1

1

Google+ Followers

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Capas de Caderno Turma da Mônica para imprimir


Belas e divertidas capas de caderno Turma da Mônica, para imprimir e colorir. Caderno de português, Matemática, Geografia, Ciências, Artes, Recado e Dever de casa.
Imprima as capas de caderno e dê para a criança colorir.
















http://baudaweb.blogspot.com.br/2015/01/capas-de-caderno-turma-da-monica-para.html#more

Tabela de numerais cardinais, ordinais e romano para imprimir

Tabela prática com os Numerais Cardinais arábicos, romanos e por extenso e Ordinais com símbolo e escritos por extenso para auxiliar no aprendizado. Bons estudos!

http://baudaweb.blogspot.com.br/2015/02/tabela-de-numerais-cardinais-ordinais-e.html#more

Origami como fazer borboletas de papel






http://baudaweb.blogspot.com.br/2015/08/origami-como-fazer-borboletas-de-papel.html

Desenhos de carinhas para colorir


Desenho de carinhas
http://baudaweb.blogspot.com.br/2015/08/desenhos-de-carinhas-para-colorir.html

Desenho Romero Britto para pintar - Coelho



Desenho e arte de Romero Brito - O coelho

http://baudaweb.blogspot.com.br/2015/10/desenho-romero-britto-para-pintar-coelho.html

Como eliminar a gordura subcutânea

Os novos segredos da alimentação saudável


Para reduzir a quantidade de gordura subcutânea, é preciso aumentar o tempo de exercício e fazê-lo em uma intensidade moderada. Até aí nenhuma novidade. Ao ingerir carboidratos, o corpo usa mais glicogênio e a oxidação do tecido adiposo fica limitada. Por isso, se você for malhar logo depois de consumir uma porção de carboidratos, a queima da gordura será comprometida.


Se você tomar carboidratos de rápida absorção durante o exercício, terá glicogênio suficiente para superar 2,5 horas de treino. Assim, o rendimento aeróbio aumenta durante o exercício contínuo, mas a gordura subcutânea continuará a não ser queimada.


Se a sua dieta é rica em ácidos graxos, você economizará carboidratos, mas se ela tiver uma alta percentagem de gordura, o seu fígado trabalhará dobrado e sofrerá. Sabendo que o consumo de carboidratos antes da malhação inibe a queima de gordura e que a ingestão de ácidos graxos economiza carboidratos e usa as gorduras que consumiu, a opção para melhorar a queima de tecido adiposo é malhar em jejum, depois que acordou. Mas, atenção: se exercite, no máximo 45 min a uma intensidade moderada (50-60% da FC máx).



Fonte: http://www.sportlife.com.br/fitness/como-eliminar-a-gordura subcutanea/?utm=maislidas - Por Vanessa de Sá - Foto: Shutterstock Images

Saiba quais são os alimentos que deixam seus dentes mais feios

Alguns alimentos comprometem a beleza dos seus dentes


O segredo do sorriso perfeito não está somente na escovação e na visita regular ao dentista. O cardápio também pode comprometer não só a saúde, como a beleza dos dentes. 


O UOL conversou com especialistas para saber quais tipos de comida causam esse problema.


Dentes amarelados
Segundo a dentista Juliana Ayoub, todos os alimentos que contêm corantes, sejam naturais ou artificiais, podem amarelar os dentes se forem consumidos em excesso. "Alguns exemplos que temos é a beterraba, molhos como de tomate, catchup, molhos escuros (como molho madeira), suco de ameixa e de uva e vinho. Lembrando que o consumo da fruta em si não mancha", diz a profissional. Outras bebidas como café, refrigerantes de cola e chás podem escurecer os dentes por conter substâncias que colorem o produto.


Aparência desgastada
Juliano Jacinto, gerente de odontologia da clínica Care Plus, afirma que alimentos ácidos podem corroer o esmalte dentário. Entre eles estão os refrigerantes, bebidas energéticas, molho de tomate e sucos de frutas industrializados. Juliana acrescenta ainda os alimentos em conservas, que contêm vinagre altamente ácido. Frutas cítricas também podem danificar a estrutura dos dentes.


Limpeza difícil
Alguns alimentos são considerados vilões por ficarem grudados ou por seus pedaços entrarem em locais mais difíceis de limpar. Exemplo disso são os doces, balas e bolachas. Além disso, esses produtos são ricos em açúcar e fazem com que as bactérias existentes na boca produzam ácidos que ajudam no aparecimento de cáries.


O que fazer?
Prevenção e consultas regulares ao dentista ainda são as melhores opções para manter o sorriso bonito. "Vale lembrar que não precisa eliminar totalmente esses alimentos da rotina para ter um lindo sorriso, eles apenas devem ser consumidos com moderação", diz Juliana. Jacinto lembra ainda que existem alimentos "amigos" dos dentes, tais como a maçã (é fibrosa e limpa o dente) e derivados do leite (fortalecedores do esmalte, visto a concentração de cálcio).



Qual e a diferença entre correr na praia, no parque e na esteira? Descubra!

Cada piso traz um impacto diferente ao corpo. O personal trainer das famosas Bruno D’Orleans explica as diferenças para você tirar o melhor de cada um



Qual é a diferença entre correr na praia, no parque e na esteira?


A esteira possui um sistema de amortecimento próprio, que evita problemas nas articulações, e oferece um monitoramento mais completo, sendo possível calcular tempo, distância percorrida, velocidade atual e a frequência cardíaca.


Para correr no parque, alguns cuidados devem ser tomados, começando pela escolha do tênis, que deve ser específico para seu tipo de pisada – esqueça esse detalhe e poderá se lesionar gravemente! Aconselho sempre meus alunos a correrem em horários em que o sol está mais fraco e a conhecerem o percurso com antecedência para garantir um bom rendimento.


Se você optar por correr na praia, é essencial comprar uma sapatilha de neoprene para evitar cortar o pé pisando em alguma lata, palito de churrasco ou até mesmo num anzol (sim, já aconteceu comigo!). Atenção especial também para a musculatura da panturrilha, muito exigida nesse terreno devido à areia. Reforce a musculatura na academia para que consiga suportar a sobrecarga.



Diferença entre perder peso e emagrecer

Você deseja mudar seus hábitos alimentares? Então, identifique o seu objetivo e entenda já se existe diferença entre perder peso e emagrecer

Emagrecer e perder peso são coisas distintas. “O primeiro é resultado da eliminação de gordura corporal, e o segundo significa diminuir quilos na balança”, explica a nutricionista Mônica Beyruti, da Abeso. Ela conta que uma pessoa pode perder peso sem perder gordura na mesma proporção.


“Um indivíduo que segue uma dieta muito pobre em carboidratos e muito restritiva em calorias vai eliminar peso às custas da perda de massa magra, ou seja, de músculo, pois os carboidratos são importantes para a regeneração muscular.”



Fonte: http://revistavivasaude.uol.com.br/nutricao/diferenca-entre-perder-peso-e-emagrecer/5841/ - *Por Tatiana Pronin | Foto Shutterstock | Adaptação Kelly Miyazzato.




SEXTA-FEIRA, 15 DE JANEIRO DE 2016



Durante o período pré-menstrual, as mulheres sofrem alterações hormonais consideráveis e, com isso, desconfortos físicos e até emocionais. Nessa época, temos uma baixa na serotonina, hormônio do bem-estar. E assim, com tantas oscilações, notamos a mudança de humor.


Para ajudar a regular os hormônios e minimizar esses sintomas, existem alimentos muito eficazes. São aqueles ricos em vitamina B6 e em magnésio. Durante o período menstrual, consuma esses alimentos e preste atenção na melhora.


Carnes, banana, atum, gergelim, grãos integrais, batata e lentilha são alguns dos ingredientes. Basta incluí-los na sua refeição saudável para aliviar os sintomas.



Fonte: http://dietaja.uol.com.br/alimentos-que-reduzem-a-tpm/ - por Evelyn Cristine - Foto Shutterstock

Conheça os 6 motivos que fazem você engordar

Muitas vezes, o roncar do estômago nada tem a ver com fome. Identifique os motivos que fazem você descontar na comida, aprenda a controlá-los e (finalmente) emagreça


Cansaço, ansiedade, tristeza... Muitas vezes, o que faz seu estômago roncar não tem nada a ver com fome. “O modo como uma pessoa lida com a comida diz muito sobre como está seu lado emocional. Se ela come mais do que o necessário, com certeza há algo errado”, afirma Cristiane Pertusi, doutora em Psicologia do Desenvolvimento Humano (SP). Se você desconta as emoções na comida, mesmo que inconscientemente, você vai se identificar com ao menos algum dos casos a seguir. Confira o que dispara seu apetite emocional e aprenda a controlá-lo:


1. “Sinto que não tenho energia e preciso de disposição.”
Falta de ânimo, na maioria das vezes, tem a ver com um só motivo: sono irregular. “Enquanto dormimos, regulamos a produção de grelina e leptina, hormônios relacionados à saciedade, e produzimos melatonina, responsável por induzir a um sono revigorante e por fortalecer o sistema imunológico. Se a pessoa dorme pouco, o organismo sente mais fome e necessidade de consumir alimentos ricos em triptofano, aminoácido utilizado na produção da melatonina”, destaca o endocrinologista Mohamad Barakat, de São Paulo. Entre esses alimentos estão ovo, leite, carne bovina e castanhas. Então, para evitar a gula, procure manter o sono em dia, ok? 
Tente isso: para uma noite de qualidade, tome um copo de leite morno ­tem triptofano, lembra? antes de deitar e evite estímulos – leia-se: nada de ficar checando o Instagram!


2. “Não consigo emagrecer mesmo.”
Quem nunca sofreu com o temido “efeito sanfona” que atire a primeira pedra. Ele não só prejudica a pele, causando flacidez e estrias, e a produção de hormônios, como abala, e muito, nosso lado emocional. “O sentimento de fracasso em relação à conquista do corpo dos sonhos pode levar à depressão. Os baixos níveis de serotonina, dopamina e noradrenalina (neurotransmissores relacionados ao humor) de uma pessoa depressiva aumentam a tendência à compulsão alimentar”, analisa Barakat. Para fugir desse círculo vicioso, é preciso mudar os hábitos definitivamente e saber que, para chegar ao peso ideal, será necessário paciência e determinação. “Seja otimista, sempre, e se force a fazer escolhas saudáveis a cada refeição. Em pouco tempo, o que é um esforço virará algo natural”, diz.
Tente isso: estabeleça metas reais para a perda de peso e procure uma dieta factível, que não a proíba de ingerir seus alimentos preferidos. Melhor perder menos quilos em um período de tempo, mas mantê-los longe, do que emagrecer muito de uma vez e ganhar tudo de novo.


3. “Vivo estressada e o motivo é sempre o mesmo: trabalho.”
Correr contra o relógio para cumprir prazos é, de fato, viver no limite. Vale lembrar que, no meio desse caos, ainda é preciso arranjar tempo para estreitar relações de trabalho, dar feedbacks, fazer reuniões com o chefe... Seguir uma dieta à risca com tanta coisa acontecendo ao redor fica bem difícil. “Em situações de tensão, o sistema límbico, conjunto de estruturas do cérebro relacionado às emoções, envia sinais para o hipotálamo, responsável pela sensação de fome”, explica Moacyr Bustamante, neurologista (SP). Como resultado, o apetite aumenta e os pneuzinhos não tardam a aparecer. A boa notícia é que, com pequenas atitudes, é possível tornar seu dia a dia mais tranquilo. “A cada 2 horas de trabalho, faça uma pausa de 15 minutos e desconecte-se. Ah, e alongue-se para diminuir a tensão muscular!”, ensina. Respirar fundo e ter uma planta na mesa também ajudam.
Tente isso: quando estiver morrendo de vontade de mastigar algo, beba água. Dois copos vão acabar com essa fissura por comer.



4. “Levei um fora daqueles e ainda não superei a rejeição.”
Terminar um relacionamento nunca é fácil – e a forma como cada um reage ao fim é muito particular. Há quem afogue as mágoas com rodadas e mais rodadas de caipirinha, quem estoure o cartão de crédito e quem, claro, coma para esquecer. “Funciona como um mecanismo de compensação. A pessoa busca no alimento, quase que instintivamente, uma forma de aliviar seu sofrimento, mesmo que em curto prazo”, explica a psicóloga Márcia Lopes de Souza, do Hospital Adventista Silvestre (RJ).
Tente isso: experimente fazer coisas diferentes e prazerosas, como se matricular em algum curso de culinária ou de vinho, e passar mais tempo com seus amigos e família. Você verá que, com o tempo, esses novos hábitos deixarão as mágoas no passado.


5. “Queria comprar um sapato, mas um bombom é mais barato.”
Não poder adquirir o item-desejo que você namora há um tempão pela vitrine é uma frustração que a gente conhece muito bem. E, como diz o ditado, quem não tem cão caça com gato. Enquanto a fatura do cartão não fecha ou o salário não chega, o jeito é procurar algo mais acessível para satisfazer os impulsos de consumo e baixar o nível de ansiedade. “É normal querer comprar algo, mas quando esse desejo é tão intenso que precisa ser compensado com qualquer coisa, é preciso olhar para dentro e tentar entender quais são suas reais necessidades. Na maioria das vezes, o consumista não quer o produto em si, mas, sim, o que ele representa, seja para se sentir melhor com ele mesmo, seja para chamar atenção”, analisa Rodrigo Fonseca, especialista em Inteligência Emocional (SP).
Tente isso: da próxima vez que olhar a foto da bolsa dos sonhos na revista, em vez de esvaziar a caixa de bombons, respire, conte até dez e faça algo que a distraia. Vale ligar pra amiga, brincar com o filho, ver um filme... “Como não era uma necessidade real, a pessoa logo vai esquecer e tudo ficará bem”, diz Fonseca.


6. “Estou de TPM e só o chocolate me acalma.”
Não tem jeito, essa situação é clássica entre a mulherada. O ciclo menstrual é quase uma licença para cometer excessos, especialmente na alimentação. E, pior: não é uma mera desculpa, não, sabia? “Nesse período, há uma queda drástica de serotonina, então é real a história de que as mulheres sentem mais vontade de comer doces, principalmente chocolate, pois são alimentos que aumentam a produção desse neurotransmissor”, diz Barakat. Além disso, o organismo perde muitos nutrientes com o sangue eliminado durante a menstruação e tenta recuperá-los por meio da alimentação.
Tente isso: troque a barra de chocolate por uma banana com canela ou por alguns pedacinhos de abacate. A sensação de bem­ ­estar é a mesma, mas com muuuito menos calorias! A necessidade é mesmo de chocolate? Então prefira as versões amargas, com mais de 50% de cacau.



Fonte: http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/nutricao/descontar-na-comida-conheca-os-6-motivos-que-fazem-voce-engordar/9828 - Texto Vand Vieira | Edição Helô Oliveira | Adaptação Ana Araujo

Benefícios dos exercícios para respiração

Sabia que ao inspirar e expirar você reduz a irritabilidade e refaz a proteção do sistema imunológico? Não? Então, fique por dentro dos benefícios dos exercícios para respiração já!


A maneira como inspiramos e expiramos influencia desde a circulação até o sistema imunológico. Confira como sua saúde responde a essa prática consciente.


1. É relaxante
Esta é a primeira sensação que sentimos ao praticar a atividade. Afinal, ao concentrar-se narespiração você se desliga por alguns instantes do movimento ao seu redor e dedica-se apenas ao ato de puxar e soltar o ar. Para intensificar esse efeito expire pelo nariz por três segundos e expire, também pelo nariz, em seis segundos ou mais, conforme sua capacidade.


2. Sistema nervoso tranquilo
Atente-se a este item, pois a respiração pode tanto ser benéfica quanto causar desconforto. Oexercício tende a aumentar a ansiedade se o esforço inspiratório for muito elevado, por isso vá com calma. Para relaxar, aumente o tempo expiratório e, se faltar concentração, aumente a pausa, mantendo o ar preso nos pulmões por mais tempo.


3. Uma boa noite de sono
O médico e pesquisador americano, Andrew Weil, desenvolveu um exercício respiratório, chamado 4-7-8, que induz ao sono. Para isso você deve inspirar pela boca por quatro segundos, segurar a respiração por sete segundos e expirar por oito segundos. Com até dez repetições é possível se livrar da insônia.


4. Imunidade mais forte
Passar por situações diárias de estresse é como quebrar a barreira do sistema imunológico, criado pelo nosso corpo, para combater bactérias, vírus e micróbios. Ao praticar a respiração você reduz a irritabilidade e refaz a proteção, acelerando o reparo do organismo.


5. Melhora a circulação
O ar contribui de três formas básicas para a saúde do coração e, consequentemente, para todo o corpo. Primeiro diminui a frequência cardíaca, depois força a contração dos músculos e por último causa a vasodilatação. Tudo isso garante o transporte de nutrientes e oxigênio para o organismo.


#dicavivasaúde: para aumentar o fôlego da respiração use o diafragma. Coloque a mão no abdome e perceba se este vai para a frente. Esta é a maneira correta de fazer



16 truques de maquiagem de top profissionais que vão mudar sua rotina

Reunimos as dicas de top profissionais para ajudar você a se arrumar em tempo recorde e destacar o que há de melhor em sua beleza, vem ver!



Ficar um tempão em frente ao espelho se maquiando? Não mais! Chamamos os top maquiadores e dermatologistas para ensinar você truques de maquiagem que vão mudar sua rotina de beleza para sempre. Veja! 


1. Não gaste minutos preciosos experimentando dezenas de tons para achar seu batom cor de boca ideal. “Aperte a ponta do dedo médio da mão. Ela vai ficar rosinha, rosa ou mais avermelhada – e é essa a cor perfeita para você.” Juliana Rakoza, make-up artist e coapresentadora do quadro “Você Mais Poderosa” do programa Mais Você, da rede Globo.


2. “Quer fazer o tal strobing, o efeito iluminado de Kim Kardashian, com moderação? Com um pincel pequeno, mas fofo, aplique o iluminador desenhando um leque entre as sobrancelhas, subindo um pouco para a testa. Espalhe pelo osso do nariz, na curvinha do queixo, em cima do osso da mandíbula e na zona ‘C’ (do topo da maçã do rosto subindo em torno do terço exterior da sobrancelha).” Fabiana Gomes, maquiadora sênior da M.A.C.


3. “Não gaste tempo aplicando primer em todo o rosto. Aposte na área que compreende testa, maçãs do rosto e nariz, onde há maior oleosidade e poros dilatados. Assim, a maquiagem dura por mais tempo.” Juliana Rakoza.


4. “Misture primer e base, aplicando a misturinha de uma só vez, economizando tempo de manhã. Pele lisinha e corrigida em um só passo!” Mariana Ishizaka, Make-Up & Brow Expert Benefit Brasil.


5. “Para evitar borrões na hora de maquiar os cílios, incline o rosto para cima e aplique a máscara com a ponta do pincel. Assim, pega toda a raiz dos fios. Aí, com o pincel na horizontal, penteie a extensão.” Juliana Rakoza.


6. “Sugiro sempre a aplicação dos produtos cremosos com a ponta dos dedos – tanto a parte de skincare (hidratantes) como primer, base e corretivo. Assim, aquece o produto ao mesmo tempo em que o espalha sobre a pele. Isso garante acabamento muito mais natural do que se usasse pincel.” Rafaella Crepaldi, maquiadora regional NARS para a América Latina.


7. “Quer cílios com muito volume? Deposite mais camadas de máscara na raiz em vez de concentrar nas pontas.” Rafaella Crepaldi.


8. “Escolha multifuncionais para o dia a dia. BB creams de toque seco são hidratantes, primer, base e pó, em um só produto!” Mariana Ishizaka.


9. “Tem cílios retos e não quer usar o curvex? Passe uma máscara de curvatura da raiz às pontas. Chegando lá, paralise a escovinha, segurando os cílios para cima por alguns segundos, esperando a máscara secar com os fios nessa posição. A curvatura fica ótima!” Mariana Ishizaka.


10. “Em um dia de preguiça, invista no desenho das sobrancelhas. Assim, o olhar já ganha uma moldura que realça e destaca, equilibrando os traços do rosto e levantando o visual.” Mariana Ishizaka.


11. “Se você usa óculos, mantenha um equilíbrio chamando atenção para a parte superior dos olhos (pálpebras, linha rente aos cílios e côncavo). Outra boa opção é focar nos lábios bem delineados com cores fortes.” Rafaella Crepaldi.


12. “Para dar mais luminosidade a olhos castanhos, esfume sombras com fundo dourado e acobreado nas pálpebras. Também vale usar delineadores mais gráficos na parte superior dos olhos e esfumar os tons citados rente aos cílios inferiores.” Rafaella Crepaldi.


13. “Aplique água termal gelada pela manhã, antes da maquiagem. Ajuda a desinchar o rosto, além de hidratar.” Denise Lage, dermatologista (SP).


14. “Aplique corretivo somente onde há necessidade. O produto deve ser concentrado apenas na ‘vírgula’, que é a parte mais côncava abaixo dos olhos. Desse modo, você evita marcar as linhas.” Fabiana Gomes, maquiadora sênior da M.A.C.


15. “Para clarear seu sorriso em um piscar de olhos, use batons fúcsia, vinho ou vermelho. O fundo azulado desses tons faz seus dentes parecerem mais brancos.” Juliana Rakoza.


16. “Mantenha seu lápis delineador de olhos na geladeira por 10 minutos antes de apontá-lo. Assim, evita que ele esfarele e consegue uma ponta mais afiada. ”Juliana Rakoza.

10 impressionantes e malucas tecnologias espaciais do futuro

O futuro promete aventuras loucas por todo o cosmos, e é nossa sorte estarmos vivos no momento certo para testemunhar o nascimento de toda uma nova forma de exploração espacial. Como filmes de ficção científica da vida real, as próximas tecnologias espaciais responsáveis ​​pela nossa ascensão até as estrelas vão desde coisas muito malucas até outras francamente suicidas.


10. Startram, o trem espacial magnético
Com um custo de 20 bilhões de dólares, estima-se que o sistema de lançamentos Startram envie cargas de 300.000 toneladas em órbita a uma velocidade ultracompetitiva de cerca de 40 dólares por quilo. Isso é 99% menos do que o custo atual de 11.000 dólares por quilo no uso de satélites de energia solar.
Para fazer isso, o Startram não usará foguetes propulsores, ou unidades iônicas. Em vez disso, usará a repulsão eletromagnética. O conceito é antigo na ficção científica e incrível na prática, com trens de levitação da vida real atualmente transportando passageiros a cerca de 600 quilômetros por hora.
No entanto, estes veículos, tais como os grandes trens-bala do Japão, são limitados pela resistência enquanto se movem através do ar em altas velocidades. Para alcançar velocidades maiores, deve-se ignorar todo o nitrogênio, oxigênio e outros gases mistos que nos atrasam.
O Startram vai fazer isso sendo lançado perto do vácuo, através de um tubo ridiculamente longo, elevado por potentes ímãs e mantido no lugar por amarras a uma altura de 20 quilômetros. Lá, o ar mais fino permite lançamentos confortáveis ​​a velocidades muito maiores. No entanto, a sua conclusão vai exigir cerca de 20 anos de trabalho e um investimento estimado de 60 bilhões de dólares.


9. Caronas nos cometas
Os roteiristas subestimaram a dificuldade de desembarque em um cometa ao colocarem Bruce Willis e sua equipe em um no filme Armageddon, lá em 1998. A NASA prefere explorar outras opções. Recentemente, conseguiu um financiamento preliminar para desenvolver o Comet Hitchhiker, uma espécie de arpão com a capacidade de se pendurar entre asteroides como um pescador que puxa um grande peixe.
Cometas e asteroides são alvos difíceis, porque eles têm pequenas massas e baixa influência gravitacional. Também é insensato gastar muito dinheiro para explorar essas pequenas massas de terra, especialmente quando os mais interessantes residem no Cinturão de Kuiper ou na Nuvem de Oort (que estão localizados para além da órbita de Netuno e na “borda” do nosso sistema solar, respectivamente).
O parcimonioso Comet Hitchhiker ignora estes problemas em grande estilo, usando seu arpão retrátil e amarras para lançar-se entre 5 a 10 corpos rochosos durante uma única viagem cósmica. O Comet Hitchhiker também é incrivelmente eficiente: quando se prende em um objeto, colhe gravidade cinética da rocha espacial, salvando-a para saltos sucessivos a outros corpos. Então, conforme o arpão é recuperado, o veículo é acelerado na direção oposta, eliminando a necessidade de propulsores.


8. Sonda Solar Plus
Tal como a Terra, o sol tem bastante vento, com suas próprias rajadas e vendavais. Mas enquanto uma brisa terrestre pode estragar o seu cabelo, um vento solar irá transformá-lo em um tumor carbonizado. Embora este fenômeno energético permaneça misterioso, a Sonda Solar Plus da NASA deve responder a muitas perguntas de longa data em 2018 ao chegar mais perto do sol do que qualquer outra sonda já chegou.
O veículo robótico vai passar tão perto quanto o raio do sol multiplicado por 8.5. Lá, a sonda deve enfrentar energias radioativas ainda não experimentadas por qualquer objeto feito pelo homem conforme viaje através da atmosfera do astro, a 200 quilômetros por hora. Para sobreviver a temperaturas de 1.400 graus Celsius, a sonda será vestida com um espumoso escudo de calor feito de carbono de 12 centímetros de espessura.
A NASA não pode enviar a sonda diretamente para o sol. Ela deve chegar, relativamente falando, na órbita correta, realizando sete voos ao redor de Vênus. Ela vai passar quase sete anos circulando nosso planeta irmão.
Cada ciclo vai ajustar o curso da sonda ao redor do sol. Finalmente, ela vai confortavelmente entrar em uma órbita de pouco mais de 6 milhões de quilômetros do sol, muito mais perto do que a órbita de Mercúrio. Este é um feito incrível para um veículo terrestre, considerando que o recorde atual de aproximação do sol é mantido pela Helios 2, sonda que chegou a 43 milhões de quilômetros da nossa estrela.


7. Colônia em Marte
Salvo quaisquer pragas globais ou meteoros destruidores de mundo, a NASA espera colocar o homem na superfície de Marte nas próximas duas décadas. A agência espacial já elaborou as preliminares para um posto avançado científico a la “Perdido em Marte” no planeta vermelho. Por volta de 2030, podemos estar jogando bolas de neve avermelhadas uns nos outros dezenas de milhões de quilômetros da Terra.
A área exploratória planejada terá um raio de aproximadamente 100 quilômetros e inclui módulos habitacionais, construções científicas, uma frota de sondas pressurizadas e equipamentos de mineração para a tripulação inaugural de quatro pessoas. A energia será, pelo menos parcialmente, fornecida por um conjunto de pequenos reatores de fissão nuclear para complementar os painéis solares que serão inutilizados às vezes por tempestades de areia marcianas.
Ao longo do tempo, inúmeras equipes ocuparão o local, onde devem cultivar seu alimento, colher água marciana, e até mesmo criar o propulsor para a sua viagem de volta à Terra. Felizmente, Marte fornece os recursos essenciais. A maioria, se não todos, os ingredientes necessários estão facilmente disponíveis através da extração do solo ou a partir de gases atmosféricos.


6. O ATLETA da NASA
O All-Terrain Hex-Limbed Extraterrestrial Explorer – ATHLETE, na sigla em inglês, ou ATLETA, da NASA, é uma mudança no patamar da exploração espacial, que será usado para colonizar a lua. Fiel ao seu nome (algo como Explorador Extraterrestre com Membros para todos os Terrenos), cada membro apresenta seis graus de liberdade, permitindo-lhe contorcer-se ao longo das ásperas crateras da paisagem lunar. Cada membro possui uma roda retrátil para locomoção mais rápida em terreno mais suave.
O ATHLETE é também um trabalhador braçal que possui um kit de ferramentas bem abastecido. Suas extremidades hábeis podem agarrar colheres, brocas, pinças e outras ferramentas necessárias para uma exploração completa.
Principalmente, porém, a máquina é uma besta de carga construída para o trabalho pesado. Na imagem acima, é mostrada transportando um módulo de habitação. Mais alto do que uma cesta de basquete com sua altura mínima de 4 metros, o ATHLETE é um levantador olímpico dos bons, capaz de içar 400 kg de engrenagem sobre sua cabeça na gravidade da Terra.
Mais importante ainda, sua agilidade possibilita o transporte de suprimentos, ao contrário das sondas de carga, carregadores de peso do passado e do presente.


5. Casas em Marte feitas em impressoras 3D
Para agilizar uma viagem para Marte, a NASA terceirizou a arquitetura marciana, patrocinando uma competição de design para a construção de casas economicamente viáveis no planeta utilizando impressoras 3D.
Alunos do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) começaram por rever populares filmes de ficção científica, incluindo Gravidade e 2001: Uma Odisséia no Espaço, na busca de inspiração.
Em última análise, decidiram por um domicílio em forma de rosca. Inflável, a casa utilizaria um novo método de impressão que alivia linhas de tensão, permitindo-lhe resistir a uma pressão de ar muito maior por dentro. Cada peça é feita a partir de materiais extraídos da “areia” marciana ou de gases presentes dentro da atmosfera de Marte.
No entanto, o grande prêmio foi concedido a uma equipe que propôs uma psicodélica casa de gelo marciana. O projeto assemelha-se a uma barbatana de tubarão estranhamente translúcida e é reforçada com gelo localmente, uma vez que o material é o mais barato escudo de radiação possível.
As habitações serão alimentadas por uma nave inicial que aterrissará em uma parte bem gelada da superfície e sinterizará (processo químico que consiste em aglutinar duas partículas sólidas através do aquecimento a uma temperatura abaixo à de fusão) uma fundação resistente. Em seguida, uma pequena frota de robôs irá recolher lama e membranas protetoras ao redor.
Os robôs – equipados com bicos como minúsculos caminhões de incêndio – então pulverizariam as paredes internas com uma mistura de água, gel, fibras e sílica. Uma vez congelados, os conjuntos de paredes conteriam o ambiente propício para a vida.


4. A Bola de Praia Coronagraph da NASA
No esforço para visualizar a Coroa Solar – o envoltório luminoso cheio de partículas carregadas do sol que aparece quando há um eclipse solar – um grande obstáculo continua a atrapalhar os cientistas: o próprio sol. O brilho incandescente da nossa estrela ofusca o brilho da Coroa muito menor e mais fraco. Tal situação deve ser tratada de forma criativa.
É aí que entra a “Bola de Praia” Coronagraph da NASA. Feita de titânio super negro e com o tamanho de uma bola de tênis, ela foi feita para ficar na frente de um gerador de imagens espectrográficas tradicional, criando um eclipse em miniatura para revelar as extremidades do sol.
As duas naves da NASA que atualmente monitoram o astro, a SOHO e a STEREO, estão equipadas com aparelhos parecidos de placa plana, mas tal design permite um nível desconfortável de imprecisão. Um objeto esférico como o Coronagraph deve reduzir significativamente esse ruído solar.
Cortesia da natureza, o melhor ocultador de energia solar já foi fornecido a nós gratuitamente. Infelizmente, está localizado a cerca de 400.000 km de distância. Além disso, nossa companheira lunar é, como se diz, de lua, e escolhe atravessar a frente do sol apenas quando quer, deixando-nos com um vislumbre ocasional da Coroa.
Mas as bolas de tênis de titânio da NASA devem replicar o efeito do satélite natural nos eclipses, flutuando cerca de 2 metros na frente de seus geradores de imagens.


3. A tecnologia futurística da Honeybee Robotics
A Honeybee Robotics (empresa famosa por desenvolver ferramentas para a exploração de Marte) recentemente recebeu financiamento da NASA para perseguir duas novas tecnologias como parte de um esforço de colaboração conhecido como Redirecionamento de Sistema de Asteroides. O objetivo final é conhecer nossos inimigos asteroides para que possamos nos planejar contra ameaças cósmicas no futuro.
A primeira tecnologia é uma espingarda espacial. Ela irá desencadear uma saraivada de tiros em asteroides para determinar a sua solidez. Eventualmente, um pedregulho será arrancado da superfície do asteroide com garras robóticas e conduzido em uma órbita em torno de nossa lua.
Partindo do princípio de que somos capazes de evitar um juízo final auto-infligido, expedições tripuladas, então, serão capazes de explorar um asteroide com uma facilidade sem precedentes. A NASA espera que seu primeiro alvo seja um destes três asteroides: Itokawa, Bennu ou 2008 EV5.
A segunda inovação é uma broca portátil para recuperar amostras de asteroides. Ela pesa menos de 1 kg e é quase tão larga e longa quanto um smartphone. O sistema de perfuração remove pequenos núcleos do asteroide em diferentes profundidades e pode ser implantado por robôs ou astronautas durante uma caminhada espacial nestes objetos.


2. SPS-ALPHA
O SPS-ALPHA é um gerador de energia solar em órbita, revestido com dezenas de milhares de espelhos de filme finos que estão posicionados individualmente para sugar a preciosa energia do sol. A luz armazenada é convertida em um feixe de microondas e disparada para a Terra, com o potencial de fornecer milhares de megawatts baratos.
Além de obedientemente fornecer energia para a Terra, o sistema SPS-ALPHA também abre novos caminhos para a exploração do espaço, um setor que está muitas vezes limitado pela disponibilidade de fontes de energia baratas. Muitos satélites funcionam atualmente com o equivalente mecânico de uma tigela de mingau. Um gerador solar em órbita poderia fornecer energia para os membros da humanidade no espaço, fornecendo potência muito necessária para viagens em naves espaciais, bem como postos avançados na lua ou em órbita da Terra.
No entanto, vários desafios permanecem. Por exemplo, uma plataforma SPS como a descrita aqui seria maior do que a Estação Espacial Internacional. É o equivalente a construir nossa própria Estrela da Morte em termos de tempo, pessoal e energia gastos pelo pequeno exército de soldadores, astronautas, técnicos e ferreiros necessários para construir a coisa.
Devido às suas dimensões elefantinas, ela deve ser construída em órbita, necessitando de pelo menos um par de fábricas espaciais dignas de ficção científica. Felizmente, o sistema SPS é feito principalmente de relativamente pequenos elementos, facilmente produzidos em massa, reduzindo o desafio de “impossível” para apenas “extremamente difícil”.


1. Objetivo Europa
Objetivo Europa é a mais louca e ambiciosa missão espacial exploratória alguma vez já proposta. Destina-se a enviar homens à Europa, uma das luas de Júpiter, a bordo de um submarino para procurar vida no oceano subterrâneo do satélite.
Mas então como é que os astronautas voltariam? Bem, aí que está: eles não voltam.
Algumas pobres almas devem conscientemente sacrificar-se para a mais grandiosa missão científica jamais tentada pelo homem. Mesmo que possamos chegar até Europa com as tecnologias existentes, tal empreendimento é para o futuro, uma vez que nós sequer povoamos os planetas e luas mais próximos.
Kristian von Bengston, líder do Objetivo Europa, designer e arquiteto, deleita-se no desafio da natureza quase impossível da expedição. Bengston está atualmente avaliando o projeto através do crowdsourcing, uma espécie de coletivo voluntário de ideias, quanto a sua viabilidade, além de discutir outras expedições potenciais para outros lugares do espaço.
O submarino deve ter um conjunto de instrumentos extremamente variado, incluindo uma broca potente, propulsores multidirecionais, holofotes e, possivelmente, um par de braços mecânicos robóticos. A embarcação submersível também deve ter um escudo de radiação excepcionalmente resistente, porque Júpiter produz a sua própria radiação mortal.
Conseguir um local de pouso ideal é de extrema importância, pois acredita-se que algumas regiões da lua congelada são mais isoladas de partículas carregadas. Além disso, como o gelo tem muitos quilômetros de espessura na maioria dos lugares, a sonda deve tocar o solo perto de ravinas ou rachaduras, onde a crosta é mais fina. [Listverse]



Por que você faz dieta e não perde peso? 5 razões

Libby Weaver é uma especialista em saúde que estudou dietética e bioquímica na Universidade de Sydney, na Austrália.


No final dos anos 90, a sabedoria prevalecente quanto ao ganho e perda de peso era baseada somente em calorias. No entanto, logo quando Weaver começou a atender clientes, descobriu que somente se concentrar nas calorias nem sempre os ajudava a diminuir o número na balança.


Cada vez mais convencida de que havia poderosas razões por trás da perda de peso que iam muito além da ingestão de alimentos, Weaver se voltou para seus livros e descobriu fatores subjacentes que podem sabotar os esforços das pessoas.


No seu novo livro, “Accidentally Overweight: The 9 elements that will help solve your weight loss puzzle”, ela explica quais são esses fatores. Abaixo, você confere cinco deles.


1. Estresse
A ligação entre estresse e obesidade é cada vez mais confirmada na pesquisa científica. Para Weaver, é uma das principais razões pelas quais as pessoas não conseguem perder peso. Por exemplo, uma cliente sua que era corredora de maratona passou por tanto estresse que ganhou 5,5 kg. O que estava acontecendo?
“Quando estamos sob estresse constantemente produzimos adrenalina, que prepara nosso corpo para lutar ou fugir de um ataque”, diz Weaver. “O fornecimento de sangue é desviado de processos como digestão para os músculos, e faz com que o corpo use glicose, e não a gordura corporal como combustível”.
Quando o estresse é prolongado, o corpo começa a fazer outro hormônio chamado cortisol, que quebra músculos, o que por sua vez leva a um retardamento do metabolismo. Outros estudos descobriram que as pessoas com níveis elevados de cortisol tendem a ganhar peso na barriga.
Como combater o estresse, então? A especialista sugere gastar alguns minutos por dia fazendo uma pausa para relaxar e respirar corretamente. “A respiração diafragmática é melhor para reduzir os níveis de estresse, onde você respira lentamente. Tente fazer 20 destas uma vez por dia”, afirma.


2. Hormônios sexuais
Para muitas mulheres, na semana que antecede a menstruação, o ganho de peso não é novidade. Weaver conhece clientes que ganharam até 3 kg nessa fase, por conta da retenção de líquidos causada pelo aumento dos níveis de estrogênio. Níveis menores de progesterona tornam as coisas ainda piores. “Este hormônio é um agente antiansiedade e diurético que nos permite livrarmos do excesso de líquido”, diz Weaver. “Um estado de baixa progesterona pode levar a um desejo por açúcar, em um esforço para se acalmar, e também pode ter impacto na motivação para o exercício físico”.
Logo, se você tende a ter sintomas de retenção de líquidos, tais como inchaço na barriga, seios inchados ou ganho de peso, tente cortar o café e substitui-lo por chá de ervas durante quatro semanas para ver se os sintomas desaparecem. Acredita-se que substâncias chamadas metilxantinas em produtos à base de cafeína (mesmo depois de terem sido descafeinados) podem contribuir para os sintomas.


3. Níveis elevados de insulina
A insulina é o hormônio produzido no nosso pâncreas que ajuda o corpo a transformar os açúcares dos alimentos em combustível para as células do nosso corpo. Ele transporta a glicose primeiro para o fígado e, em seguida, para os músculos onde é armazenada como glicogênio para ser utilizada como energia. Se há algum excesso, este é armazenado como gordura.
Comer alimentos ricos em carboidratos refinados e açúcares pode levar a excesso de insulina. Adrenalina também causa picos de açúcar no sangue. “Se você não tiver comido por um tempo e estiver sentado em sua mesa e receber 16 e-mails sobre uma crise inesperada no trabalho ou em casa, a produção de adrenalina aumenta”, diz a especialista.
Como você não usa a glicose extra disponível, porque você não tem uma ameaça física para combater de imediato, mais insulina é feita e mais gordura é armazenada. Assim, se você passou meses comendo bem e se exercitando sem resultados, pode ser interessante checar seus níveis de glicose e de insulina no sangue.
Também é uma boa obter carboidratos de alimentos integrais, especialmente hortaliças e frutas, ao invés de pão branco, por exemplo, e certificar-se de que suas refeições contêm proteínas, como carnes magras, peixes, ovos, além de um pouco de gordura, como abacate, nozes, sementes, óleos de oliva e azeitonas. Esta combinação pode diminuir a liberação de glicose no sangue, necessitando de menos insulina.


4. Sistema nervoso
Nossos cérebros são preparados para a sobrevivência em tempos primitivos, e isso pode afetar a forma como nossos corpos queimam gordura. O sistema nervoso autônomo é a parte do seu cérebro da qual você não tem controle consciente. Ele regula a frequência cardíaca, a frequência respiratória, a temperatura e os sistemas imunológico e hormonal. Ele é dividido em duas partes: o simpático, responsável pela resposta de “luta ou fuga”, e o parassimpático, responsável pelo descanso e reparação.
Ambos estes sistemas devem trabalhar em equilíbrio – mas nem sempre isso acontece. “A maioria das pessoas vive em um estado de dominância do simpático, que significa que fica constantemente em estado de luta ou fuga, o que provoca uma sobrecarga de adrenalina que leva o corpo a usar a glicose e não gordura como combustível”.
Por outro lado, o parassimpático ajuda a restaurar a calma, equilíbrio e funções como digestão que sofrem durante períodos de estresse. Para ativá-lo, tente fazer uma prática restaurativa semanal, como Tai Chi, Yoga e Pilates. Se não puder, tente respirar profundamente e sistematicamente ao acordar e dormir.


5. Emoções
Muitas vezes, não comemos chocolate porque estamos com fome. É uma vontade ou sentimento subconsciente que vem para preencher um vazio ou substituir uma sensação ruim. Todos nós batalhamos com emoções negativas em uma base diária. Se por um acaso a comida é um escape frequente para você, como acontece com tantas pessoas, existem alguns passos que você pode tomar para evitar comer quando não está com fome ou sabotar uma dieta por causa de ansiedade.
Experimente, por exemplo, práticas de mindfulness (técnica de meditação também chamada de mente aberta) para ajudá-lo a reconhecer que os sentimentos em si não podem machucá-lo e irão eventualmente embora. [Telegraph]

Resultado da Quina 3990, quinta, 21/01/2016

Resultado da Quina 3990, quinta, 21/01/2016

O resultado da Quina 3990 será divulgado em tempo real no GIGA-SENA dia 21/01/2016, quinta-feira, a partir das 20:20 horas.

A Quina 3990 ocorrerá no dia 21 de janeiro de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.200.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 3990. Quem acertar a QUADRA com 4 números ou o TERNO com 3 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 3990 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 3990 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 3990 DATA 21/01/2016
24
31
36
39
72
 
QUINAQUADRATERNO
prêmio
0,009.649,03195,49
ganhadores
x 0x 51x 3.596
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 22/01/2016Prêmio Estimado: R$ 2.000.000,00

Resultado da Timemania 831, quinta, 21/01/2016

Resultado da Timemania 831, quinta, 21/01/2016

O resultado da Timemania 831 será divulgado em tempo real no GIGA-SENA dia 21/01/2016, quinta-feira, a partir das 20:00 horas.

A Timemania 831 ocorrerá no dia 21 de janeiro de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.200.000,00 para quem acertar o resultado da Timemania 831. Quem acertar 6, 5, 4 ou 3 números, ou o Time do Coração, também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 7 números no resultado da Timemania concurso 831 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Timemania.
Os valores de cada prêmio da Timemania 831 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 831 DATA 21/01/2016
03
11
25
38
39
50
71
Time do Coração
SÃO PAULO/SP
 
7 acertos6 acertos5 acertos4 acertos3 acertosTime
prêmio
0,0071.687,88906,296,002,005,00
ganhadores
x 0x 1x 113x 2.492x 25.193x 25.453
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 23/01/2016Prêmio Estimado: R$ 1.400.000,00