1

1

Google+ Followers

sexta-feira, 29 de abril de 2016

HISTÓRIA DA ESCRITA

HISTÓRIA DA ESCRITA 


É importante mostrar a criança quando e como surgiu a necessidade de registro dos fatos, através de desenhos e representações que mais tarde progrediu para o que convencionamos chamar de escrita e representação numérica. 











FONTE: ideia criativa

Nissan Kicks: foto do interior e externas; preços estimados

O novo SUV compacto Nissan Kicks, que começa a ser vendido no Brasil junto com o início dos Jogos Olímpicos, já tem suas imagens oficiais divulgadas. 


Nissan Kicks

O modelo, que será importado inicialmente do México, e, posteriormente, será fabricado no Brasil, na fabrica da empresa em Resende, no Rio de Janeiro, tem seu painel revelado, ostentando tela digital no cluster de instrumentos, sistema multimídia no console e ar-condicionado digital.


Nissan Kicks - interior

O Nissan Kicks terá opção de transmissão automática CVT - a mesma que já foi confirmada para March e Versa.

Nissan Kicks

Além disso, imagens externas, muitas das quais já reveladas anteriormente, mostram todas as linhas do modelo.

Nissan Kicks

O motor será o quatro cilindros 1.6 16V de 111 cavalos.

Nissan Kicks

No que respeita aos preços, a expectativa é de começar em torno de R$ 65 mil reais, podendo chegar em R$ 90 mil no modelo mais caro.

Audi A4 2017 Attraction: vídeo, detalhes e especificações

 Audi do Brasil lançou no Brasil este mês a nova geração - já como linha 2017 - do sedã médio-grande A4, modelo que já está nas concessionárias da marca, e que conta, nesta etapa de lançamento, com uma versão de melhor custo x benefício, que é o A4 Attraction Launch Edition, o qual detalharemos neste artigo.


Novo Audi A4 2017

O Audi A4 2017 é ofertado nesta configuração Launch Edition por R$ 172.990 reais, trazendo o motor 2.0 TFSI de 190 cavalos e 320 Nm de torque, associado à transmissão S-Tronic de 7 marchas. Esse conjunto é capaz de acelerar os 1.480 Kg do modelo de 0 a 100 Km/h em 7,3 segundos, para atingir uma velocidade máxima de 240 Km/h.

Novo Audi A4 2017

Essa versão Launch Edition do Audi A4 2017 é mostrada em detalhes do vídeo a seguir.


Essa versão traz, no rol de seus equipamentos de série, itens como sistema start-stop (desligamento do motor em paradas temporárias), sensor de chuva e luz, volante multifuncional de três raios, Audi Drive Select (sistema de seleção de modos de condução).

Novo Audi A4 2017 - interior - painel digital

Além disso, traz também bancos do motorista eletricamente regulável, faróis bi-xenon com luzes diurna em LED, sistema MMI com conexão USB. 

Novo Audi A4 2017 - interior

O sistema de ar-condionado é automático com três zonas de climatização. É de série também o acabamento interno em couro, banco do motorista ajustável eletricamente.

Novo Audi A4 2017

Externamente este modelo conta com rodas de 17 polegadas.

Impressão dimensional

Ao se deparar com o Novo Audi A4 ao vivo e à cores, a primeira impressão é de dimensões avantajadas, sobretudo na largura, dando a impressão de que se trata de um carro no nível do A6, e de porte superior aos BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C.

Novo Audi A4 2017

De fato, o A4 2017, com seus 4,82 metros de comprimento e 2,82 metros de entre-eixos, é mais longo que os Série 3 e Classe C, tanto em comprimento total, quanto de entre-eixos.

Novo Audi A4 2017

Entretanto, o que chama a atenção no Novo A4 é sua largura de 1,84 metros - 3 cm maior que o Classe C e o BMW série 3. Esse aspecto, associado com o capô do motor que se integra ao para-lama por meio de um delgado vão - o qual dá origem à linha de cintura lateral -, dá ao carro uma imponência incomum, sobretudo quando os faróis de LED e xenôn estão acesos, trazendo a característica assinatura visual da Audi.

Novo Audi A4 2017

A grade frontal com frisos cromados, assim como os belos faróis, resultam também em um aspecto de modernidade e de alta tecnologia.

Novo Audi A4 2017

O aspecto interessante é que este A4 não conta com faróis de neblina, mas isso se explica pelo fato de que tal espaço está reservado para as câmeras e radares do sistema de condução autônoma.

Novo Audi A4 2017

Já a lateral mostra um perfil esguio e elegante, onde se destacam os retrovisores fixados na porta, e o friso esculpido na carroceria que sai do para-lama dianteiro e termina no contorno lateral das lanternas traseiras.

Novo Audi A4 2017

O aspecto geral do A4 é de sobriedade, discrição e bom gosto, deixando para chamar a atenção pela alta qualidade que emana no padrão de construção. Já a traseira ostenta lanternas em LED.

Interior

O interior do A4 é um show a parte. Ao se abrir a porta o motorista é brindado com uma espécie de boas vindas do Active Display do painel, que se acende com o símbolo do Audi ao centro.

Novo Audi A4 2017 - painel

Outro aspecto que chama a atenção é o amplo espaço interno, que permite acomodar quatro adultos com folga tanto para pernas quanto para cabeça. Um quinto passageiro também se acomoda, mas não com tanto conforto em função do elevado túnel central.

Novo Audi A4 2017 - interior

O acabamento interno desta versão Launch Editon em couro sintético marron é de extremo bom gosto, sendo que os assentos do motorista e do passageiro contam com ajuste de distância dos joelhos.

Novo Audi A4 2017 - espaço traseiro

No console central temos o comando da transmissão automática, do sistema MMI, assim como o botão de acionamento do motor.

Novo Audi A4 2017 - interior

E, enquanto o banco do motorista conta com ajuste elétrico...

Novo Audi A4 2017 - interior

O do passageiro é manual.

Novo Audi A4 2017 - interior

O resultado geral é um ambiente de sofisticação e de requinte, porém sóbrio e discreto, como requer a um carro dessa categoria.

Conclusão

novo Audi A4 2017 chega ao mercado brasileiro com dimensões, porte e tecnologia que o colocam em uma categoria acima de BMW Série 3 e Mercedes-Benz Classe C, apesar de seus preços serem equivalentes.

Novo Audi A4 2017

Dessa forma, fica claro que a Audi A3 Sedan é, de fato, o modelo da marca que concorre com o Série 3 e o Classe C, sendo que o A4 está em um patamar acima.

http://www.car.blog.br/search/label/Audi

Resultado da Lotomania 1653, sexta, 29/04/2016

Resultado da Lotomania 1653, sexta, 29/04/2016

O resultado da Lotomania 1653 será divulgado no GIGA-SENA dia 29/04/2016, sexta-feira, a partir das 20:30 horas.

A Lotomania 1653 ocorrerá no dia 29 de abril de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.500.000,00 para quem acertar o resultado da Lotomania 1653. Quem não acertar nenhum número ou acertar 19, 18, 17 ou 16 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 20 números no resultado da Lotomania concurso 1653 o prêmio principal acumula para opróximo concurso da Lotomania.
Os valores de cada prêmio da Lotomania 1653 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1653 DATA 29/04/2016
05
10
18
24
27
33
34
42
44
47
48
58
71
79
80
81
86
93
96
98
 
20 acertos19 acertos18 acertos17 acertos16 acertos00 acertos
prêmio
0,0035.777,241.903,05186,3327,140,00
ganhadores
x 0x 8x 94x 960x 6.590x 0
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 04/05/2016Prêmio Estimado: R$ 2.200.000,00

Resultado da Lotofácil 1355, sexta, 29/04/2016

Resultado da Lotofácil 1355, sexta, 29/04/2016

O resultado da Lotofácil 1355 será divulgado no GIGA-SENA dia 29/04/2016, sexta-feira, a partir das 20:30 horas.

A Lotofácil 1355 ocorrerá no dia 29 de abril de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.700.000,00 para quem acertar o resultado da Lotofácil 1355. Quem acertar 14, 13, 12 ou 11 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 15 números no resultado da Lotofácil concurso 1355 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Lotofácil.
Os valores de cada prêmio da Lotofácil 1355 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1355 DATA 29/04/2016
01
02
03
04
06
07
08
11
15
16
18
20
21
22
24
 
15 acertos14 acertos13 acertos12 acertos11 acertos
prêmio
0,002.299,4920,008,004,00
ganhadores
x 0x 267x 11.480x 150.557x 823.633
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 02/05/2016Prêmio Estimado: R$ 5.000.000,00

Resultado da Quina 4071, sexta, 29/04/2016

Resultado da Quina 4071, sexta, 29/04/2016

O resultado da Quina 4071 será divulgado no GIGA-SENA dia 29/04/2016, sexta-feira, a partir das 20:30 horas.

A Quina 4071 ocorrerá no dia 29 de abril de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.200.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 4071. Quem acertar a QUADRA com 4 números ou o TERNO com 3 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 4071 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 4071 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 4071 DATA 29/04/2016
15
27
40
51
64
 
QUINAQUADRATERNO
prêmio
0,0015.876,14196,36
ganhadores
x 0x 30x 3.465
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 30/04/2016Prêmio Estimado: R$ 2.000.000,00

Julgamos as pessoas menos de 1 segundo depois de conhecê-las

Todo mundo gosta de pensar que dá o benefício da dúvida aos desconhecidos. Mas novas pesquisas provam o contrário.


Nossos cérebros processam opiniões e julgamentos sobre as pessoas milissegundos depois de conhecê-las, de acordo com um estudo da Universidade Albert Ludwigs, de Breisgau, Alemanha.


Sim, em menos de um segundo avaliamos se gostamos da pessoa ou não.


Para chegar a esse resultado, os pesquisadores ministraram o Teste de Associação Implícita, uma medida usada na psicologia que detecta as associações e atitudes imediatas e geralmente inconscientes entre certos conceitos.


O teste ajuda a determinar a reação inicia da pessoa, uma vez que o que ela diz não é necessariamente um reflexo preciso do que ela pensa.


Os participantes do estudo responderam a conceitos como “amor” e “morte” e nomes de coisas com as quais estavam familiarizadas, como seus jogadores de futebol prediletos, por exemplo. Enquanto isso, os pesquisadores mediam as ondas cerebrais por meio de eletroencefalogramas.


O experimento foi realizado para analisar os passos do cérebro no processamento de informações e o tempo que ele leva para fazer uma avaliação subconsciente. Os pesquisadores puderam observar fases individuais no processamento, chamadas de “microestados”, nos quais as redes neurais realizam passos específicos do processo.


Embora já se saiba que os tempos de reação no Teste de Associação Implícita são mais longos quando as pessoas associam conceitos desconhecidos com características positivas, este estudo indicou que a demora ocorre porque alguns dos passos exigem mais tempo, não porque há mais passos. Isso significa que estamos julgando tudo quase instantaneamente.


“Este estudo demonstra o potencial das imagens elétricas neurais modernas no entendimento da origem e do tempo dos processos sociais relevantes do cérebro”, disse o neurocientista Bastian Schiller em um comunicado de imprensa.


Os pesquisadores esperam usar os resultados da pesquisa para ajudar nas terapias de doenças mentais que envolvem problemas de relacionamento social.


Estudos anteriores indicam que as primeiras impressões são realmente importantes: pesquisadores da Universidade de Princeton descobriram que decidimos se uma pessoa é confiável em um décimo de segundo. Mas isso não deveria te deixar nervoso na sua próxima entrevista de emprego... definitivamente não.


Fonte: Exame.com

Anatel proíbe limites na internet de banda larga 'por prazo indeterminado'

O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu nesta sexta-feira (22) que as operadoras ficarão proibidas de limitar o acesso à internet de banda larga fixa "por tempo indeterminado". Nesta semana, o órgão havia determinado que as empresas cumprissem a ordem "em caráter preventivo", por 90 dias.

A proibição vai valer até que o Conselho da Anatel julgue a questão, o que não tem data para acontecer. Assim, as prestadoras "continuarão proibidas de reduzir a velocidade, suspender o serviço ou cobrar pelo tráfego excedente nos casos em que os consumidores utilizarem toda a franquia contratada, ainda que tais ações estejam previstas em contrato", diz o órgão.

Segundo a Anatel, a decisão considera que mudanças na cobrança desses serviços, mesmo as previstas por lei, "precisam ser feitas sem ferir os direitos do consumidor" e acrescentou que o órgão "não proíbe a oferta de planos ilimitados", que dependem de cada operadora.

Polêmica
Nas últimas semanas, gerou polêmica a informação de que as operadoras querem oferecer planos de internet fixa, usada nas residências e empresas, com limite de download, em que o serviço pode ser suspenso quando o usuário atinge uma determinada quantidade de arquivos e dados baixados.

Atualmente, esse serviço é cobrado de acordo com a velocidade de navegação contratada, sem teto de uso da internet. Já o sistema que limita a quantidade de dados baixados, ou seja, que fixa uma franquia, já funciona na internet móvel, dos celulares.

A primeira decisão da Anatel foi divulgada quatro dias depois de o Ministério das Comunicações ter cobrado da agência medidas para garantir que as empresas respeitem os direitos dos consumidores.

A Anatel já havia informado que comunicou às operadoras que pretendem oferecer internet fixa com franquia limitada que elas só poderão começar a interromper o serviço se garantirem aos consumidores ferramenta para acompanhar o consumo. Nesta segunda, no entanto, as exigências divulgadas foram maiores – e sujeitas a multa.

As novas determinações
O despacho da Superintendência de Relações com os Consumidores da Anatel, publicado na edição de segunda-feira (18) do "Diário Oficial da União", determina que as empresas de telefonia não podem reduzir a velocidade, suspender o serviço ou fazer cobrança de tráfego excedente após o esgotamento da franquia – mesmo se isso estiver previsto em contrato – até que cumpram as condições estabelecidas pela agência reguladora.

Entre as condições definidas pela Anatel está a comprovação, por parte da operadora, de que disponibilizou aos clientes ferramentas que permitam o acompanhamento do consumo do serviço, o histórico da utilização e a notificação quanto à proximidade do esgotamento da franquia, além da possibilidade de comparar preços.


Também é necessário, segundo a Anatel, que a operadora deixe explícito em sua oferta e nas publicidades a existência e o volume de eventual franquia nos mesmos termos e com mesmo destaque dado aos demais elementos essenciais da oferta, como a velocidade de conexão e o preço. As operadoras terão que comprovar à Anatel que adotaram as medidas.


Fonte: G1

Bateria dura 400 vezes mais e cientistas não sabem o porquê

Um grupo de pesquisadores da Universidade da Califórnia em Irvine criou uma bateria com uma vida útil 400 vezes maior do que as usadas normalmente em smartphones.


Mas não era isso que eles estavam tentando fazer - e nem sabem exatamente o que aumentou tanto o desempenho da nova criação.


A maior parte dos nossos celulares e laptops usa baterias de íon de lítio - ela é adotada em todos os produtos da Apple, por exemplo.


Ela pode ser carregada, em média, 500 vezes (um ciclo completo é contado quando a bateria fica zerada).


Depois disso, o lítio começa a corroer a estrutura interna, o desempenho vai caindo aos poucos e ela precisa ser substituída.


Essas baterias e pilhas que usamos no dia a dia tem líquidos no interior.


Sabe bem disso quem já guardou uma pilha por tempo demais e encontrou uma gosma escura vazando dela.


Por serem líquidas, elas pegam fogo com facilidade e são muito afetadas por mudanças de temperatura.


Por causa disso, os cientistas de Irvine queriam desenvolver uma bateria quase sólida, que usasse gel ao invés de líquido. O grupo usou nanocabos de ouro para armazenar a eletricidade, revestidos de óxido de magnésio e protegidos por uma camada do gel eletrolítico.


Depois, eles decidiram testar a resistência do conjunto para ver quantas vezes a bateria poderia ser carregada sem se desgastar.


Os nanocabos são muito frágeis e, em experimentos anteriores, eles ficavam completamente destruídos depois de cerca de cinco mil ciclos de carregamento.


Mas, nos testes mais recentes, o resultado foi outro. Eles puderam ser carregados 200 mil vezes seguidas sem perda de desempenho ou corrosão.


Os cientistas ainda não conseguiram explicar como foi que o material se tornou tão resistente, mas acreditam que o efeito protetor do gel foi essencial para evitar a destruição dos cabos.


Por enquanto, a tecnologia ainda está longe de se tornar uma bateria funcional.


A preocupação dos cientistas foi manter um ciclo contínuo de carregamento para ver o quão resistente e durável era a nova tecnologia.


Falta, por exemplo, ver como o conjunto funcionaria ao ter que transmitir essa eletricidade para um outro equipamento.


Outra dificuldade para a adoção comercial da tecnologia é que ela utiliza pequenos pedaços de ouro - e isso encarece bastante o processo de produção.


Mas, com o aperfeiçoamento da nova criação, o ouro pode ser substituído por materiais mais baratos mas que cumpririam a mesma função, como o níquel.


Enquanto isso, vale aprender a aumentar a vida útil da sua bateria para ela não te deixar na mão.


Fonte: Exame.com

Por que ficamos tão chateados quando uma celebridade morre?

2016 já trouxe diversas perdas no campo das artes. O mundo se despediu de David Bowie, Alan Rickman e, mais recentemente, de Prince, que foi encontrado morto dentro de um elevador em sua casa na última quinta-feira (21). Mas afinal, por que sentimos tanto a morte de pessoas que, muito provavelmente, nunca conhecemos? A emoção pode até causar estranhamento em quem não compartilha da mesma tristeza, causando enxurradas de comentários nas redes sociais, como se o sentimento fosse "insincero".


Mas há realmente uma razão psicológica para lamentarmos tanto a morte de celebridades. Michael Brennan, um sociólogo em entrevista para o site QZ, explica que "fãs lamentam não apenas a perda da celebridade, mas outros aspectos de suas vidas pessoais que se relacionam com a pessoa famosa". Quem chorou pela perda de David Bowie não sentiu tristeza apenas pelo falecimento do cantor, por exemplo, e sim por todos os momentos em que a obra de Bowie foi importante em sua vida.


Brennan explica que quando ouvimos música — especialmente nos primeiros anos da vida adulta —, somos mais propensos a formar memórias fortemente ligadas às canções. Quando pensarmos na música desses artistas no futuro, refletiremos sobre relacionamentos, sonhos e até arrependimentos do que nunca aconteceu. "Ao entrarmos no luto por uma pessoa famosa, os fãs também estão em luto pela perda de relações pessoais, pela perda de algo dentro de si mesmos, de suas memórias", escreveu o sociólogo.


A morte de uma celebridade também nos lembra da nossa própria mortalidade. "Você também pode morrer sozinho e dentro de um elevador, não importa quão rico ou talentoso seja", explica Hamira Riaz, uma psicóloga baseada em Londres.


Em outro ponto de vista, talvez um tanto mais cínico, a Scientific American aponta que há também um fator "cosmopolita" em homenagear a celebridade em suas redes sociais. Ao compartilhar links ou twittar a respeito da morte de um artista, mostramos que sabemos o que está acontecendo no mundo. Brennan, contudo, reforça que a presença de artistas — cantores em especial — nas nossas vidas realmente deixa marcas profundas. "Isso não desvalida as reações de luto que indivíduos podem sentir, e sim sugere o poder da mídia moderna", explica. Somos tão bombardeados pela presença de celebridades em nosso cotidiano que a perda é, de fato, real.


Fonte: Galileu

Teori Zavascki determina investigação de planilhas de doações da Odebrecht

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki determinou a abertura de procedimento para apuração preliminar sobre planinhas apreendidas na Operação Lava Jato com nomes de políticos que teriam recebido doações da Odebrechet.


A Procuradoria-Geral da República (PGR) vai analisar a lista e decidir se há ou não indícios para pedir ao STF a abertura de inquérito contra os políticos citados, de acordo com a assessoria de comunicação da Corte.


As planilhas foram apreendidas na casa de Benedicto Barbosa da Silva Júnior, executivo da empreiteira Odebrecht, e listam mais de 200 políticos da oposição e do governo que teriam recebido repasses da empreiteira. O executivo foi alvo da 23ª fase da Operação Lava, conhecida como Acarajé. Nos documentos, não há juízo sobre a legalidade dos pagamentos feitos pela construtora, que é uma das maiores doadoras a políticos.


Teori Zavascki também decidiu devolver ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, responsável pelos processos da Lava Jato, duas investigações que haviam sido remetidas ao Supremo, as da 23ª e 26ª fases da Operação Lava Jato, denominadas Acarajé e Xepa.


Em março, Moro decidiu enviar ao STF os processos decorrentes das duas fases da operação, que incluem a lista que trata dos pagamentos feitos pela Odebrechet a políticos. Moro havia colocado a lista em segredo de Justiça em função do foro privilegiado de alguns dos citados.


Fonte: Agência Brasil