1

1

Google+ Followers

domingo, 13 de dezembro de 2015

TRABALHANDO COM OS VALORES...

TRABALHANDO COM OS VALORES...





FONTE:
http://cirandadaaprendizagem.blogspot.com.br

TRABALHANDO COM O INGLÊS...

TRABALHANDO COM O INGLÊS...



FONTE:
http://cirandadaaprendizagem.blogspot.com.br

Médico é encontrado morto dentro do seu apartamento no bairro Itoupava Central em Blumenau. O médico André Barcelos, 38 anos, atuava no posto de saúde no mesmo bairro. O corpo do jovem médico foi encaminhado para a cidade de Umuarama no Paraná onde reside sua família.

Médico é encontrado morto dentro do seu apartamento no bairro Itoupava Central em Blumenau. O médico André Barcelos, 38 anos, atuava no posto de saúde no mesmo bairro. O corpo do jovem médico foi encaminhado para a cidade de Umuarama no Paraná onde reside sua família. 
O corpo dele foi encontrado já em estado de decomposição pois provavelmente estaria à 4 dias dentro do apartamento. As causas da morte não foram divulgadas.

Nota de Falecimento Funerária São Jorge: ANDRE BICALHO DE BARCELOS 38 anos.

http://jaimebatistadasilva.blogspot.com.br/2015/12/medico-e-encontrado-morto-dentro-do-seu.html

Atividades de Ciências:

Atividades de Ciências:



FONTE:
http://cirandadaaprendizagem.blogspot.com.br

ÁGUA PARTE II:

ÁGUA PARTE II:


Nosso planeta é composto por 3/4 de água divididos em 3 categorias: água salgada,geleiras e água doce. A água salgada ocupa cerca de 97%, porém não são potáveis e não podemos bebê-la. Outros 2% são em forma de geleiras no oceano e também não são disponíveis para o uso. A água doce se subdivide em dois grupos.
O primeiro ocupa 0,99% do total e é composto por águas subterrâneas em forma de vapor, o que significa que também podemos consumir.
O segundo são as águas doces de rios e lagos disponíveis para nosso consumo, somando apenas 1% do espaço aquático no planeta terra.

O ciclo da água

A circulação contínua da água na natureza constitui um processo chamado de ciclo da água. Esse ciclo deve-se ao conjunto de mudanças de lugar e estado físico da água no decorrer do tempo.
Neste processo a água passa por três estados, são eles:


O sol aquece a água dos lagos, rios e mares, que se encontram no estado líquido. A água entra em estado gasoso (evaporação) e sobe para a atmosfera. Esse vapor torna-se mais frio e mais condensado formando as nuvens. As nuvens viajam pela terra até que as gotículas se tornam grandes e as nuvens pesadas, caindo novamente sobre a terra sob forma de chuva, granizo (pedras de gelo) ou neve (flocos de gelo).

Como se forma a neve?

A neve se forma nas camadas mais altas das nuvens.Quando lá em cima a temperatura está abaixo de zero, as gotas de água se congelam, transformando-se em flocos de neve.
Geralmente, a neve só atinge o solo em locais muito frios.

Como ocorre a chuva de granizo

A formação do granizo ocorre quando fortes correntes de ar carregam minúsculas gotículas de água em altitudes acima do ponto de congelamento no interior das tempestades, o que faz com que essa água se transforme em pedras de gelo, de tamanho semelhante a bolas de beisebol. Geralmente, essas pedras se derretem entes de chegar ao solo, porém quando atingem, causam muitos estragos.
No Brasil, a precipitação mais comum é sob forma de chuva. Uma chuva comum, causam apenas transtornos leves como a formação poças, por exemplo. O perigo é quando ocorrem as chamados temporais, com relâmpagos, trovões e ventos superiores a 100 km/h.

O que são relâmpagos?

Os relâmpagos são descargas elétricas provenientes de elevadas correntes elétricas através da atmosfera. A teoria é que a nuvem se eletriza a partir de colisões de partículas de gelo em seu interior, resultando em um clarão que dura em média meio segundo.

A importância da água

A água é a fonte da vida. Sem ela seria impossível a nossa própria sobrevivência, já que ocupa cerca de 70% do corpo humano.
E além disso, a água é necessária em vários momentos do nosso dia a dia, como:

Na alimentação

Fundamental para o cozimento e a higiene dos alimentos. Com ela nós lavamos as frutas e verduras, preparamos sucos e cozinhamos.Além disso, todos os alimentos naturais são compostos por água.

Na Higiene

Em tudo. Lavar as mãos antes das refeições, tomar banho, escovar os dentes, nada disso seria possível sem água.

Nas tarefas domésticas

Lavar roupas, louças, lavar os pisos e azulejos. Para manter tudo sempre limpo, a presença da água é essencial.

Preservação

Não é nenhuma novidade para nós que a água do planeta está correndo um sério risco.
Os diversos fatores, protagonistas para esse problema foram executados por quem mais deveria protegê-lo: O homem.
Os desperdícios, a poluição dos rios, as agressões à camada de ozônio vêem destruindo o recurso mais importante para a nossa sobrevivência. Tais agressões foram de efeito tão negativo que para consertar levaria o dobro do tempo gasto no processo de destruição.
Mas, nem tudo está perdido.
A solução que nos resta é a que deveria ter sido seguida desde as primeiras civilizações: A preservação.
A responsabilidade é de todos nós seres humanos promover um ambiente equilibrado e assegurar uma vida saudável no meio em que vivemos.

Como podemos ajudar?

A preservação não só da água, mas de todo o meio ambiente depende de uma reavaliação de nossos hábitos.
Abaixo, seguem algumas dicas importantíssimas para a preservação da água:
Não deixar a torneira aberta enquanto escovar os dentes ou ensaboar a louça
Lavar calçadas e veículos com baldes de água
Apertar o botão de descarga por, no máximo cinco segundos
Não trocar a água da piscina. Hoje em dia existem tratamentos que dispensam este procedimento
Reutilizar a água de sua casa, sempre que for possível
Verifique se não há vazamentos em torneiras ou canos de sua casa
Preste atenção se hidrômetro (medidor de água) está funcionando corretamente
Fechar o chuveiro enquanto o corpo é ensaboado
A palavra chave é economizar, pois cada vez que economizamos garantimos mais um ponto a favor na luta para que o planeta água não 'evapore'.
A preservação da água não é só uma questão de bom senso, é uma questão de sobrevivência.

Fonte: www.fiocruz.br

A Razão do Natal...

A Razão do Natal...


Tempo de festas, de confraternização, de banir as diferenças, hora de ser feliz, de dar e receber carinho. Há uma enorme demanda de afetos concentrada no Natal.
Natal rima com companheirismo, sorriso, alegria e principalmente tolerância.
O natal gera uma curiosa metamorfose em nossas almas, passa a predominar a solicitude, nos tornamos prestativos, compreensivos, tolerantes, pois não queremos estragar o momento.
Não seria bom fingirmos que todo dia é natal? Então poderíamos ser tolerantes o ano todo: brigaríamos menos, sofreríamos menos, adoeceríamos menos, pois permissivos consentiríamos e aceitaríamos os diferentes modos de ser, pensar e sentir das pessoas com quem convivemos.
Sabemos que Natal não é só festas, nele há também muita solidão, depressão, angústia e dor de quem não soube se doar, perdoar, tolerar o outro e que por isso mesmo, baniu, sem querer, para longe de si quem lhe era caro.
Mas Natal é também tempo de voltarmos atrás, de nos humilharmos, pedirmos perdão e perdoarmos, porque orgulho só rima mesmo com solidão. Podemos dar importância ao que realmente importa e viver, sorrir, doar um pouco de nós.
VIVER, plenamente, em honra daqueles que lutam pela vida numa cama de hospital, impossibilitados de festejar, em casa, o natal.
SORRIR, de verdade, em honra daqueles que tiveram o sorriso roubado pela fatalidade da vida e a quem só restam lágrimas para regar o natal.
DOAR, o melhor de nós, em honra do Criador que doou Jesus, Seu Filho, O Salvador, o Messias festejado, o Rei nascido.
Natal é momento de aprendermos com o Mestre a sermos tolerantes. Ele, a perfeição, amou os imperfeitos; justo, suportou com paciência a injustiça; Santo, compartilhou sua santidade com pecadores, prostitutas, ladrões. Não os acusou, discriminou ou rejeitou. Simplesmente amou e compreendeu suas impossibilidades e fraquezas.
Doou-se por eles, por nós, por todos. Para isso nasceu Jesus, a razão do Natal.
Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniqüidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. (Is. 53. 5 (NVI)

fonte:
REFLEXÃO E MUDANÇA

Atividades de Português:

Atividades de Português:





FONTE
http://pedagogiccos.blogspot.com.br/

Trabalhando valores:

Trabalhando valores:


De onde vem o plástico?

De onde vem o plástico?

As sacolas de plástico podem permanecer mil anos no meio ambiente. 
Com a quantidade de petróleo necessária para fabricar uma bolsa de plástico, um carro poderia percorrer 115 metros. 
Usa-se 70% a menos de energia para reciclar plástico do que para fabricar plástico novo. 
Na remota ilha Midway, no Oceano Pacífico, encontraram-se restos de sacolas de plástico nos esôfagos de 90% das crias de albatroz. 
O plástico mata cada ano cerca de 1 milhão de aves marinhas, 100.000 mamíferos e inumeráveis peixes. 
Em Bangladesh, Taiwan, Austrália, África do Sul e algumas zonas da Índia, é proibido o uso de certo tipo de sacolas de plástico nas lojas. 
Na Irlanda e Dinamarca existe um imposto pelo uso de sacolas de plástico, para reduzir seu consumo. 
O presidente do Clean Up the World, Ian Kiernan, fundou a campanha ao notar enquanto navegava ao redor do mundo, a quantidade de plástico e resíduos que bóia no oceano. Exija que seu supermercado use sacolas biodegradáveis que já existe no mercado.

Hoje o plástico faz parte de nossa vida. Observando o ambiente, nota-se que grande parte dos utensílios - dos óculos à sola de sapato, do móvel de cozinha ao painel do automóvel - é feita deste material.

MAS DE ONDE VÊM OS PLÁSTICOS?

O plástico vem das resinas derivadas do petróleo e que pode ser moldado de várias formas, sem se quebrar. Pertence ao grupo dos polímeros, moléculas muito grandes, com características especiais e variadas.

Algumas das razões para tanto sucesso do plástico são sua leveza (o que facilita o transporte), o fato de ser maleável e não se estilhaçar quando se quebra.

TIPOS DE PLÁSTICOS

Existem muitos tipos de plásticos. Os mais rígidos, os fininhos e fáceis de amassar, os transparentes, etc..

São divididos em dois grupos de acordo com as suas características de fusão ou derretimento: termoplásticos e termorígidos.

Os termoplásticos são aqueles que amolecem ao serem aquecidos, podendo ser moldados, e quando resfriados ficam sólidos e tomam uma nova forma. Esse processo pode ser repetido várias vezes. Correspondem a 80% dos plásticos consumidos.

Os termorígidos ou termofixos são aqueles que não derretem e que apesar de não poderem ser mais moldados, podem ser pulverizados e aproveitados como carga ou serem incinerados para recuperação de energia.

Tipos  - Aplicações


TERMOPLÁSTICOS
1. PET - Polietileno Tereftalato Frascos de refrigerantes, produtos farmacêuticos, produtos de limpeza, mantas de impermeabilização e fibras têxteis;
2. PEAD - Polietileno de Alta Densidade Embalagens para cosméticos, produtos químicos e de limpeza, tubos para líquidos e gás, tanques de combustível para veículos automotivos;
3. PVC - Policloreto de Vinila Frascos de água mineral, tubos e conexões, calçados, encapamentos de cabos elétricos, equipamentos médico-cirúrgicos, esquadrias e revestimentos.
4. PEDB - Polietileno de Baixa Densidade Embalagens de alimentos, sacos industriais, sacos para lixo, lonas agrícolas, filmes flexíveis para embalagens e rótulos de brinquedos;
5. PP - Polipropileno Embalagens de massas e biscoitos, potes de margarina, seringas descartáveis, equipamentos médico-cirúrgicos, fibras e fios têxteis, utilidades domésticas, autopeças (pára-choques de carro);
6. PS - Poliestireno Copos descartáveis, placas isolantes, aparelhos de som e tv, embalagens de alimentos, revestimento de geladeiras, material escolar;
7. Outros Plásticos especiais e de engenharia, CDs, eletrodomésticos, corpos de computadores,
TERMORRÍGIDOS: PU - Poliuretanos, EVA - Poliacetato de Etileno Vinil etc Solados de calçados, interruptores, peças industriais elétricas, peças para banheiro, pratos, travessas, cinzeiros, telefones e etc.
A RECICLAGEM ...

O plástico pode ser reaproveitado de três maneiras:

RECICLAGEM ENERGÉTICA - ele é queimado liberando um calor muito forte (superior ao do carvão e próximo ao produzido pelo óleo combustível) que é aproveitado na forma de energia.

RECICLAGEM QUÍMICA – ele é "desmontado" por aquecimento e a matéria-prima pode então ser utilizada novamente na indústria petroquímica.

RECICLAGEM MECÂNICA - no Brasil, é a mais utilizada; é mais barata e mantém uma boa qualidade do produto:

Para facilitar a separação dos materiais plásticos para a reciclagem, foram estabelecidos códigos para diferenciar cada tipo.