1

1

Google+ Followers

terça-feira, 31 de maio de 2016

Resultado da Quina 4097, terça, 31/05/2016

Resultado da Quina 4097, terça, 31/05/2016

O resultado da Quina 4097 será divulgado no GIGA-SENA dia 31/05/2016, terça-feira, a partir das 20:30 horas.

A Quina 4097 ocorrerá no dia 31 de maio de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 600.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 4097. Quem acertar a QUADRA com 4 números, o TERNO com 3 números ou o DUQUE com 2 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 4097 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 4097 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 4097 DATA 31/05/2016
03
11
31
40
61
 
QUINAQUADRATERNODUQUE
prêmio
0,006.885,68131,562,75
ganhadores
x 0x 47x 3.699x 97.053
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 01/06/2016Prêmio Estimado: R$ 1.300.000,00

Resultado da Lotomania 1662, terça, 31/05/2016

Resultado da Lotomania 1662, terça, 31/05/2016

O resultado da Lotomania 1662 será divulgado no GIGA-SENA dia 31/05/2016, terça-feira, a partir das 20:30 horas.

A Lotomania 1662 ocorrerá no dia 31 de maio de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 450.000,00 para quem acertar o resultado da Lotomania 1662. Quem não acertar nenhum número ou acertar 19, 18, 17, 16 ou 15 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 20 números no resultado da Lotomania concurso 1662 o prêmio principal acumula para opróximo concurso da Lotomania.
Os valores de cada prêmio da Lotomania 1662 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1662 DATA 31/05/2016
02
05
06
16
25
28
31
33
35
40
54
57
64
70
77
78
82
88
93
99
 
20 acertos19 acertos18 acertos17 acertos16 acertos15 acertos00 acertos
prêmio
574.630,3534.052,171.467,76162,0525,465,62102.156,53
ganhadores
x 1x 6x 87x 788x 5.015x 22.721x 1
Próximo Sorteio: 03/06/2016Prêmio Estimado: R$ 400.000,00

Resultado da Dupla Sena 1498, terça, 31/05/2016

Resultado da Dupla Sena 1498, terça, 31/05/2016

O resultado da Dupla Sena 1498 será divulgado no GIGA-SENA dia 31/05/2016, terça-feira, a partir das 20:30 horas.

A Dupla Sena 1498 ocorrerá no dia 31 de maio de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 6.400.000,00 para quem acertar o resultado da Dupla Sena 1498 no primeiro sorteio. Quem acertar a QUINA com 5 números ou a QUADRA com 4 números em qualquer um dos dois sorteios também ganha prêmio de menor valor. Se não houver ganhador com 6 números no resultado da Dupla Sena concurso 1498 em qualquer um dos dois sorteios o prêmio acumula para o primeiro sorteio do próximo concurso da Dupla Sena.
Os valores de cada prêmio da Dupla Sena 1498 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1498 DATA 31/05/2016
1º Sorteio
05
13
19
25
26
44
 
SENAQUINAQUADRA
prêmio
0,002.470,2353,87
ganhadores
x 0x 50x 2.620
ACUMULOU!
2º Sorteio
05
15
18
19
41
49
SENAQUINAQUADRA
0,003.166,9777,17
x 0x 39x 1.829
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 02/06/2016Prêmio Estimado: R$ 7.000.000,00

Resultado da Timemania 884, terça, 31/05/2016

Resultado da Timemania 884, terça, 31/05/2016

O resultado da Timemania 884 será divulgado no GIGA-SENA dia 31/05/2016, terça-feira, a partir das 20:30 horas.

A Timemania 884 ocorrerá no dia 31 de maio de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 7.300.000,00 para quem acertar o resultado da Timemania 884. Quem acertar 6, 5, 4 ou 3 números, ou o Time do Coração, também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 7 números no resultado da Timemania concurso 884 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Timemania.
Os valores de cada prêmio da Timemania 884 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 884 DATA 31/05/2016
28
32
35
71
72
73
74
Time do Coração
UNIÃO SÃO JOÃO/SP
 
7 acertos6 acertos5 acertos4 acertos3 acertosTime
prêmio
0,0021.785,73860,526,002,005,00
ganhadores
x 0x 6x 217x 4.077x 35.565x 6.245
ACUMULOU!
Próximo Sorteio: 02/06/2016Prêmio Estimado: R$ 8.000.000,00

Dinheiro é o melhor remédio para prolongar a sua vida

De acordo com uma nova pesquisa (que envolveu a Universidade de Stanford, o Instituto de Tecnologia de Massachusetts e a Universidade de Harvard), ter uma renda maior pode aumentar sua expectativa de vida.

Os cientistas analisaram quanta diferença a renda fazia na expectativa de vida, bem como a forma como isso muda por localização geográfica, através dos Estados Unidos.


Para isso, usaram os dados de impostos declarados entre 1999 e 2014 de 1,4 bilhões de indivíduos, com idades entre 40 a 76 anos. Destes, cerca de 4 milhões de homens e 2,7 milhões de mulheres morreram.


Mais dinheiro, mais vida
Os resultados foram bastante impressionantes. Os pesquisadores descobriram que os 1% mais ricos viviam uma média de 14,6 anos a mais (no caso dos homens) e 10,1 anos a mais (no caso das mulheres), em comparação com os 1% mais pobres.
Para colocar isso em contexto, enquanto um homem no topo 1% pode esperar viver até a idade de 87,3 anos, e uma mulher até 88,9 anos, seus compatriotas na ponta de baixo da tabela só esperam viver até aos 72,7 e 78,8 anos de idade, respectivamente.
Além disso, a diferença entre renda e expectativa de vida piorou ao longo do tempo. Entre 2001 e 2014, os 5% mais ricos tiveram um aumento de expectativa de vida de cerca de 2,5 anos (2,34 para homens e 2,91 para mulheres), enquanto a expectativa de vida para aqueles 5% mais pobres aumentou 0,32 anos para os homens e 0,04 anos para as mulheres.


Em cidades mais ricas, os pobres vivem mais
A expectativa de vida também variou entre as áreas geográficas. A diferença entre a maior e a menor expectativa de vida foi de aproximadamente 4,5 anos em diferentes cidades, em uma população de mesma renda (no caso, os 20% mais pobres).
Os pesquisadores queriam analisar por que isso acontecia, e descobriram que as diferenças diminuíam entre as cidades se você tinha uma população maior de imigrantes, mais pessoas graduadas e mais gastos do governo.
Por exemplo, os indivíduos de baixa renda tendiam a viver mais tempo em cidades com populações altamente qualificadas, rendimentos elevados e altos níveis de gastos do governo, como Nova York e San Francisco.
Nessas cidades, a expectativa de vida para os indivíduos 5% mais pobres foi de aproximadamente 80 anos. Em contraste, em cidades como Gary, no estado de Indiana, e Detroit, em Michigan, a expectativa foi de aproximadamente 75 anos. Indivíduos de baixa renda que viviam em cidades com populações altamente qualificadas também apresentaram os maiores ganhos na expectativa de vida durante os anos 2000.


Ações para aumentar a expectativa de vida
Das 10 áreas metropolitanas dos Estados Unidos com a maior expectativa de vida para os pobres, seis estavam na Califórnia. As outras quatro eram Miami, Nova Iorque, Newark e Boston.
Embora essas cidades apresentem grande desigualdade de renda, também são cidades com boas políticas de saúde pública, como a proibição de fumar. Pode ser que elas tenham políticas específicas que ajudem a população de baixa renda.
São necessários mais estudos para ver o que essas áreas fazem de diferente que poderia contribuir para uma maior expectativa de vida, a fim de saber se é possível aplicar os mesmos conceitos em outros locais. [MedicalXpress]

Estudo revela 11 hábitos de mulheres magras para você adotar já.

Magra de ruim? Nem tanto. Um estudo revelou 11 hábitos das mulheres que sempre mantiveram o peso em dia, saiba quais são e adote-os já!

A predisposição genética pode ser uma grande aliada – ou sua pior inimiga – quando o assunto é a luta contra a balança. No entanto, a análise da rotina de 147 pessoas (118 mulheres) cujo peso nunca oscilou muito aponta que, sim, alguns hábitos alimentares fazem toda a diferença para emagrecer e manter o peso. Dá só uma olhada nos achados de um levantamento feito peloGlobal Healthy Weight Registry, site criado por Brian Wansink, diretor do Food and Brand Lab, centro de pesquisa da Universidade Cornell, nos Estados Unidos:

96% não abrem mão do café da manhã
92% estão sempre de olho no que comem
81% não exageram no consumo de bebidas alcoólicas
63% comem vegetais no jantar
61% dizem que frango é sua carne favorita
52% treinam pelo menos quatro vezes por semana
47% não seguem um regime específico
35% nem chegam perto de refrigerantes
35% afirmam reservar espaço para a salada no almoço diariamente
24% checam os ponteiros da balança todos os dias
20% elegeram frutas e oleaginosas como seus snacks preferidos

Fonte: http://corpoacorpo.uol.com.br/dieta/dieta-de-emergencia/estudo-revela-11-habitos-de-mulheres-magras-para-voce-adotar-ja/10176 - Texto Vand Vieira e Giuliana Cury | Adaptação Ana Araujo - Foto: Shutterstock

A ingestão de álcool pode interferir no desempenho sexual?

Consultamos um especialista para esclarecer se a ingestão de álcool pode interferir no desempenho sexual. Fique por dentro!

O álcool pode ser o responsável pela disfunção erétil. “A armadilha em que muitos caem é a de achar que o estado alterado da mente é um fator de desinibição na hora do sexo, além de acreditar que só conseguirão sentir prazer sob esse efeito”, conta Wagner Raiter José, membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).


O que acontece é que o álcool causa euforia inicial, levando a um estado de desinibição, mas chega um momento em que a pessoa não responde mais de maneira adequada aos estímulos. Na sequência, ocorre um quadro de depressão pós-euforia, em que há diminuição da libido e da ereção. Além disso, “quando a ingestão alcoólica é exagerada, o indivíduo pode desenvolver distúrbios que, posteriormente, serão a causa de uma disfunção erétil, como patologias hepáticas e cardiovasculares”, explica José. 


Evite o consumo de álcool em excesso não só pelo prazer sexual, mas para toda a sua saúde. E se a dificuldade já se instalou, hoje existem tratamentos, como uso de fitoterápicos, reposição hormonal, injeções e cirurgias. Converse com um médico.

Fonte: http://revistavivasaude.uol.com.br/clinica-geral/a-ingestao-de-alcool-pode-interferir-no-desempenho-sexual/6165/ - Por Letícia Ronche | Foto Shutterstock | Adaptação Kelly Miyazzato.

Conheça os oito erros que mais reprovam motociclistas no exame.

A cada mês na cidade de São Paulo (SP) mais de 3.000 pessoas se submetem ao exame prático para conseguir a "carta de moto" -- a CNH na categoria A.


Três em cada dez alunos cometem alguma falha, que não escapam aos olhos dos examinadores do Detran: de setembro de 2015 a fevereiro de 2016, foram aplicados 18.824 exames na cidade e 6.278 candidatos foram reprovados.


Segundo o diretor de Habilitação do Detran-SP, Maxwell Borges Vieira, a função do exame prático é averiguar se o aluno é capaz de dominar a moto.


Ter bom desempenho na prova será fruto da dedicação durante todo o processo de habilitação, quando recebe informações sobre teoria e prática com a motocicleta. Durante o percurso, o candidato deve mostrar equilíbrio, capacidade de manobra, uso adequado de sinalização e reflexo rápido diante de obstáculos.


As falhas que reprovam
Muitos alunos são reprovados por pequenos deslizes. Os mais comuns são:
1. Iniciar a prova sem estar com o capacete devidamente ajustado ou afivelado à cabeça;
2. Deixar a viseira levantada ou não usar óculos de proteção;
3. Avançar sobre o meio-fio ou a indicação de parada obrigatória;
4. Abalroar um ou mais cones de balizamento;
5. Colocar o(s) pé(s) no chão com a moto em movimento;
6. Não manter equilíbrio na "prancha", saindo lateralmente dela;
7. Errar o percurso ou não completar o "8" de maneira correta;
8. Cair da motocicleta durante a prova ou provocar acidente durante a realização do exame, como bater em outra moto.




Perder o equilíbrio na faixa, conhecida como prancha, também encerra exame


Calma e segurança
Muitas vezes o aluno faz os exercícios com facilidade durante as aulas com o instrutor. No dia do exame, porém, fica nervoso e acaba reprovado.
Segundo Raquel Almqvist, doutora em Psicologia do Trânsito da Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego), é possível evitar esse problema tomando alguns cuidados básicos.
Entre eles controlar a ansiedade e marcar a data do exame somente ao se sentir seguro.
"Faça o exame como se fosse mais uma aula e veja o examinador como o seu instrutor", indica a psicóloga do trânsito, que recomenda ao candidato pensar como se estivesse demonstrando o que fez na última aula -- e não sendo avaliado.
Outra dica interessante é não falar com outros candidatos antes de entrar na prova. "Feche os olhos e ouvidos para a ansiedade dos outros candidatos. Não são concorrentes, mas podem te prejudicar ao aumentar sua ansiedade", reforça a especialista.
Vale ainda ter seu próprio capacete e conhecer o local da prova alguns dias antes. Desta forma, o candidato fica mais familiarizado com o ambiente e mais seguro no momento do exame.
Se alimentar de forma correta e manter a hidratação são fatores importantes que também contribuem para estar bem-disposto e seguro para dominar a moto.


Sete aparelhos elétricos com consumo surpreendente de eletricidade - e como reduzi-lo

Algumas residências hoje em dia se parecem mais com um cibercafé com tablets, laptops, smartphones (um ou mais para cada membro da família) e videogames espalhados pelos vários cômodos.


Estes aparelhos às vezes competem pelas tomadas junto com os eletrodomésticos mais tradicionais como máquinas de lavar, geladeiras etc.


E, como não podemos "enxergar" a eletricidade, não conseguimos imaginar o quanto está sendo consumido por todos estes aparelhos.


Algumas organizações, como o Centro para Energia Sustentável da Grã-Bretanha, oferecem algumas estimativas do gasto dos aparelhos mais comuns, apesar de poder haver variações significativas dependendo do tamanho e modelos.


A BBC Mundo, serviço em espanhol da BBC, pegou a média de consumo e converteu essas estimativas no equivalente ao consumo de lâmpadas mais comuns, as de 60w, como uma forma de tentar "visualizar" o consumo.


Claro que estes são apenas dados de referência. Mas, mesmo assim, enquanto é possível ver os mais famosos entre os aparelhos que gastam demais, alguns deles são surpreendentes pelo baixo consumo.


Televisão (LCD, de 125 a 200w) - 2,7 lâmpadas.
Torradeira (de 800 a 1.500w) - 19 lâmpadas
Videogame (de 45 a 190w) - 2 lâmpadas
Secador de cabelos (1.000w) - 16 lâmpadas
Chuveiro Elétrico (de 7.000 a 10.500w) - 145 lâmpadas
Laptop (de 20 a 50w) - 0,58 lâmpada
Carregador de Smartphone (de 2,5 a 5w) - 0,06 lâmpada



Como economizar
Veja abaixo alguns conselhos básicos para impedir que alguns destes aparelhos aumentam demais a sua conta de eletricidade.


Televisão
Além do mais óbvio, desligar quando não está assistindo, a página sobre provedores de eletricidade da Grã-Bretanha uSwitch recomenda que o consumidor preste atenção na "idade" do televisor - quanto mais velho, menos eficiente - e também no modelo.
"Uma (televisão) LCD de 32 polegadas eficiente usa a metade da eletricidade de uma TV de plasma de 42 polegadas", afirmou o site.


Torradeira
O aparentemente elevado consumo elétrico da torradeira é compensada pelo fato de que ela é usada por poucos minutos ao dia.
Por isso que a maioria dos conselhos têm a ver, em geral, com o uso apropriado do aparelho.
De acordo com o uSwitch, o ato de cozinhar é responsável por em média 4% de consumo de gás e eletricidade em uma residência britânica.


Videogame
Sites especializados afirmam que há duas grandes fontes de desperdício de eletricidade em uma casa: assistir a filmes com o aparelho de videogame e deixá-lo no modo stand by.
Portanto é melhor evitar estes comportamentos.


Secador de cabelos e chuveiro elétrico
Os secadores de cabelos estão entre os aparelhos que os especialistas consideram os maiores consumidores de energia e parece não haver uma solução fácil para diminuir o consumo.
Os especialistas apenas aconselham as pessoas a deixar o cabelo secar naturalmente. Algo bem mais fácil de fazer durante o verão.


Chuveiro elétrico
O chuveiro elétrico é sempre considerado um dos grandes vilões no gasto de energia, e o conselho é sempre diminuir o tempo do banho e evitar usar o aparelho no modo inverno o tempo todo.
Mas, segundo alguns especialistas, há um dado surpreendente: os chuveiros elétricos podem ser mais eficientes na economia de energia do que um aquecedor a gás. Mas, vale a mesma dica de antes, não demorar muito no banho.


Laptop
Para o laptop o conselho também é simples: basta desligar quando não estiver em uso.
"Se deixar ligado sem fazer nada, você usará quase tanta eletricidade como se estivesse analisando números ou acessando informações", informou o site uSwitch.


Carregador de telefone
Os especialistas concordam que a tecnologia permitiu aumentar tanto a eficiência dos carregadores que praticamente qualquer medida de economia terá um impacto muito pequeno na conta de eletricidade.
Mas quando a pequena economia de uma pessoa é somada com a de muitas, o impacto pode ser significativo.
E, levando em conta que hoje em dia é muito rápido carregar um telefone, a recomendação é carregar o smartphone ao chegar do trabalho e retirá-lo da tomada assim que a bateria estiver com 100% de carga ou antes de dormir. Não deixe o celular carregando a noite inteira.


5 razões para crer no futuro do planeta Terra.

O aquecimento global, aniquilamento da floresta Amazônica, poluição dos rios e mares, morte de recifes de corais e cidades inteiras na China que nunca têm um dia sequer de céu azul nos fazem perder a esperança de ver a humanidade coexistindo com o seu ambiente.


Antes de construir o seu bunker no quintal para se isolar do mundo catastrófico exterior, saiba que ainda há motivos para crer que vamos corrigir nossos erros e pelo menos frear os danos humanos causados ao planeta. Confira 5 deles:


5. 195 países concordaram em conter o efeito estufa
Em dezembro de 2015, 195 países concordaram em se envolver ativamente na mudança climática. O Acordo de Paris traz medidas para reduzir a emissão de dióxido de carbono a partir de 2020.
A boa notícia é que houve uma enorme adesão de quase todos os países: no primeiro dia em que foi possível assinar o acordo, 175 países já o fizeram, no último 22 de abril. O documento pode ser assinado até o dia 21 de abril de 2017.
O acordo entra em vigor trinta dias depois que pelo menos 55 países que geram pelo menos 55% do total global das emissões de gases de efeito estufa entregarem seus documentos que comprovam o planejamento interno para cumprir o acordo. Ou seja: apenas assinar não é o suficiente, mas pode ser que o acordo entre em vigor até antes de 2020.
O objetivo desse acordo é impedir até 2100 que o aumento da temperatura global seja de mais de 2° C em relação aos níveis pré-industriais e ajudar países em desenvolvimento a se adaptar aos efeitos adversos da mudança climática que não puderem ser evitados.
Para fazer isso, as emissões de CO2 têm que começar a cair assim que possível e zerar em algum momento depois de 2050.


4. A energia solar está ficando cada vez mais barata
Se vamos precisar cortar a geração de dióxido de carbono, a melhor maneira para isso é parar de usar combustíveis como carvão, derivados de petróleo e gás natural. Seus substitutos? Energia gerada por meios limpos como sol e vento.
Um estímulo para o uso desse tipo de energia é que gerar eletricidade a partir da luz solar tem ficado cada vez mais barato. Em apenas cinco anos, os custos para gerar essa eletricidade caíram pela metade.
Nos Estados Unidos, o custo para gerar um watt de energia com painéis instalados entre 2007 e 2009 era de US$6,30. Já em 2014 caiu para US$3,10, de acordo com o Departamento de Energia americano. “O sol pode ser a maior fonte de energia elétrica até 2050”, afirma a Agência Internacional de Energia.


3. O mundo investiu 2x mais em energia limpa do que em carvão e gás natural em 2015
Em 2015, o investimento global em energia limpa foi de US$286 bilhões, enquanto o investimento em novos projetos envolvendo petróleo e carvão foi de US$130 bilhões, de acordo com um relatório da ONU.
Bill Gates e outros visionários têm investido em projetos moonshot, ou seja, aqueles que não vão trazer lucro tão cedo, mas que pretendem lidar de forma radical com um problema atual.


2. Carros elétricos estão se popularizando
Já pensou que beleza ter suas próprias placas solares no telhado de casa que geram eletricidade suficiente para recarregar seu carro elétrico? Isso significaria o fim às visitas aos postos de combustível, que tomam tempo e deixam sua carteira mais vazia.
Além do benefício individual, há também a vantagem global: 15% da poluição do mundo todo é gerada por meios de transporte. Assim que os carros elétricos ficarem mais acessíveis, isso pode virar uma coisa normal. E pode acontecer em breve: um carro elétrico da Tesla Motors foi lançado no início de 2016 com o preço de US$35 mil.


1. China finalmente parece estar se mexendo
A China e suas cidades cheias de fábricas costumam levar a culpa pela mudança climática. Enquanto não parece ser economicamente interessante para o país diminuir sua gigantesca produção, ele parece estar se movimentando na direção de cortar a geração de poluentes.
Além de ter se comprometido a assinar o Acordo de Paris – a China prometeu aderir ao acordo antes da reunião do G20 em Hangzhou em setembro deste ano -, o país esta experimentando sistemas de carbon pricing. Neles, quem emitir CO2 deve pagar pela emissão.
Além sido, foi anunciado um planejamento de cinco anos para diminuir em 18% a geração de poluição na China, entre 2015 e 2020. [CNN]







TERÇA-FEIRA, 3 DE MAIO DE 2016


Aqui eles desvendam as crenças mais ouvidas nos consultórios e fora deles


Andar descalço causa gripe e resfriado? Álcool corta o efeito do antibiótico? Celular causa câncer? Médicos gabaritados contam para a gente as maiores crenças que ouvem nos consultórios e revelam a verdade sobre elas. Veja quais são:


Dormir logo após comer causa indigestão
É mito! "Muito pelo contrário, quanto menos atividades a pessoa faz após as refeições, mais o corpo consegue se empenhar em realizar uma boa digestão", explica o clínico geral Abrão José Cury Junior, presidente do departamento científico de Clínica Médica da Associação Paulista de Medicina. "A soneca, inclusive, ajuda a melhorar a qualidade de vida", ressalta o especialista.


Bebida gelada causa pneumonia ou dor de garganta
Você provavelmente já ouviu de sua mãe: "não tome gelado que você vai ficar com dor de garganta". Bom, saiba que bebidas geladas (ou sorvete) não causam dor de garganta, pneumonia ou gripe. "Não tem nada a ver, esses problemas são causados por vírus ou bactérias. No entanto, há pessoas que têm problemas de origem alérgica relacionados ao frio", destaca o clínico geral Alfredo Salim Helito, do Hospital Sírio Libanês. Alguns quadros clínicos que podem ser desencadeados devido ao frio são: sinusite e asma, ambas doenças respiratórias, e até mesmo a urticária por exposição a temperaturas baixas.


Andar descalço causa gripe
É mito! Andar descalço não aumenta o risco de uma pessoa ter gripes e muito menos pneumonia. "As causas dessas doenças são vírus e bactérias, portanto não há relação", afirma o clínico geral e infectologista Paulo Olzon, professor do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).


É preciso dormir 8 horas
Mais um mito derrubado, agora você já pode dormir tranquilo. "Cada um possui uma quantidade de horas que precisam dormir para reparar o organismo. Existem pessoas que precisam de menos de oito horas, enquanto há aquelas que necessitam de mais de 8 horas", observa a clínica geral Bertha Furlan Polegato, professora da Faculdade de Medicina de Botucatu (Unesp).


Tomar banho depois de comer faz mal
Mais uma crença popular derrubada. "O problema está em ir para a sauna depois de comer, pois isto leva a uma vasodilatação e a pessoa fica com a pressão baixa. Os exercícios também não são orientados, pois o corpo precisa focar na digestão", afirma Abrão José Cury Junior.


Água com açúcar acalma os nervos
A água com açúcar, infelizmente, não serve como calmante natural. "E ainda não proporciona nenhum benefício para a saúde", diz o clínico geral Alfredo Salim Helito, do Hospital Sírio Libanês. Quando ingerido, o açúcar se transforma em energia para o organismo, sem qualquer efeito sedativo. A sensação de calma pode ocorrer se a pessoa costuma sempre recorrer aos doces em momentos de ansiedade e nervosismo e se sente melhor depois disso, mas isso seria um efeito psicológico e não da água com açúcar em si.


Tomar ar gelado entorta a boca
A ideia de que receber uma rajada de ar gelado quando saímos de um ambiente mais quente, como um banho, pode entortar a boca também é falsa. A lenda é de que o choque térmico, como sair do banho quente e abrir a geladeira, levaria à esta paralisia. "Isto nunca foi comprovado cientificamente, não passa de um mito", afirma o clínico geral e nutrólogo Roberto Navarro.
Entre as reais causas da paralisia facial temos: infecção ou inflamação no nervo facial, trauma na cabeça, infarto, problemas de ouvido, hipertensão, diabetes, doença de Lyme, Guillain-Barré e Síndrome de Ramsay-Hunt.


Existem substâncias "milagrosas"
Pílula do câncer, chá que trata o diabetes, chá que emagrece....As pessoas adoram eleger substâncias capazes de resolver questões de saúde rapidamente. "A verdade é que não existem milagres para solucionar problemas de saúde, mas sim tratamentos comprovados e mudanças de hábitos", alerta Bertha Furlan Polegato.


Celular causa tumor no cérebro
O uso frequente do celular não é capaz de causar tumor no cérebro, pelo menos é o que se sabe até agora sobre o assunto. Muita gente acredita que a radiação emitida pelos celulares poderiam levar ao câncer. "Não há nada comprovado cientificamente assim como também nunca foi provado que o celular perto do coração pode causar arritmia", diz Alfredo Salim Helito.


Ler em locais mais escuros prejudica a visão
Ler em ambientes mais escuros não irá prejudicar a sua visão (mas também não vai facilitar a leitura, é fato). "Não se perde a visão em função disso", defende Paulo Olzon. A única coisa que pode ocorrer é a pessoa ter dificuldades para enxergar por causa da pouca luz, mas mesmo que ela 'aperte' os olhos a visão não será afetada. Assistir televisão também não prejudica a visão.


Micro-ondas provoca câncer
"Esquentar comidas no micro-ondas ou mesmo ficar na frente do micro-ondas não tem relação com câncer. Isso é um mito, o micro-ondas não aumenta o risco de câncer", explica Paulo Olzon. Não existem estudos que comprovem isso, especialmente porque o que faz com que o alimento aqueça é nada mais, nada menos do que água. O micro-ondas caseiro só pode operar em uma certa frequência, a 2450 megahertz. Como funciona: em uma molécula de água que tem o positivo e o negativo, as micro-ondas fazem com que a molécula (de água) vibre. E é esse mecanismo que produz calor e aquece o alimento.


Álcool corta o efeito dos antibióticos
Misturar bebidas alcoólicas e antibióticos pode cortar o efeito do medicamento ou mesmo causar uma grande reação no organismo? Não! "Isso é um mito. Claro que se a pessoa está doente é melhor se resguardar e evitar o álcool, mas isso não quer dizer que se ela beber terá grandes problemas de saúde", explica Alfredo Salim Helito.



5 razões para crer no futuro do planeta Terra

O aquecimento global, aniquilamento da floresta Amazônica, poluição dos rios e mares, morte de recifes de corais e cidades inteiras na China que nunca têm um dia sequer de céu azul nos fazem perder a esperança de ver a humanidade coexistindo com o seu ambiente.


Antes de construir o seu bunker no quintal para se isolar do mundo catastrófico exterior, saiba que ainda há motivos para crer que vamos corrigir nossos erros e pelo menos frear os danos humanos causados ao planeta. Confira 5 deles:


5. 195 países concordaram em conter o efeito estufa
Em dezembro de 2015, 195 países concordaram em se envolver ativamente na mudança climática. O Acordo de Paris traz medidas para reduzir a emissão de dióxido de carbono a partir de 2020.
A boa notícia é que houve uma enorme adesão de quase todos os países: no primeiro dia em que foi possível assinar o acordo, 175 países já o fizeram, no último 22 de abril. O documento pode ser assinado até o dia 21 de abril de 2017.
O acordo entra em vigor trinta dias depois que pelo menos 55 países que geram pelo menos 55% do total global das emissões de gases de efeito estufa entregarem seus documentos que comprovam o planejamento interno para cumprir o acordo. Ou seja: apenas assinar não é o suficiente, mas pode ser que o acordo entre em vigor até antes de 2020.
O objetivo desse acordo é impedir até 2100 que o aumento da temperatura global seja de mais de 2° C em relação aos níveis pré-industriais e ajudar países em desenvolvimento a se adaptar aos efeitos adversos da mudança climática que não puderem ser evitados.
Para fazer isso, as emissões de CO2 têm que começar a cair assim que possível e zerar em algum momento depois de 2050.


4. A energia solar está ficando cada vez mais barata
Se vamos precisar cortar a geração de dióxido de carbono, a melhor maneira para isso é parar de usar combustíveis como carvão, derivados de petróleo e gás natural. Seus substitutos? Energia gerada por meios limpos como sol e vento.
Um estímulo para o uso desse tipo de energia é que gerar eletricidade a partir da luz solar tem ficado cada vez mais barato. Em apenas cinco anos, os custos para gerar essa eletricidade caíram pela metade.
Nos Estados Unidos, o custo para gerar um watt de energia com painéis instalados entre 2007 e 2009 era de US$6,30. Já em 2014 caiu para US$3,10, de acordo com o Departamento de Energia americano. “O sol pode ser a maior fonte de energia elétrica até 2050”, afirma a Agência Internacional de Energia.


3. O mundo investiu 2x mais em energia limpa do que em carvão e gás natural em 2015
Em 2015, o investimento global em energia limpa foi de US$286 bilhões, enquanto o investimento em novos projetos envolvendo petróleo e carvão foi de US$130 bilhões, de acordo com um relatório da ONU.
Bill Gates e outros visionários têm investido em projetos moonshot, ou seja, aqueles que não vão trazer lucro tão cedo, mas que pretendem lidar de forma radical com um problema atual.


2. Carros elétricos estão se popularizando
Já pensou que beleza ter suas próprias placas solares no telhado de casa que geram eletricidade suficiente para recarregar seu carro elétrico? Isso significaria o fim às visitas aos postos de combustível, que tomam tempo e deixam sua carteira mais vazia.
Além do benefício individual, há também a vantagem global: 15% da poluição do mundo todo é gerada por meios de transporte. Assim que os carros elétricos ficarem mais acessíveis, isso pode virar uma coisa normal. E pode acontecer em breve: um carro elétrico da Tesla Motors foi lançado no início de 2016 com o preço de US$35 mil.


1. China finalmente parece estar se mexendo
A China e suas cidades cheias de fábricas costumam levar a culpa pela mudança climática. Enquanto não parece ser economicamente interessante para o país diminuir sua gigantesca produção, ele parece estar se movimentando na direção de cortar a geração de poluentes.
Além de ter se comprometido a assinar o Acordo de Paris – a China prometeu aderir ao acordo antes da reunião do G20 em Hangzhou em setembro deste ano -, o país esta experimentando sistemas de carbon pricing. Neles, quem emitir CO2 deve pagar pela emissão.
Além sido, foi anunciado um planejamento de cinco anos para diminuir em 18% a geração de poluição na China, entre 2015 e 2020. [CNN]







TERÇA-FEIRA, 3 DE MAIO DE 2016


Aqui eles desvendam as crenças mais ouvidas nos consultórios e fora deles


Andar descalço causa gripe e resfriado? Álcool corta o efeito do antibiótico? Celular causa câncer? Médicos gabaritados contam para a gente as maiores crenças que ouvem nos consultórios e revelam a verdade sobre elas. Veja quais são:


Dormir logo após comer causa indigestão
É mito! "Muito pelo contrário, quanto menos atividades a pessoa faz após as refeições, mais o corpo consegue se empenhar em realizar uma boa digestão", explica o clínico geral Abrão José Cury Junior, presidente do departamento científico de Clínica Médica da Associação Paulista de Medicina. "A soneca, inclusive, ajuda a melhorar a qualidade de vida", ressalta o especialista.


Bebida gelada causa pneumonia ou dor de garganta
Você provavelmente já ouviu de sua mãe: "não tome gelado que você vai ficar com dor de garganta". Bom, saiba que bebidas geladas (ou sorvete) não causam dor de garganta, pneumonia ou gripe. "Não tem nada a ver, esses problemas são causados por vírus ou bactérias. No entanto, há pessoas que têm problemas de origem alérgica relacionados ao frio", destaca o clínico geral Alfredo Salim Helito, do Hospital Sírio Libanês. Alguns quadros clínicos que podem ser desencadeados devido ao frio são: sinusite e asma, ambas doenças respiratórias, e até mesmo a urticária por exposição a temperaturas baixas.


Andar descalço causa gripe
É mito! Andar descalço não aumenta o risco de uma pessoa ter gripes e muito menos pneumonia. "As causas dessas doenças são vírus e bactérias, portanto não há relação", afirma o clínico geral e infectologista Paulo Olzon, professor do Departamento de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).


É preciso dormir 8 horas
Mais um mito derrubado, agora você já pode dormir tranquilo. "Cada um possui uma quantidade de horas que precisam dormir para reparar o organismo. Existem pessoas que precisam de menos de oito horas, enquanto há aquelas que necessitam de mais de 8 horas", observa a clínica geral Bertha Furlan Polegato, professora da Faculdade de Medicina de Botucatu (Unesp).


Tomar banho depois de comer faz mal
Mais uma crença popular derrubada. "O problema está em ir para a sauna depois de comer, pois isto leva a uma vasodilatação e a pessoa fica com a pressão baixa. Os exercícios também não são orientados, pois o corpo precisa focar na digestão", afirma Abrão José Cury Junior.


Água com açúcar acalma os nervos
A água com açúcar, infelizmente, não serve como calmante natural. "E ainda não proporciona nenhum benefício para a saúde", diz o clínico geral Alfredo Salim Helito, do Hospital Sírio Libanês. Quando ingerido, o açúcar se transforma em energia para o organismo, sem qualquer efeito sedativo. A sensação de calma pode ocorrer se a pessoa costuma sempre recorrer aos doces em momentos de ansiedade e nervosismo e se sente melhor depois disso, mas isso seria um efeito psicológico e não da água com açúcar em si.


Tomar ar gelado entorta a boca
A ideia de que receber uma rajada de ar gelado quando saímos de um ambiente mais quente, como um banho, pode entortar a boca também é falsa. A lenda é de que o choque térmico, como sair do banho quente e abrir a geladeira, levaria à esta paralisia. "Isto nunca foi comprovado cientificamente, não passa de um mito", afirma o clínico geral e nutrólogo Roberto Navarro.
Entre as reais causas da paralisia facial temos: infecção ou inflamação no nervo facial, trauma na cabeça, infarto, problemas de ouvido, hipertensão, diabetes, doença de Lyme, Guillain-Barré e Síndrome de Ramsay-Hunt.


Existem substâncias "milagrosas"
Pílula do câncer, chá que trata o diabetes, chá que emagrece....As pessoas adoram eleger substâncias capazes de resolver questões de saúde rapidamente. "A verdade é que não existem milagres para solucionar problemas de saúde, mas sim tratamentos comprovados e mudanças de hábitos", alerta Bertha Furlan Polegato.


Celular causa tumor no cérebro
O uso frequente do celular não é capaz de causar tumor no cérebro, pelo menos é o que se sabe até agora sobre o assunto. Muita gente acredita que a radiação emitida pelos celulares poderiam levar ao câncer. "Não há nada comprovado cientificamente assim como também nunca foi provado que o celular perto do coração pode causar arritmia", diz Alfredo Salim Helito.


Ler em locais mais escuros prejudica a visão
Ler em ambientes mais escuros não irá prejudicar a sua visão (mas também não vai facilitar a leitura, é fato). "Não se perde a visão em função disso", defende Paulo Olzon. A única coisa que pode ocorrer é a pessoa ter dificuldades para enxergar por causa da pouca luz, mas mesmo que ela 'aperte' os olhos a visão não será afetada. Assistir televisão também não prejudica a visão.


Micro-ondas provoca câncer
"Esquentar comidas no micro-ondas ou mesmo ficar na frente do micro-ondas não tem relação com câncer. Isso é um mito, o micro-ondas não aumenta o risco de câncer", explica Paulo Olzon. Não existem estudos que comprovem isso, especialmente porque o que faz com que o alimento aqueça é nada mais, nada menos do que água. O micro-ondas caseiro só pode operar em uma certa frequência, a 2450 megahertz. Como funciona: em uma molécula de água que tem o positivo e o negativo, as micro-ondas fazem com que a molécula (de água) vibre. E é esse mecanismo que produz calor e aquece o alimento.


Álcool corta o efeito dos antibióticos
Misturar bebidas alcoólicas e antibióticos pode cortar o efeito do medicamento ou mesmo causar uma grande reação no organismo? Não! "Isso é um mito. Claro que se a pessoa está doente é melhor se resguardar e evitar o álcool, mas isso não quer dizer que se ela beber terá grandes problemas de saúde", explica Alfredo Salim Helito.