1

1

Google+ Followers

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Aprovar CPMF é fundamental para o país sair da crise, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff defendeu agilidade na aprovação da proposta de emenda à Constituição que recria a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), imposto sobre movimentações bancárias.


"Acho que é fundamental para o país sair mais rápido da crise aprovar a CPMF", disse, durante café da manhã com jornalistas, nesta sexta-feira (15), no Palácio do Planalto.


"Reequilibrar o Brasil em um quadro em que há queda da produtividade implica necessariamente, a não ser que nós façamos uma fala demagógica, em ampliar impostos. Estou me referindo à CPMF", afirmou, ao ser perguntada sobre as dificuldades que o governo terá este ano na relação com o Congresso Nacional.


Dilma argumentou que a CPMF é a solução mais viável do ponto de vista da arrecadação do governo, pois é de "baixa intensidade" e ao mesmo tempo "permite controle de evasão fiscal". De acordo com a presidente, o imposto também é o que menos impacta na inflação.


Fonte: UOL

Consumo excessivo de açúcar aumenta o risco de câncer, diz estudo

Após a Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmar que o café e a carne causam câncer, um estudo da Universidade do Texas relacionou a doença ao consumo excessivo de açúcar.


Segundo os pesquisadores do Anderson Cancer Center, publicado pela revista "Cancer Research", o elevado consumo de açúcar aumenta o risco de tumores nos seios e as metástases no pulmão.


Estudos epidemiológicos anteriores já haviam demonstrado que a sacarose proveniente dos alimentos tem um impacto significativo sobre o desenvolvimento de um carcinoma mamário porque favorece mecanismos inflamatórios ou picos de insulina que ajudam no aparecimento da doença.


Depois de investigar o impacto do açúcar sobre as glândulas mamárias de diversos ratos de laboratório, os especialistas norte-americanos comprovaram o efeito do consumo alimentar de açúcares sobre a ativação de um processo metabólico chamado de 12-LOX (12-lipoxigenase), que facilitaria o crescimento de um tumor e a metástase.


O estudo afirmou que, aos seis meses de idade, 30% dos ratinhos submetidos a uma dieta com controle de açúcar tinham tumores ao passo que entre 58% e 60% dos ratos com dieta enriquecida em sacarose ou frutose desenvolveu tumores mamários.


"É sobretudo a frutose que está sob acusação, mais do que a glicose. Mas, em geral, sabemos que um excessivo consumo de açúcares, amidos e carboidratos determina o aumento de peso até chegar à obesidade, o estresse oxidativo e aos danos microvasculares e cardiovasculares", afirmou Lorenzo Cohen, coautor da pesquisa e professor de Medicina Integrada da Universidade do Texas.


Para o especialista, "agora, se juntam a eles as já numerosas confirmações sobre a relação entre o excesso de açúcares e tumores".


Fonte: UOL (Com ANSA)

Pobres precisam de banheiro, não de celular, diz Banco Mundial

As famílias mais pobres do mundo estão mais propensas a terem telefones celulares do que banheiros ou água limpa.


Isso não necessariamente melhorou a situação delas, segundo um novo relatório do Banco Mundial.


O número de usuários de internet mais que triplicou em uma década, para 3,2 bilhões no final do ano passado, representando mais de 40 por cento da população mundial, disse o banco de desenvolvimento com sede em Washington em um relatório divulgado na quarta-feira intitulado “Dividendos digitais”.


Embora a expansão da internet e de outras tecnologias digitais tenha facilitado a comunicação e promovido um senso de comunidade global, ela não ofereceu o enorme aumento de produtividade que muitos esperavam, disse o banco. Ela também não melhorou as oportunidades para as pessoas mais pobres do mundo, nem ajudou a propagar a “governança responsável”.


“Os benefícios totais da transformação da informação e comunicação somente se tornarão realidade se os países continuarem a melhorar seu clima de negócios, investirem na educação e saúde de sua população e proverem a boa governança”, disse o relatório.


“Nos países em que esses fundamentos são fracos, as tecnologias digitais não impulsionam a produtividade nem reduzem a desigualdade”.


A visão do Banco Mundial contrasta com o otimismo dos empreendedores da tecnologia, como Mark Zuckerberg e Bill Gates, que têm argumentado que o acesso universal à internet é essencial para eliminar a pobreza extrema.


“Quando as pessoas têm acesso às ferramentas e ao conhecimento da internet, elas têm acesso a oportunidades que tornam a vida melhor para todos nós”, diz uma declaração do ano passado assinada por Zuckerberg, Gates e outras pessoas, como Richard Branson e Bono.


Insuficiente
Segundo o Banco Mundial, conectar o mundo “é essencial, mas está longe de ser suficiente” para eliminar a pobreza.


O banco de desenvolvimento visa a reduzir a pobreza extrema -- definição dada a quem vive com uma renda de menos de US$ 1,90 por dia -- a 3 por cento globalmente até 2030.


Em mercados sem concorrência suficiente, as tecnologias digitais podem originar monopólios, limitando a inovação, disse o banco. Embora a internet permita que muitas tarefas sejam automatizadas, ela pode criar uma desigualdade maior se os trabalhadores não têm a habilidade de tirar vantagem dos avanços tecnológicos.


E quando os governos não são responsáveis, a propagação da internet pode permitir que eles exerçam um controle maior.


Em muitos países em desenvolvimento, o acesso à internet e ao telefone celular responde por uma grande parcela da renda. Além disso, alguns países não têm sistemas educacionais que capacitem as pessoas para utilizarem a internet.


Em Mali e Uganda, cerca de três quartos das crianças da 3a série não sabem ler, disse o Banco Mundial.


“Como não é de surpreender, os mais instruídos, bem conectados e mais capazes têm recebido a maior parte dos benefícios” da expansão digital, disse o relatório.


Fonte: Bloomberg

Alerta! A sua toalha de banho ter bactérias de intestino

Com qual frequência você troca sua toalha de banho? Ou melhor, existe uma frequência ideal para lavá-la? Bom, o primeiro passo é pensar o que compõe a "sujeira" da toalha. Ela é composta de pele morta e bactérias do nosso próprio corpo, dizem especialistas ouvidos pelo UOL. Em alguns casos, se ficar perto de um vaso sanitário potente, que forma aerossóis na hora da descarga, pode ter algumas bactérias do intestino, diz o infectologista Gustavo Johanson, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).


No caso das pessoas saudáveis, essas bactérias não são um problema. Se tudo vem do nosso próprio corpo, já estamos acostumados com esses micro-organismos e, até hoje, parecem não haver registros de mortes por usar sua própria toalha. "A grande maioria das bactérias da pele não são patogênicas e estamos adaptados", diz Johanson. Entra aí o bom senso para a limpeza da toalha. "Não existe na literatura médica uma recomendação para lavagem da toalha de pessoas saudáveis. Se o ambiente está quente e úmido, precisa lavar mais rápido do que num ambiente frio e seco, vai do bom senso", diz Johanson.


A microbiologista Maria Teresa Destro, professora aposentada da Universidade de São Paulo (USP), avalia que o bom senso é uma vez por semana. O mais importante, ressaltam os dois, é o cuidado com a toalha no dia-a-dia e na hora da lavagem. "Colocar a toalha em local arejado e mantê-la seca evita a proliferação de bactérias e fungos", diz Maria Teresa.


Como cada um tem sua microbiota, o ideal é não ficar trocando de toalha durante o uso. "E para crianças até 3 anos, que são mais sensíveis, é importante que elas tenham sua própria toalha e que ela fique separada", diz a microbiologista.


Recentemente, em matéria do Tech Insider, o médico Philip Tierno, da Escola de Medicina da Universidade de Nova York, recomendou uma lavagem da toalha a cada três usos para conter a proliferação das bactérias. Maria Teresa lembra que nós, brasileiros, temos mais hábito de tomar banho do que os americanos, portanto, aqui estamos mais limpos a cada uso.


Pessoas imunodeprimidas ou doentes
Se alguém está doente, a situação muda de figura. Pessoas que estejam com doenças transmitidas por fezes e urina, como salmonella, shiguella e até hepatite A, precisam lavar suas toalhas a cada uso, como é feito nos hospitais, lembra Johanson.


No caso de machucados na pele, Maria Teresa recomenda que se tenha uma toalha para enxugar apenas o machucado e não levar a infecção para outros lados do corpo, principalmente para as mucosas dos órgãos genitais, que são mais sensíveis do que a pele.


Como lavar
Para Maria Teresa, o sabão e o sol são as opções mais práticas para limpar a toalha. No caso das crianças até 3 anos, ela recomenda passar. Johanson explica que as bactérias morrem a 60 graus Celsius, portanto ele recomenda que as toalhas e roupas íntimas sejam ou lavadas nesta temperatura (o que não é muito prático), secas na secadora com essa temperatura ou simplesmente, passadas com ferro a essa temperatura.


Fonte: UOL

Livro de educação sexual citado em redes sociais não foi enviado pelo MEC


O Ministério da Educação (MEC) informou, por meio de nota, que não produziu, adquiriu ou distribuiu o livro Aparelho Sexual e Cia, que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para as crianças e jovens brasileiros. O MEC afirmou que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta dos programas de distribuição de materiais didáticos como Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) ou Programa Nacional Biblioteca da Escola (PNBE).


Circula nas redes sociais um vídeo que afirma que o governo distribuiu a obra e, assim, estaria "estimulando precocemente as crianças a se interessarem por sexo". Em um dos vídeos, a acusação é feita pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) que afirma que "livros distribuídos pelo PT ensinam sexo para criancinhas".


O livro em questão é uma publicação da editora Cia das Letras e a empresa informa, em seu catálogo, que a obra já vendeu 1,5 milhão de exemplares em todo o mundo e foi publicada em 10 idiomas.


Segundo o MEC, as informações presentes no vídeo já tinham sido repetidas em 2013. À época, o ministério já havia respondido oficialmente à imprensa que "a informação sobre a suposta recomendação é equivocada e que o livro não consta no Programa Nacional do Livro Didático/PNLD e no Programa Nacional Biblioteca da Escola/PNBE".


Fonte: UOL (Com informações do Portal Brasil)

MEC divulga lista de aprovados do Sisu


O MEC (Ministério da Educação) divulgou nesta segunda-feira (18) a consulta da lista de aprovados do Sisu (Sistema de Seleção Unificada) 2016.


Os estudantes podem consultar o resultado no site do Sisu. Para isso, os candidatos devem ter em mãos o número de inscrição e a senha do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2015.


Os candidatos selecionados devem realizar a matrícula nos dias 22, 25 e 26 de janeiro. Caso não tenha sido selecionado para sua primeira opção de curso, o candidato pode aderir a uma lista de espera, que fica aberta de 18 a 29 de janeiro. As chamadas para essa lista começam em 4 de fevereiro.


De acordo com o ministério, 2.712.937 candidatos se inscreveram no Sisu, que encerrou o prazo às 23h59 da última quinta (14). O número de inscrições chegou a 5.275.613, se considerar que cada candidato pode fazer duas opções de curso.


Nesta primeira edição de 2016, o Sisu ampliou em 10,9% o número de vagas ofertadas em relação à primeira edição de 2015, quando foram ofertadas 205.514 vagas. Ao todo, o sistema oferece nesta edição 228 mil vagas em 131 instituições públicas de ensino superior em todo o Brasil.


O Sisu usa as notas do Enem 2015 para selecionar candidatos às vagas. Para participar do Sisu, contudo, o candidato não poderia ter tirado nota zero na redação do Enem. Ao todo, o Enem 2015 teve 5,8 milhões de participantes.


Pela primeira vez, neste ano a USP (Universidade de São Paulo) também tem vagas selecionadas pelo Sisu. São 13,4%, ou 1.489, das novas matrículas na estadual paulista que serão preenchidas por candidatos via Enem.


Prouni
Estudantes de baixa renda podem solicitar uma bolsa para o ProUni (Programa Universidade para Todos) a partir desta terça-feira (19). As inscrições terminam às 23h59 do dia 22 de janeiro. O programa federal concede o benefício integral ou parcial (50% da mensalidade) para o candidato cursar o ensino superior em instituição privada.


Para isso, o aluno deve cumprir alguns requisitos: ter feito o Enem 2015; ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou bolsista integral em escola privada; não ter diploma de ensino superior e renda familiar mensal per capita de até três salários mínimos (R$ 2.640). O critério de renda, entretanto, não se aplica a professores da rede pública que desejam obter a bolsa para estudar em curso de licenciatura.


A oferta de bolsas terá duas chamadas: a primeira será divulgada em 25 de janeiro e a segunda, no dia 12 de fevereiro. Após essa etapa, o aluno deve procurar a instituição de ensino escolhida e comprovar as informações prestadas no site do ProUni. Se não for selecionado, o candidato pode indicar interesse em participar da lista de espera, no período entre 26 e 29 de fevereiro.


Fonte: Folha.com

Maquetes do Sistema Solar

Maquetes do Sistema Solar 


















http://professoraivaniferreira.blogspot.com.br/2015/05/maquetes-do-sistema-solar-5-ano.html

Construindo Gráficos e Tabelas





EDUCAÇÃO S/A

Trava língua / Parlenda / Poesia

Trava língua Olha o sapo

 Parlenda a Casinha da vovó
 Música O anel
 Poesia Peixinho Azul

EDUCAÇÃO S/A

Leitura de rótulos/ alfabeto dos rótulos

Leitura de rótulos/ alfabeto dos rótulos

EDUCAÇÃO S/A

Resultado da Quina 3987, segunda, 18/01/2016

Resultado da Quina 3987, segunda, 18/01/2016

O resultado da Quina 3987 será divulgado em tempo real no GIGA-SENA dia 18/01/2016, segunda-feira, a partir das 20:15 horas.

A Quina 3987 ocorrerá no dia 18 de janeiro de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 4.500.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 3987. Quem acertar a QUADRA com 4 números ou o TERNO com 3 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 3987 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 3987 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 3987 DATA 18/01/2016
03
50
60
67
77
 
QUINAQUADRATERNO
prêmio
0,0012.326,20250,74
ganhadores
x 0x 53x 3.722
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 19/01/2016Prêmio Estimado: R$ 5.500.000,00

Resultado da Lotofácil 1312, segunda, 18/01/2016

Resultado da Lotofácil 1312, segunda, 18/01/2016

O resultado da Lotofácil 1312 será divulgado em tempo real no GIGA-SENA dia 18/01/2016, segunda-feira, a partir das 20:00 horas.

A Lotofácil 1312 ocorrerá no dia 18 de janeiro de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 1.700.000,00 para quem acertar o resultado da Lotofácil 1312. Quem acertar 14, 13, 12 ou 11 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 15 números no resultado da Lotofácil concurso 1312 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Lotofácil.
Os valores de cada prêmio da Lotofácil 1312 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1312 DATA 18/01/2016
01
02
04
05
06
07
09
11
13
18
19
20
23
24
25
 
15 acertos14 acertos13 acertos12 acertos11 acertos
prêmio
324.262,221.472,4420,008,004,00
ganhadores
x 5x 484x 15.880x 192.710x 1.046.100
Próximo Sorteio: 20/01/2016Prêmio Estimado: R$ 1.500.000,00