentra renovado deverá chegar em época próxima da estreia dos novos Chevrolet Cruze e Honda Civic. Fica a expectativa sobre o nível de equipamentos que a Nissan oferecerá por aqui, bem como a tabela de preços. Confira o vídeo da campanha abaixo:
http://carplace.uol.com.br/novo-sentra-2017-ja-aparece-ao-lado-do-kicks-em-propaganda-da-nissan-brasil/