1

1

Google+ Followers

segunda-feira, 11 de abril de 2016

COMO FAZER UM BOM TRABALHO ESCOLAR

Hoje trouxe algumas dicas de como fazer um bom trabalho escolar:


Trabalho Escolar
Para preparar um bom trabalho escolar, é preciso cumprir bem algumas etapas, como a pesquisa, a preparação, a redação e a apresentação. A seguir, mostramos um passo a passo para organizar cada uma das etapas.

Primeiro passo: A pesquisa

O texto do trabalho escolar é um conjunto de informações que podem ter procedências variadas. Portanto, antes de começar a escrever, é preciso pesquisar o tema em fontes diversas, como livros, jornais, revistas e internet. É melhor iniciar a pesquisa com o material existente em casa. Em seguida, pode-se realizar a consulta na biblioteca da escola ou da cidade.

a) Seleção de informações

Feita a pesquisa, é hora de selecionar os dados por meio de uma leitura mais atenta. A triagem é necessária para que sejam descartadas as informações repetitivas ou que não acrescentem nada ao tema.

b) Fonte confiável


A seleção de informações deve levar em conta a confiabilidade da fonte. Por isso é importante comparar as informações em mais de uma fonte. É possível verificar, por exemplo, se um mesmo fato foi tratado do mesmo jeito por dois jornais diferentes.


c) Livros, jornais e revistas


Verifique quando foram escritos. Livros e enciclopédias podem conter informações desatualizadas ou conceitos ultrapassados. Jornais e revistas são boas fontes de consulta para assuntos que exijam atualidade de informação. Sempre procure fazer a pesquisa em mais de um jornal ou revista.


d) Internet


É um grande banco de dados em que computadores ligados entre si e ao mundo inteiro podem trocar informações. Se você não possui acesso à Internet em sua casa, verifique se é possível utilizar os computadores da sua escola ou da lan house de sua cidade. Lembre-se: a Internet é somente mais uma fonte de consulta.


Segundo passo: A redação


Feita a pesquisa de informações, o próximo passo é escrever o trabalho escolar e organizar sua forma de apresentação. De acordo com o trabalho, pode-se incluir imagens (fotos, desenhos, gráficos) para ilustrar determinados tópicos.


Dicas para escrever


Cada um tem um estilo próprio de escrever. Mas existem algumas recomendações úteis:


a) Quanto ao conteúdo:
√ Elabore um roteiro do que será escrito, procurando imaginar tópicos ou capítulos.
√ Organize o material pesquisado, distribuindo as informações entre as divisões estabelecidas.
√ Procure escrever frases, orações e períodos curtos para facilitar a leitura.
√ Evite a repetição de informações ao longo do trabalho.


b) Quanto à forma:


√ Deixe margens ou espaços em branco nas bordas do papel. Dessa forma, o trabalho fica “mais arejado” e a leitura mais fácil.
√ Faça um trabalho limpo e ordenado. Se for manuscrito, evite o uso de corretores e mantenha um padrão para a letra.
√ Utilize parágrafos dentro de cada tópico ou capítulo.
√ Sublinhe ou destaque em um quadro os assuntos mais importantes, como definições ou conceitos.
√ Faça a paginação das folhas.
√ Se utilizar imagens, encaixe-as próximas ao texto correspondente.
√ Evite usar cores ou outros recursos gráficos que não acrescentem informação ou dificultem a leitura.

http://pedagogiccos.blogspot.com.br/

Carteirinha contra o bullying : Viva a amizade!

Carteirinha contra o bullying : Viva a amizade!

Vi essa ideia no blog da Vania Morais e achei muito legal e quero compartilhar com todos educadores.
Apos trabalhar o tema do Bullying com a criança você pode criar o clube dos Amigos ou seja da Amizade é uma forma de registrar e a criança sempre lembrar a importância da verdadeira amizade e de respeitar as diferenças.


Dia Nacional do Livro Infantil


Dia Nacional do Livro Infantil

Oi gente!!!

Dia 18 de abril comemora-se o dia nacional do livro infantil.O dia escolhido homenageia o nascimento do escritor José Bento Monteiro Lobato (1882/1938). A ele são atribuídos a honra e mérito de ser o criador da literatura infantil no Brasil.
O Dia Nacional do Livro Infantil foi instituído pela Lei no 10.402 de 08 de janeiro de 2002.
Monteiro Lobato construiu um universo caracterizado por um cenário natural, enriquecido pelo folclore brasileiro.
O autor desenvolveu sete personagens fixos (Narizinho, Pedrinho, Dona Benta, Visconde de Sabugosa, Tia Anastácia e Tio Barnabé) e 23 livros: Reinações de Narizinho (com onze histórias), Caçadas de Pedrinho, O Saci, Emília no País da Gramática, Aritmética da Emília, Memórias da Emília, Fábulas, Histórias de Tia Anastácia, Peter Pan, Histórias Diversas, Viagem ao Céu, O Poço do Visconde, O Pica-pau Amarelo, Aventuras de Hans Staden, A Reforma da Natureza, História das Invenções, Geografia de Dona Benta, O Minotauro, Sertões de Dona Benta, Histórias do Mundo para as Crianças, D. Quixote das Crianças, A Chave do Tamanho, Os Doze Trabalhos de Hércules, além das obras de tradução.
Monteiro Lobato acompanhou gerações de ávidos pequenos leitores, e nada melhor do que comemorar este dia perpetuando a tradição: incentive a leitura, leia muito e leia sempre!

Sugestão de leitura:

Contos de fadas de Charles Perrault, Companhia Editora Nacional - Tradução de Monteiro Lobato
Os mais famosos contos de fadas, reunidos em uma só obra.

Toda a doçura de: A capinha vermelha, As fadas, Barba Azul, O gato de botas, Pele de asno, A gata borralheira, Riquet topetudo, A bela adormecida e O pequeno polegar.
São contos que vão garantir às crianças diversão e belas noites de sono.

http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/dia-nacional-do-livro-infantil.html

Dia Nacional do Livro Infantil - atividades - parte 1

Dia Nacional do Livro Infantil - atividades - parte 1

Oi gente!!!


Dia 18 de abril é o Dia Nacional do Livro Infantil... além de trabalhar alguns livros com seus alunos é interessante contar sobre o motivo desta data e também fazer algumas atividades com eles.
Lembrando que é muito importante incentivar as crianças a ler, o ideal é criar um projeto de leitura que seja trabalhado o ano inteiro.
Para facilitar um pouquinho... trouxe algumas atividades para trabalhar com as crianças:


Clique nas imagens para vê-las em tamanho real e salvar em seu computador.








http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/dia-nacional-do-livro-infantil_9.html

Dia do índio: 19 de abril


Dia do índio: 19 de abril


Dia 19 de abril, comemora-se o Dia do Índio... saiba mais um pouquinho sobre esta data:

Quando os portugueses chegaram ao Brasil em 1500, encontraram uma natureza exuberante e um povo nativo muito diferente do europeu. Como acreditavam ter chegado à Índia, que era o destino de sua viagem, apelidaram esse povo de índio.
Para os colonizadores europeus, todos os nativos eram índios. Essa generalização proposital favoreceu a dominação desses povos. Na verdade, existiam muitas nações, com uma incrível variedade de tradições, idiomas, manifestações artísticas e modos de vida, que viviam disputando territórios.
O que os igualava era o respeito à natureza, afinal, era dela que eles dependiam para viver: onde caçavam, pescavam, colhiam frutos e raízes. No início, os europeus se aproveitaram dessa diversidade e usaram o índio como aliado. Porém, logo decidiram torná-lo escravo e, nessa luta, inúmeras populações foram praticamente destruídas.
Em 19 de abril de 1940, o 1o Congresso Indigenista Interamericano, reunido no México, instituiu o Dia do Índio. No Brasil, o dia foi oficializado a partir de 1943, por decreto do então presidente Getúlio Vargas, graças ao empenho motivador do marechal Cândido Rondon, um dos primeiros a se preocupar com essa questão no país.
De origem indígena, marechal Rondon estimulou a criação do Serviço de Proteção ao índio (SIP), atual Fundação Nacional do índio (FUNAI), cuja responsabilidade crítica diz respeito à preservação de nossa memória cultural e, principalmente, à preservação da cultura indígena.
Sua tarefa principal é promover a educação básica aos índios, demarcar, assegurar e proteger as terras por eles tradicionalmente ocupadas, estimular o desenvolvimento de estudos e pesquisas sobre os grupos indígenas.
Além disso, é de sua competência defender as comunidades indígenas; despertar o interesse da sociedade nacional pelos índios e suas causas; gerir o seu patrimônio e fiscalizar as suas terras, impedindo as ações predatórias dos seculares aproveitadores, e outras que ocorram dentro de seus limites e representem risco à vida e à preservação desses povos.
A realidade indígena hoje é diferente de quando eles eram os donos desta terra. Obrigados a viver em áreas cada vez menores, os índios foram, gradativamente, perdendo seus hábitos e costumes. O contato com o homem branco contribuiu para essa aculturação, além de levar doenças e outros males para dentro das aldeias.
Muitos índios buscaram fugir da miséria migrando para os grandes centros urbanos. Mas, vítimas de preconceito e sem conseguir se integrar, transformaram-se em indigentes; uma triste realidade que em nada lembra os tempos gloriosos de guerreiros e caçadas.

http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/dia-do-indio-19-de-abril.html

Dia Nacional do Livro Infantil - atividades - parte 2

Dia Nacional do Livro Infantil - atividades - parte 2







http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/dia-nacional-do-livro-infantil_12.html

Dia do índio - atividades - parte 2:

Dia do índio - atividades - parte 2

Oi gente!!!

Mais algumas atividades, que achei na web, para trabalhar o dia do índio com seus alunos:







http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/dia-do-indio-atividades-parte-2.html

DIA DE TIRADENTES

DIA DE TIRADENTES

Oi gente!!!

No dia 21 de abril comemora-se o dia de Tiradentes. Saiba mais sobre essa personalidade da história brasileira:

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, nasceu em Pombal, Minas Gerais em 12 de novembro de 1746.
Aos nove anos, ficou órfão de mãe e, aos onze, órfão de pai. Bem cedo começou a trabalhar como vendedor ambulante e, mais tarde, tornou-se dentista, profissão que lhe valeu o apelido. Mal remunerado, tentou a carreira no regimento e alcançou o posto de alferes (hoje, 2º tenente).
Naquela época, as forças opressoras dos colonizadores privilegiavam os homens de origem portuguesa em detrimento dos brasileiros natos.
Um dos impostos mais agressivos obrigava ao mineiro entregar a quinta parte da extração à coroa portuguesa, caso contrário ocorria o processo de “derrama”, ou seja, a cobrança à força.
Esse regime gerava um descontentamento geral até que um grupo de intelectuais se uniu pelo do fim da derrama e em favor da independência do Brasil, num movimento revoltoso chamado de Inconfidência Mineira, ocorrido em 1789, na cidade de Vila Rica, hoje Ouro Preto. Entre eles, estava Tiradentes. O idealismo de Tiradentes o levou a se envolver de corpo e alma na Inconfidência Mineira e, após retornar de uma viagem feita ao Rio de Janeiro, onde teve contato com novas idéias políticas e filosóficas chegadas da Europa, passou a divulgar em público os propósitos do movimento mineiro.
Um de seus companheiros, Silvério dos Reis, denunciou o grupo e todos foram levados ao tribunal. Os acusados acabaram desertando, porém, Tiradentes manteve-se fiel ao ideal, assumindo toda a culpa pelo movimento.
Foi preso, levado ao Rio de Janeiro, onde ficou confinado numa cela durante três anos, durante o processo de investigação conhecido como “devassa”.
Interrogado, inocentou os companheiros do movimento, assumindo a responsabilidade da conspiração. Em 18 de abril de 1789, Tiradentes ouviu sua sentença de morte, sob a acusação de alta traição.
No dia 21 de abril de 1792, antes de ser enforcado, no campo da Lampadosa – atual Praça Tiradentes, no Rio de Janeiro – , disse: “Cumpri a minha palavra! Morro pela liberdade!”. Depois, seu corpo foi esquartejado e espalhado por pontos estratégicos da cidade, como exemplo a futuros opositores. Pelo seu martírio em prol dos ideais de liberdade da pátria e do indivíduo, em 1822 Tiradentes foi reconhecido como mártir da Inconfidência Mineira e, em 1865, proclamado “Patrono Cívico da Nação Brasileira”.

http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/dia-de-tiradentes.html

Dia de Tiradentes - atividades - 21/04


Dia de Tiradentes - atividades

Oi gente!!!

Dia 21 de abril comemora-se o Dia de Tiradentes, por isso, pesquisei algumas atividades pela web e trouxe algumas que achei para compartilhar com vocês:
















18 de abril: Dia Nacional do Livro Infantil

18 de abril: Dia Nacional do Livro Infantil 


http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/18-de-abril-dia-nacional-do-livro.html

19 de abril: Dia do Índio

19 de abril: Dia do Índio


http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/19-de-abril-dia-do-indio.html

21 de abril: Dia de Tiradentes

21 de abril: Dia de Tiradentes



http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/21-de-abril-dia-de-tiradentes.html

21 de abril: Aniversário de Brasília

21 de abril: Aniversário de Brasília

Oi gente!!!

Hoje é aniversário da minha linda e amada cidade: Brasília.


http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/21-de-abril-aniversario-de-brasilia.html

22 de abril: Descobrimento do Brasil

22 de abril: Descobrimento do Brasil

http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2015/04/22-de-abril-descobrimento-do-brasil.html

Tomada de Montese

 Batalha de Montese foi travada ao final da Segunda Guerra  Mundial, como do outro as tropas alemãs.

Tomada de Montese
Soldados Brasileiros em um M8 Greyhound do Esquarão de Reconhecimento Motorizado da 1a DIE, em Montese, abril de 1945.
Data14 de Abril de 1945 - 17 de Abril de 1945
LocalMontese, Itália
ResultadoVitória dos Aliados
Combatentes
BrasilAlemanha Nazista
Comandantes
Mascarenhas de Morais
Forças
11º Regimento de InfantariaExército alemão
Baixas
DesconhecidasDesconhecidas

Localização

O município de Montese ocupa uma vasta área de colinas que faz fronteira com as Províncias de Modena e Bolonha. Possuí numerosos rios, uma rica vegetação, bosques e castanhais antigos que rodeiam os povoados medievais. Era considerada uma região de difícil acesso devido às fortificações alemãs construídas ao longo da Linha Gótica.
As tropas alemãs encontravam-se na posse da região de Montese, em posição dominante sobre uma extensa área de colinas, tendo como fronteiras as Províncias de Modena e Bolonha.

O Ataque

A conquista de Montese era o principal objetivo da 2ª Cia. do 1º Btl/11º RI. Tinha sido planejada para ser executada em duas fases:

1ª Fase: Missão secundária

Teria início as 09:00 h com o ataque de dois pelotões a dois postos avançados do inimigo. Conforme previsto no planejamento os dois pelotões atacaram os objetivos, com forte reação do inimigo. O 1º Pelotão foi detido pelo forte fogo inimigo, conseguindo conquistar o objetivo algumas horas depois. O 2ª Pelotão foi detido em um campo minado sento castigado pela concentração do fogo de artilharia . Neste ataque, seu comandante foi atingido mortalmente na cabeça. Devido a estes contratempos o objetivo definido para o 2º Pelotão não foi atingido

2ª Fase Ataque Principal a cidade

Com início às 12:00, também com dois pelotões. Às 11:45, o comandante confirmou a operação, considerado como hora “H” para o ataque principal.
Na hora definida o 1º Pelotão atacou o cume, após vencido 1/3 do percurso, foi atingido por intenso fogo de artilharia (barragem), que acabou cortando o fio do telefone em vários pontos, dificultando o contato entre as equipes. Somados a isto alguns soldados foram atingidos.
Superados estes contratempos o pelotão atingiu o topo das elevações de Montese, porém, tinha perdido o contato com a companhia, devido ao corte dos fios do telefone. O rádio, devido à distância e as ondulações do terreno, também deixara de funcionar.
A seguir o cume foi atingido por pesado bombardeiro aliado, visando desalojar os alemães que ainda permaneciam nas casamatas e trincheiras. Após o bombardeiro os pelotões atacaram visando consolidar a posição. A reação foi pequena por parte dos alemães que foram abatidos e capturados.
O 2º Grupo de Combate, logo após juntar-se ao 1º, foi empregado para dominar resistências que hostilizavam nosso flanco direito. Colocado em situação favorável e atirando de curta distância sobre um abrigo onde havia sido localizada uma metralhadora inimiga, após alguns ataques a posição foi conquistada.
Ao cair na noite do dia 14 de abril, as posições na encosta da cidade estavam consolidadas, ficando um saldo de alguns alemães mortos e oito prisioneiros, do lado da FEB houve um morto e três feridos. Embora com as posições consolidadas, à noite, os alemães desencadearam um forte bombardeiro de artilharia com cerca de 2.800 tiros.
Na manhã do dia 15, ainda com a artilharia alemã castigando a cidades, as tropas brasileiras ultimaram a limpeza da cidade. Com um saldo de oitoAlemães feitos prisioneiros, do lado Brasileiro, quatro baixas, sendo um morto e três feridos.
A conquista de Montese repercutiu favoravelmente nos altos escalões e mereceu elogios do Comando Americano, pela bravura e coragem com que a FEB encarou o desafio.
A conquista de Montese marcou significativamente o início da Ofensiva da Primavera.
Somadas às vitórias obtidas pelos Aliados em Vergato, Tole, Monte Mosca, Monte Pero, Monte Sole, Monterumici e Monte Adone, essa façanha militar brasileira contribuiu, decisivamente, para o completo desmantelamento do dispositivo alemão e o fim da II Guerra Mundial menos de um mês mais tarde
Este tipo de combate era até então desconhecido para os brasileiros: o tão temido combate urbano.
A Conquista de Montese teve grande importância na ruptura da Linha Gótica e afirmando a coragem e a competência, para os até então céticos Americanos.
Posteriormente, o município de Montese, liberto e agradecido às tropas vencedoras, homenageou as tropas brasileiras batizando uma de suas praças com o nome "Piazza Brasile".
Ainda hoje é possível encontrar ruínas de posições alemãs na região.

Bibliografia

O Exército na História do Brasil (vol. III, República). Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército Editora, Fundação Emílio Odebrecht, ISBN 8570112092
Böhmler Rudolf , Monte Cassino - Editora Flamboyant, 1966
Marechal Mascarenhas de Morais, Memórias (Volume 1)- Bibliex,1984

Referências

1. Pesquisa documental pelo autor no Museu da FEB - São Gabriel/ RS
2. Depois da queda de Roma, em junho de 1944, os alemães retiraram-se de maneira organizada para estabelecer uma nova posição defensiva nos Montes Apeninos - essa posição recebeu o nome de “Linea Gotica” (em italiano). Os Apeninos são uma cadeia de montanhas que atravessa a península italiana desde La Spezia, à oeste, até Pesaro, na costa italiana no Mar Adriático. O sistema defensivo alemão se estendia ao longo de quase 320 quilômetros.Devido as fortificações construídas era considerada muito difícil de ser transposta.
3.A FEB foi integrada ao 4º corpo do exército estadunidense, sob o comando do general Willis D. Crittenberger, este por sua vez adscrito ao V exército dos Estados Unidos, comandado pelo general Mark W. Clark. Portanto todas as operações realizados pela FEB, eram formalmente planejadas e autorizadas pelo Vº Exército Americano.
Fonte: wikipedia.org

DIA DO DESCOBRIMENTO DO BRASIL - atividades


DIA DO DESCOBRIMENTO DO BRASIL - atividades






























http://pedagogiccos.blogspot.com.br/2012/04/dia-do-descobrimento-do-brasil.html