1

1

Google+ Followers

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Consumir chocolate diariamente pode fazer bem para o coração.

Dependendo da quantidade e do tipo, produto pode beneficiar o organismo.

Para ser considerado chocolate, produto deve ter no mínimo 25% de cacau.

Chocolate diet, ao leite, branco, meio amargo... São tantos tipos que fica impossível resistir. O Bem Estar desta quarta-feira (21) mostrou os benefícios do consumo do chocolate e os malefícios causados pelo excesso.
Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern, não há problema em consumir chocolate diariamente, desde que seja em pequena quantidade. Ele recomenda um chocolate de 13 gramas ou um com poucas calorias e, nessa quantidade, o doce pode fazer bem para o coração e para a saúde.

Estudos mostram que os chocolates amargos (meio amargo e com 70% ou 90% de cacau) ajudam a prevenir doenças cardiovasculares. Porém, para isso acontecer, os voluntários dos estudos tiveram que consumir diariamente cerca de 30 a 100 gramas de chocolate amargo por 20 anos.

Para o cardiologista Daniel Magnoni, com a chegada da Páscoa, o chocolate está liberado, mas no dia a dia é melhor se controlar porque com o prazer, vêm também as calorias. O chocolate é rico em gordura saturada, açúcar e cacau, substâncias que podem trazer benefícios, mas que também oferecem efeitos nocivos, como obesidade e aumento da glicemia. E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, consumir chocolate não dá espinhas nem enxaqueca.

Segundo o presidente do Instituto Cabruca e da Câmara Setorial do Cacau, Durval Libânio, o consumidor tem que ficar atento ao rótulo dos produtos para saber a concentração de cacau e se há adição de leite, açúcar e outros ingredientes.

Para ser considerado chocolate, o produto deve conter no mínimo 25% de cacau. De acordo com a Anvisa, o produto pode apresentar recheio, cobertura, formato e consistência variados. Mas muitos produtos vendidos hoje não contêm este teor e são vendidos como “barra sabor chocolate”.

O que os consumidores não sabem é que o chocolate diet é mais calórico do que o chocolate ao leite. Apesar de não ter açúcar, o diet tem mais gordura. No chocolate ao leite, quanto mais leite na composição, maior a quantidade de gordura saturada.

Os chocolates meio amargos costumam ser menos calóricos porque têm menos açúcar, leite e gordura. Mas, de acordo com o cardiologista Daniel Magnoni, a quantidade destes ingredientes varia muito, então antes de escolher o meio amargo, preste atenção no rótulo para saber quantas calorias ele tem.

Considerados funcionais, os produtos com 70% e 90% de cacau têm alto teor de antioxidantes e podem proteger contra doenças do coração. Existem ainda os chocolates brancos, à base de soja, de alfarroba, entre outros. Segundo Durval Libânio, quanto mais doce o chocolate, menor a quantidade de massa de cacau em sua formulação. O chocolate branco, por exemplo, não possui massa de cacau em sua composição e não traz benefícios à saúde.



Substâncias benéficas do chocolate

Manteiga de cacau: obtida das sementes da fruta, é uma gordura vegetal que contém antioxidantes. Esses antioxidantes combatem os radicais livres, responsáveis pelo entupimento das artérias. Além disso, a manteiga de cacau é rica em ácidos graxos saturados e insaturados, que servem para diminuir o colesterol total e os triglicerídeos e aumentar o colesterol bom (HDL).

Por ser vegetal, a gordura da manteiga de cacau não contém colesterol e o porcentual de gordura saturada e insaturada em sua constituição está dentro das recomendações estabelecidas pela Associação Americana de Cardiologia (AHA).

Polifenois: são substâncias químicas presentes no chocolate e são antioxidantes e vasodilatadoras, que ajudam na redução da arteriosclerose.


Alcaloides (cafeína e teobromina): são substâncias que estimulam o sistema nervoso, melhoram a concentração e proporcionam energia. Na Inglaterra, médicos usam o chocolate para tratar pacientes com Alzheimer. Segundo o cardiologista Daniel Magnoni, no Brasil o chocolate não é usado para tratar a doença.


Flavonoide: essa substância presente na semente do cacau age como protetor cardiovascular. O flavonoide diminui a incidência e o desenvolvimento da arteriosclerose, endurecimento e espessamento da parede das artérias. Ela funciona como um filtro sangüíneo, que ajuda na redução da formação de placas de gordura e estimula os receptores do fígado na captação do colesterol ruim (LDL), transformando-o em substâncias benéficas para o bom funcionamento do coração.

Vicia?
A média anual de consumo dos brasileiros é de 2,2kg de chocolate por pessoa. Existem os “chocólatras”, aquelas pessoas que possuem obsessão ao chocolate. Mas o chocolate não vicia. Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern, algumas pessoas têm uma fissura pelo doce que pode ser comparada ao vício, mas jamais com dependência química.

Segundo o cardiologista Daniel Magnoni, pessoas que sofrem de gastrite ou possuem pré-disposição para a doença devem evitar o consumo excessivo de chocolate. Além do aumento de peso, o consumo excessivo pode provocar taquicardia leve, já que possui uma substância conhecida como xantinas, um estimulante alcaloide do mesmo grupo da cafeína.
O Bem Estar perguntou aos internautas qual seu chocolate preferido. O campeão foi o chocolate ao leite.


BEM ESTAR DO G1

Estudante leva tesourada de colega em escola de Balneário Camboriú. Um estudante do Ensino Médio ficou ferido depois de levar uma tesourada após brigar com um colega de escola na manhã desta quarta-feira (25), em Balneário Camboriú, Litoral Norte de Santa Catarina. O caso aconteceu por volta das 10h30, no Centro da cidade.

Um estudante do Ensino Médio ficou ferido depois de levar uma tesourada após brigar com um colega de escola na manhã desta quarta-feira (25), em Balneário Camboriú, Litoral Norte de Santa Catarina. O caso aconteceu por volta das 10h30, no Centro da cidade. 

O garoto de 14 anos foi atendido pelo Corpo de Bombeiros Militar e pela equipe do Serviço de Atendimento Movél de Urgência (Samu) e encaminhado ao Hospital Municipal Ruth Cardoso. Ele sofreu um corte próximo do pescoço e continua em observação. 

De acordo com o sargento do Corpo de Bombeiros Militar, João Carlos Muniz de Mello, o pai acompanhou a vítima que sofreu um golpe de arma branca, próximo a artéria carótida. 

O adolescente agressor foi encaminhado para a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso e Delitos de Trânsito na presença dos pais. Até a publicação desta matéria, a equipe do G1 não conseguiu contato com a delegada responsável Ruth Hein, para esclarecimentos sobre o caso. 

Segundo a vice-diretora do colégio da rede particular, Jeanne Elvira Erdmann Ortiz, foi uma discussão pessoal. “Tudo está bem resolvido. O aluno atingido recebeu os primeiros atendimentos, encaminhado ao hospital e está bem. O outro aluno está na delegacia com os pais. Vamos preservar as informações pessoais dos jovens, são crianças em formação”, declarou. 

O colégio Unificado de Balneário Camboriú atende aproximadamente mil alunos na cidade, e se manifestou, por meio de nota em seu site, “Incidente no Unificado de Balneário - Hoje pela manhã houve, nas dependências do Unificado, um lamentável episódio envolvendo dois alunos do Ensino Médio. O fato, isolado, surpreendeu a toda a comunidade escolar. Imediatamente, as providências cabíveis foram tomadas e os responsáveis legais pelos alunos, menores de idade, irão, de agora em diante, acompanhar o caso”.
Fonte: G1

Fortes chuvas atingem o Rio Grande do Sul. Pelo menos 22 vacas foram arrastadas por uma enchente no rio Reúno, na madrugada desta quarta-feira (25-06), na localidade de Vila Rica, interior de Nova Candelária. Os animais que estavam no potreiro da propriedade da família Eckert, foram arrastados pela correnteza que deixou as vacas ilhadas.

Pelo menos 22 vacas foram arrastadas por uma enchente no rio Reúno, na madrugada desta quarta-feira (25-06), na localidade de Vila Rica, interior de Nova Candelária. Os animais que estavam no potreiro da propriedade da família Eckert, foram arrastados pela correnteza que deixou as vacas ilhadas. 

A agricultora Marlise Eckert, 62 anos revelou ao repórter Antônio de Oliveira, que a falta dos animais foi sentida por volta das 6h, quando seria iniciada a ordenha das vacas. O esposo dela, Antônio Eckert, 66 anos destacou que sempre morou na localidade de Vila Rica e nunca havia presenciado uma enchente tão forte. 

O genro da família Eckert, José Ambrosio Bach, 50 anos disse que somente uma das 23 vacas ficou no potreiro. Até o início da tarde a família, que contou com o apoio de amigos e dos bombeiros de Três de Maio, haviam resgatado 8 vacas e três foram encontradas mortas, presas em árvores. 

José Ambrosio Bach acrescentou que o prejuízo é de aproximadamente 4 mil reais por animal. A família recebia mensalmente cerca de 5 mil reais mensal, com a venda de aproximadamente 230 litros de leite por dia. A previsão era de que a produção fosse dobrada com o aumento da pastagem. 

O vereador Mário Schneider, disse que a cheia do rio impediu a realização das aulas na escola da localidade de Santa Lúcia e uma reunião de pais que estava programada para a tarde de hoje. 

Em seguida será postado um vídeo com novas imagens feitas na propriedade que foi atingida pela enchente.

Fonte: NO AR NOTICIAS

Lendário ator Eli Wallach morre aos 98 anos nos Estados Unidos. Durante a carreira, o ator contracenou com astros como Clark Gable, Clint Eastwood, Steve McQueen, Marilyn Monroe, Yul Brynner, Peter O'Toole, e Al Pacino.

Durante a carreira, o ator contracenou com astros como Clark Gable, Clint Eastwood, Steve McQueen, Marilyn Monroe, Yul Brynner, Peter O'Toole, e Al Pacino. 
O lendário ator Eli Wallach morreu na terça-feira (24), aos 98 anos, confirmou a filha dele, Katherine, ao jornal New York Times.
Considerado um dos mais importantes atores de Hollywood, Eli ganhou o prêmio BAFTA de revelação masculina pela sua atuação em Baby Doll - Boneca de Carne, logo na sua estreia no cinema, em 1956. Recebeu o prêmio Emmy pela atuação em The Poppy Is Also a Flower. Em 2010, o ator recebeu o Oscar Honorário por sua longa contribuição ao cinema no Governors Awards.

Eli ficou conhecido por seus papéis em filmes como Três Homens em Conflito, Setehomens e um Destino, O Poderoso Chefão 3 e O Amor Não Tira Férias (2006), em que contracenou com Kate Winslet. Seu último filme foi Wal Street - O Dinheiro Nunca Dorme (2010).


G 1

Motorista de Chapecó ferido em acidente na BR 282.

O caminhão com placas de Chapecó foi atingido por um veículo de combustível 

( Foto: Sandra Ambrosio Tudo Sobre Chapecó )

O Corpo de Bombeiros de Xaxim, que atendeu o acidente, informou neste fim da manhã o nome dos motoristas envolvidos na ocorrência. O condutor do caminhão de Araucária transportava combustível Gerson de Oliveira de 46 anos não apresentava ferimentos aparentes e recusou encaminhamento ao hospital. O motorista que transportava concreto Jocimar Betoni de 29 anos estava consciente e orientado, preso às ferragens, apresentava escoriações na face e suspeita de fratura no fêmur da perna esquerda. O socorro foi feito por bombeiros de Xaxim, Chapecó e Xanxerê, além da Policia Militar e Policia Rodoviária Federal.
O motorista de um dos caminhões, de Chapecó, que transportava concreto, apresentava fratura no fêmur e, foi encaminhado ao hopsital de Chapecó. Já o motorista do segundo caminhão, com placas de Araucária (PR), que transportava combustível, não apresentava ferimentos graves e, foi também levado ao hospital para avaliação médica. Não há registro de óbito nesta ocorrência de acordo com o tenente.
A causa do acidente será, agora, apurada pela PRF, de Xanxerê. Há informações, através do jornalismo da Rádio Cultura, que o condutor do caminhão de Araucária teria perdido o controle da direção na curva e, com a lateral direita atingido o veículo que fazia sentido Xaxim/Chapecó.
O acidente ocorreu por volta das 9h15min desta quarta-feira (25), na Curva do Coelho, entre os municípios de Xaxim e Cordilheira Alta. Equipes do Corpo de Bombeiros de Xaxim e Chapecó, além do Samu e Polícia Rodoviária Federal, do posto de Xanxerê estiveram na ocorrência. 


Tudo Sobre Chapecó

Caminhão com defensivos agrícolas tomba em Seara. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar atenderam por volta das 16h45min desta quarta-feira mais um acidente na Rua Três de Abril. Um caminhão com placas de Cambé/PR desceu uma ribanceira de mais de 10 metros após o motorista, identificado como Renato Stefano, 35 anos, perceber a falta de freios.

Seara 
O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar atenderam por volta das 16h45min desta quarta-feira mais um acidente na Rua Três de Abril. Um caminhão com placas de Cambé/PR desceu uma ribanceira de mais de 10 metros após o motorista, identificado como Renato Stefano, 35 anos, perceber a falta de freios.

Segundo as informações do Corpo de Bombeiros, o condutor saiu praticamente ileso do acidente. Mas o que preocupa é a carga que estava sendo transportada pelo caminhão. Um grande volume de defensivos agrícolas (veneno e fertilizante) teria vazado do caminhão.

O Corpo de Bombeiros evacuou residências próximas da rodoviária, onde o caminhão desceu. A empresa também foi avisada, mas possivelmente só na manhã de quinta-feira o caminhão será retirado. Este é o segundo acidente em dois dias registrado na mesma rua, extensão da SC 283, em Seara.

Fotos – Belos Montes e TOP Seara FM

Acidente próximo da Gelnex na SC-283 com danos materiais. Bombeiros Voluntários de Seara, Samu e Polícia Rodoviária de Concórdia atenderam a uma saída de pista seguida de choque em árvore na SC 283, próximo a Gelnex, por volta das 10h desta quarta-feira.


Seara 
Bombeiros Voluntários de Seara, Samu e Polícia Rodoviária de Concórdia atenderam a uma saída de pista seguida de choque em árvore na SC 283, próximo a Gelnex, por volta das 10h desta quarta-feira.
No Ford Fiesta placas de Concórdia estava o condutor Jonas Sgarbossa, 34 anos, e mais três passageiros da família que tiveram ferimentos leves sendo conduzidos pelo Samu e Corpo de Bombeiros ao Hospital São Roque para atendimento, mas sem maior gravidade. Chovia no momento do acidente. 

Informações da Rádio Belos Montes.

Manteiga de cacau é nova aliada na luta contra as estrias

Muita gente já ouviu falar que, especialmente no inverno, a melhor solução para combater o ressecamento dos lábios é o uso contínuo da popular manteiga de cacau. O que pouca gente sabe, porém, é que as propriedades do produto também são indicadas para combater outro problema que atinge em cheio a vaidade de muitas mulheres: as temidas estrias.

As estrias ocorrem pela hiperextensibilidade da pele devido ao aumento de peso e massa muscular, à gravidez, ao uso de medicamentos e às alterações hormonais. Tratamentos sistêmicos com corticosteróides e tópicos com corticosteróides fluorados podem ser feitos, no entanto, é necessário apresentar uma pele bem hidratada. Para isso, existem substâncias que atuam na hidratação, ajudando a cútis a suportar melhor as oscilações. É o caso da manteiga de cacau. 

“Apesar de não ter estudos científicos comprovando os seus benefícios, ela é rica em antioxidantes, vitaminas e minerais que neutralizam os efeitos dos radicais livres na pele”, ensina a Dra. Carla Góes, cirurgiã pós-graduada em medicina estética pela Universidade John F. Kennedy e integrante da Sociedade Brasileira de Laser e da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC). 

Além disso, ela explica que o produto é totalmente umectante e hidratante, sendo capaz de melhorar a qualidade do tecido e, por consequência, a aparência das estrias, por ser rica em vitamina E e vitaminas A e C, que estimulam a produção de colágeno, substância que dá elasticidade à derme.

É por isso que, apesar de não haver estudos científicos sobre a sua atuação, especialistas acreditam que se a pele for massageada com a manteiga de cacau, o aparecimento de estrias será coibido, assim como o de rugas e outros sinais de envelhecimento. Para isso, contudo, o hábito deve ser mantido por, no mínimo, um mês continuamente.

TERRA

RECICLAR, DECORAR E CRIAR...


(clique na imagem para ampliar)

http://aprenderecia.blogspot.com.br/2008/05/idias-criativas_3712.html

Dramatização Junina. PAPELZINHO MÁGICO.


PAPELZINHO MÁGICO




1. Nasci em uma grande fábrica e fui empacotado com muitos outros iguaizinhos a mim. Todos do mesmo tamanho, da mesma cor e fininhos. Um dia fomos separados e, depois, arrumados em outros conjuntos parecidos mas que tinham cores diferentes: azul, vermelho, verde...

2. Depois, o meu pacote chegou a uma loja e todos nós fomos colocados em prateleiras. Quanta coisa nova eu conheci então! Chapéus, brinquedos, balas... e um mundo de gente que ia comprar coisas. As balas saíam, lápis, pincéis, brinquedos também. Até todos os outros que haviam chegado comigo. Eu fui ficando na prateleira. Fui ficando triste. Ninguém me queria. O jeito era dormir e esquecer as tristezas.

3. Mas um dia entrou um menino na loja. Fechei os olhos e continuei a dormir. Com certeza não era a mim que ele ia querer... Em todo caso, abri um olho e vi que o menininho apontou para a prateleira onde eu estava. Será que desta vez vou ser escolhido? Fechei bem fechados os meus olhinhos e fingi que dormia, que não sabia de nada!

4. Ora! Era a mim que ele queria! E lá fui eu muito contente carregado pelo menininho. Ele ia falando sozinho: “Minha professora vai gostar. Consegui uma cor diferente.”

5. E o menino me levou até a escola. Havia tantas crianças naquela escola! E quantas folhas de papel parecidas comigo! Cada criança havia trazido uma cor diferente, mas não havia nenhuma igual a minha. E logo começaram a trabalhar: pega tesoura, corta aqui, corta ali e... de repente... estava transformado em uma porção de bandeirinhas!

6. Pegaram a cola. E cada criança, pegando uma das minhas bandeirinhas, ia colando num barbante. Minha cor foi aparecendo em todas as fileiras... Que beleza estava a sala com todas aquelas bandeirinhas de cores diferentes penduradas nos barbantes.

7. No dia seguinte, crianças e professores levaram todos os cordões para o terreiro que haviam arrumado no pátio da escola. E pendura daqui, puxa de lá, prende acolá e o arraial estava todo enfeitado.
8. Ah!... Descobri porque demorei na loja. É que só agora precisaram de minha cor para enfeitar mais a festa de São João!


Sugestão: Contar essa história usando folhas de papel de seda. (dramatizar o texto, até que a tesoura corte uma série de bandeirinhas / Ivanise Meyer)

http://aprenderecia.blogspot.com.br/2008/06/papelzinho-mgico-1.html

Produção de texto turma da mônica.

Produção de texto turma da mônica

Produção de texto
Turma da mônica
Produção de texto turma da mônica









http://educarx.blogspot.com.br/2013/09/producao-de-texto-turma-da-monica.html

FESTA JUNINA.



(clique nas imagens para ampliar)
http://aprenderecia.blogspot.com.br/2010/06/festa-junina.html

Festas Juninas.




Principais festas populares depois do carnaval, as festas juninas guardam resquícios de tradições ancestrais e são um retrato da diversidade cultural brasileira...



Quando chega o mês de junho, todos já sabem: São João vem aí. É hora de preparar os chapéus de palha e as bandeirolas, convidar compadres e comadres para dançar quadrilha, acender a fogueira, soltar rojão e se esbaldar de tanto comer pipoca, cocada e pé-de-moleque. 

As festas juninas são as principais festas populares brasileiras depois do carnaval. São nossas típicas festas do interior. Graças às escolas de todo o país, essa tradição tem se mantido, fazendo com que nessa época do ano o Brasil rural contagie a nação e as crianças coloquem o “pé na roça”. 

No mês de junho, o país se converte em um enorme arraial. Misto de quermesse e matrimônio, as festas juninas são paródias desses dois pontos altos do calendário de toda cidadezinha que se preze. De uma só vez, a cultura popular recria, à sua maneira, o casamento e a festa da padroeira. Nessas ocasiões, o caipira veste seu melhor paletó e a botina de passeio - aquela que aperta o dedão, acostumado ao chinelo. É dia de música, dança e mesa farta, tudo de que se precisa para que a festa não acabe antes do amanhecer. 

Ainda que as festas juninas tenham ajudado a criar uma imagem estereotipada do homem do campo, questionada por muitos - um sujeito que fala errado, com dentes sujos, chapéu desfiado e calça na altura das canelas e cheia de remendos -, uma coisa é certa: elas preservaram de alguma forma todo o simbolismo dos folguedos anteriores à Era Cristã.

Poderá também gostar de:
http://aprenderecia.blogspot.com.br/2008/05/festas-juninas.html

Sugestões de Convites Festa Junina.



(Jacirinha)

http://aprenderecia.blogspot.com.br/2009/06/sugestoes-de-convites-festa-junina.html

Brincadeiras Juninas...


Uma boa festa Junina não dispensa os tradicionais, correio elegante, dança da laranja, quadrilha, corrida de sacos ... Para animar sua festa, leia as dicas de brincadeiras que preparamos para que a sua festa se torne a mais inesquecível de todos os tempos, escolha a sua brincadeira e bom divertimento ! 

Boliche: Os pinos são feitos com latas vazias de refrigerante ou de batatas fritas, encapadas com papel colorido. Faz-se uma linha de arremesso a cerca de 2 metros de distância. A bola deve arrastar no chão até atingir os pinos. Cada participante pode fazer três tentativas. O coordenador anota o número de pinos derrubados em cada tentativa. Vence quem derrubar mais pinos. 
Caça ao objeto: Faz-se uma lista de objetos fáceis de serem encontrados no local onde a festa será realizada. Reúne-se os participantes para avisá-los do tempo disponível e o nome do objeto que devem procurar. Ao sinal de um apito todos correm para procurá-lo. Ao sinal de outro apito devem retornar pois é o aviso de que o tempo terminou ou o objeto já foi achado. O primeiro que retornar com o objeto pedido é o vencedor. Se o objeto não for encontrado, pede-se o seguinte da lista. 
Cadeia: Escolhe-se um local isolado ou cercado por cadeiras, para ser a cadeia. Nomeia-se (ou sorteia-se) um delegado e seus ajudantes. O preso vai até a cadeia e, paga uma prenda (mostra uma habilidade), para ser solto, que pode ser: cantar, recitar, dançar, fazer uma imitação, etc. Se houver um palco com microfone, a cadeia pode ser colocada num canto dele. E a prenda, ao ser paga diante do microfone, será vista por todos da festa. 
Corrida do milho: Traçam-se duas linhas paralelas e distantes. Atrás de uma das linhas, coloca-se uma bacia com grãos de milho. Atrás da outra linha, os participantes são reunidos aos pares - um deles segura uma colher e o outro um copo descartável. Dado o sinal, os participantes com a colher correm até a bacia. Enchem a colher com milho e voltam para a linha de largada. Lá chegando, colocam o milho no copo que seu companheiro segura. Vence a dupla que primeiro encher o copinho com milho. 
Corrida do ovo na colher: Marca-se um local de partida e outro de chegada. Cada corredor deve segurar com uma das mãos (ou a boca) uma colher com um ovo cozido em cima. Vence quem chegar primeiro ao local de chegada, sem derrubar o ovo. Se quiser variar, substitua o ovo cozido por batata ou limão. 
Corrida do Saci ou Corrida dos sapatos:Traçam-se duas linhas paralelas e distantes. Na primeira linha, os corredores tiram os sapatos, que são levados para trás da outra linha, onde são misturados. Dado o sinal, eles devem sair pulando com o pé esquerdo até a outra linha. Depois de calçar seus sapatos, devem retornar, pulando com o pé direito. Vence quem chegar primeiro ao local de chegada, estando calçado de modo correto. 
Corrida do saco: Marca-se um local de partida e outro de chegada. Cada corredor deve colocar as pernas dentro de um saco grande de pano e segurá-lo com ambas as mãos na altura da cintura. Dado o sinal, saem pulando com os dois pés juntos. Vence quem chegar primeiro ao local de chegada. Nota: Para substituir o saco de pano pelo de plástico (grosso) de lixo, que é mais escorregadio, é preciso testar o local da corrida com antecedência. 
Corrida dos pés amarrados: Marca-se um local de partida e outro de chegada. Os participantes são reunidos em duplas. Com uma fita, o tornozelo direito de um é amarrado ao tornozelo esquerdo de seu par. Dado o sinal, as duplas participantes devem correr até a chegada. Vence a dupla que chegar primeiro. 
Dança da laranja: Formam-se alguns casais para a dança. Uma laranja é colocada entre as testas de cada par. Os casais devem dançar, sem tocar na laranja com as mãos. Se a laranja cair no chão, o casal é desclassificado. A música prossegue até que fique só um casal. 
Dança das cadeiras: Forma-se um círculo com tantas cadeiras quantos forem os participantes menos uma. Os assentos ficam voltados para fora. Coloca-se música e todos dançam em volta das cadeiras. Quando a música parar, cada um deve sentar numa cadeira. Um participante vai sobrar e sair da brincadeira. Tira-se uma cadeira e a dança recomeça. Vence quem conseguir sentar-se na última cadeira. 
Derruba latas: Sobre uma mesa, coloca-se latas vazias de refrigerante. Faz-se uma linha de arremesso a cerca de 1,5 metros de distância. Cada participante recebe três bolinhas, para fazer três tentativas. O coordenador anota o número de latas derrubadas em cada tentativa. Vence quem derrubar mais latas.
Jogo das argolas: Enche-se com água garrafas de refrigerante (plásticas e grandes) e aperta-se bem as tampas. Arruma-se as garrafas no chão com pelo menos um palmo de distância entre elas. Faz-se uma linha de arremesso a cerca de 1,5 metros de distância. Cada participante recebe cinco argolas (ou pulseiras), para fazer cinco tentativas. Vence quem acertar mais argolas nos gargalos das garrafas. 
Jogo do bicho ou Rabo do burro: Desenhe um animal de costas ou de lado numa cartolina e prenda numa parede. Cada participante deve receber uma etiqueta autocolante grande (já destacada). De olhos vendados, deve caminhar até o desenho e colar o rabo do animal. Quem colocar o rabo mais próximo do local correto é o vencedor. 
Jogo do bigode: Desenhe numa cartolina um rosto masculino e prenda numa parede. Cada participante deve receber, em cada mão, uma etiqueta autocolante de tamanho médio (já destacada). De olhos vendados, deve caminhar até o desenho e colar os dois lados do bigode. Quem colocar o bigode mais próximo do local correto é o vencedor. 
Pesca da maçã: Sobre uma mesa, coloca-se uma bacia com água* e maçãs boiando. Cada participante deve colocar as mãos nas costas e inclinar-se sobre a bacia e morder uma maçã. Quem conseguir ganha um brinde. (*De preferência, usar água filtrada) 
Correio-elegante É o serviço de entrega de bilhetes durante a festa. Quando não estiver entregando bilhetes, o entregador passeia pela festa, oferecendo o serviço de correio. A mensagem é escrita num cartão ou papel colorido. Se a festa for grande, o correio pode ficar numa mesa, onde os cartões são escritos por uma pessoa e entregues por outra. Para facilitar, pode-se levar alguns cartões prontos, com quadrinhas amorosas ou engraçadas.

http://aprenderecia.blogspot.com.br/2008/05/brincadeiras-juninas.html

DICAS DE MODA JUNINA.


Sabe por que eu adoro as festas juninas? Por causa das comidas típicas, das músicas super engraçadas, do friozinho que a gente tenta tapear perto da fogueira, dos fogos coloridos e principalmente das roupas, que são super divertidas.
O modo mais comum de se arrumar para uma festa junina é a caipirinha de vestido. Os vestidos são sempre muito estampados com rendinhas e um monte de frú-frús, a maioria deles têm um tipo de calça embaixo da saia, o que a deixa mais bufante. Você encontra esses vestidos na maioria das lojas de departamentos ou de roupas. Para completar o visual você faz umas pintinhas perto do nariz e faz duas maria-chiquinhas no cabelo, fica uma graça, eu chamo esse visual de "Caipirinha Bonitinha".



Mas se você é uma pessoa mais divertida e prefere ser mais engraçada, você pode exagerar no modo de se vestir. Que tal pegar um vestido estampado velho, costurar alguns remendos e deixá-lo bem "troncho", depois você calça umas botinhas, faz umas trancinhas e põe um chapéu de palha bem desfiado. Para dar o toque final, além das pintinhas no nariz, pinte (com lápis de olho) um de seus dentes da frente de preto, vai parecer que você é banguela! Eu chamo esse visual de "Caipirinha Jeca".
Gostou das dicas? Então...comente uai!

http://aprenderecia.blogspot.com.br/2008/05/sabe-por-que-eu-adoro-as-festas-juninas.html

Sugestão Festa Junina.


BONECOS DE RETALHOS COM NÓS
BANDEIRINHAS NAS BANDEJAS DE ISOPOR
FLORES DE TOALHINHAS DE PAPEL
(clique na imagem para ampliar - Fonte: Prof. Sassá)
http://aprenderecia.blogspot.com.br/2008/05/bonecos-com-ns-bandeirinha-na-bandeja.html

PROJETO FESTA JUNINA

Projeto Brincando e Aprendendo no Arraiá
Justificativa

Estamos no mês de junho e começam as comemorações das Festas Juninas. Vender convites, ensaiar a quadrilha e danças típicas, enfeitar a escola... 


Chega o dia da festa e pronto! O que fica disso para as crianças? Qual o significado dos festejos juninos? 


A Festa Junina é uma excelente oportunidade de engajar diversas atividades interdisciplinares e ampliar o universo linguístico, pois se constitui uma temática rica onde podem ser explorados diversos tipos de linguagens, resgate de brincadeiras, culinária típica e outros! 


A escola tem um papel importante na valorização das tradições, portanto este projeto integrará a comunidade escolar e ocorrerá durante todo o mês de junho. 


Objetivo Geral
Incentivar nos alunos o gosto pelas festas juninas, oferecendo-lhes oportunidade de descontração, socialização e ampliação de seu conhecimento através de atividades diversificadas, brincadeiras, pesquisa e apresentações características destes festejos que fazem parte do folclore brasileiro, ressaltando seus aspectos, popular, social e cultural;


Objetivos Específicos
Conhecer a origem e as características das festas juninas
Admirar e respeitar o trabalho do homem do campo
Desenvolver a socialização da criança, incentivando o trabalho em grupo
Ouvir com interesse as informações trazidas pelos colegas
Valorizar a tradição das festas juninas
Socializar com a comunidade escolar e familiar
Desenvolver a linguagem oral e escrita
Ampliar o vocabulário
Estimular a criatividade e imaginação através de atividades relacionadas ao tema
Desenvolver a valorização do homem do campo e de suas atividades
Incentivar o gosto pela culinária junina
Conscientizar sobre os perigos dos balões e fogos de artifício
Propiciar às crianças a participação em diversas brincadeiras
Promover a Festa junina da nossa escola. 
Eixos de Ação: Identidade e Autonomia, Artes visuais, Movimento, Música, Linguagem oral e escrita, Natureza e Sociedade e Matemática. 
Desenvolvimento (cada turma listará atividades conforme suas idades)


http://aprenderecia.blogspot.com.br/2009/05/projeto-festa-junina.html

IDEIAS CRIATIVAS - INVERNO.

http://aprenderecia.blogspot.com.br/2011/06/ideias-criativas-inverno.html

INVERNO COM POESIA

http://aprenderecia.blogspot.com.br/2008/06/poesia.html

ARTES CRIATIVAS.



Poderá também gostar de:
http://aprenderecia.blogspot.com.br/2010/04/artes-criativas.html