1

1

Google+ Followers

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Resultado da Quina 4171, terça, 30/08/2016...

Resultado da Quina 4171, terça, 30/08/2016

O resultado da Quina 4171 será divulgado no GIGA-SENA dia 30/08/2016, terça-feira, a partir das 20:00 horas.

A Quina 4171 ocorrerá no dia 30 de agosto de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 5.500.000,00 para quem acertar o resultado da Quina 4171. Quem acertar a QUADRA com 4 números, o TERNO com 3 números ou o DUQUE com 2 números também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 5 números no resultado da Quina concurso 4171 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Quina.
Os valores de cada prêmio da Quina 4171 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 4171 DATA 30/08/2016
04
36
76
77
80

Resultado da Dupla Sena 1537, terça, 30/08/2016

Resultado da Dupla Sena 1537, terça, 30/08/2016

O resultado da Dupla Sena 1537 será divulgado no GIGA-SENA dia 30/08/2016, terça-feira, a partir das 20:00 horas.

A Dupla Sena 1537 ocorrerá no dia 30 de agosto de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 2.500.000,00 para quem acertar o resultado da Dupla Sena 1537 no primeiro sorteio. Quem acertar a QUINA com 5 números, a QUADRA com 4 números ou o TERNO com 3 números em qualquer um dos dois sorteios também ganha prêmio de menor valor. Se não houver ganhador com 6 números no resultado da Dupla Sena concurso 1537 em qualquer um dos dois sorteios o prêmio acumula para o primeiro sorteio do próximo concurso da Dupla Sena.
Os valores de cada prêmio da Dupla Sena 1537 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 1537 DATA 30/08/2016
1º Sorteio
04
07
16
19
21
37
 
2º Sorteio
03
07
26
41
45
47

Resultado da Timemania 923, terça, 30/08/2016...

Resultado da Timemania 923, terça, 30/08/2016

O resultado da Timemania 923 será divulgado no GIGA-SENA dia 30/08/2016, terça-feira, a partir das 20:00 horas.

A Timemania 923 ocorrerá no dia 30 de agosto de 2016 e o prêmio principal está estimado em R$ 7.600.000,00 para quem acertar o resultado da Timemania 923. Quem acertar 6, 5, 4 ou 3 números, ou o Time do Coração, também ganha prêmio de menor valor. Se não houver nenhum ganhador com 7 números no resultado da Timemania concurso 923 o prêmio principal acumula para o próximo concurso da Timemania.
Os valores de cada prêmio da Timemania 923 serão informados no painel de resultado do GIGA-SENA após o rateio.
CONCURSO 923 DATA 30/08/2016
10
25
31
45
50
70
72
Time do Coração
AMÉRICA/RJ

Resultado da Dupla Sena 1537, terça, 30/08/2016


POEMA --- Lutar pela Pátria -- Pátria

POEMA --- 
Lutar pela Pátria -- 

Pátria


O Brasil é um lago de esperança
onde seu povo deseja nadar.
O Brasil é um mar de fé e bonança
e nele o mundo deve se espelhar.
Meu lindo país é o melhor da Terra
na bela arte de inventar.
Ele também é o mais nobre
e assim, com certeza vai continuar.

Pátria minha, terra querida
mãe amada, querido lar.
Que nunca me esqueça
em minha vida, teu imenso amor sem par.

Teus belos campos, lindo de se ver
tuas florestas que ainda há.
Por teus lindos rios de esperança
custe-me a vida
mais por você eu vou sempre lutar.
Tainá Vitalino MartinsJaguapitã - PR.

POEMA --- Brasil minha terra Pátria


Brasil minha terra

Pátria


Brasil minha terra.
Minha terra amada.
Minha terra tão desejada,
tão explorada e quase mal amada.
De onde vem tanta beleza,
tanta realeza, tanta riqueza?
Quem trouxe tanta pobreza?
Terá sido a realeza?
Que país é esse que seduz, que emana tanta luz?
Quem o conduz?
Uma águia ou um simples colibri?
Um país que ri.
Um país que chora,
de perdas e glórias.
De farta mesa.
De mesa que farta.
De mesa que falta.
Antes Brasil e ainda sim, senhoril.
Hoje, Brasil e ainda sim. Sim Senhor!
Um Brasil com dor, mas que emana amor.
Um amor sem "mardade",
mas que há liberdade.
Um Brasil de vontade,
que sabe fazer amizade.
Sabemos sim, que país é esse.
E que país é esse? Responda se puder.
Você é o Brasil.
Você é o que é.
Homem ou mulher.
Ambos de calos.
Só saberemos quem ele é se começarmos amar.
Não somos mais Brasil e de tão caro que foi tornou-se BRASIL.
Minha terra não tem só palmeiras.
Minha terra, nossa terra, tem gente.
Nossa terra é alma, corpo.
Esteja onde estiver nossa alma será sempre BRASIL.
Isaías dos Santos SilvaJaguarari - BA.

POEMA -- Juventude brasileira --- Pátria


Juventude brasileira

Pátria


Ó minha pátria inquieta e deturpada
Quando eu verei-te livre e coroada
tranquila pelos tempos?
Homens da espada bradam:
- liberdade!
Contra a sanha da misera igualdade
que fere os vossos templos!

Já que é de glória e sangue a tua história,
se esqueça do passado esta memória
que é morto para nós!
Eu que pertenço à geração futura,
Não quero ver-te perturbada e escura,
quero ouvir tua voz!

És infeliz, no entanto!
Pela praça 
Murmura descontente a população roubada e esquecida!
Há um vampiro a sugar teu sangue,
"trust" cruel que te abandona exangue
inerte e deprimida!

As pérolas que dão os filhos teus
Todas brilham nos cofres europeus
por mãos de charlatões!
E as tuas fontes que transportam ouro
São cobiçadas p'ra ampliar tesouro
no céu de outras nações!

E existem homens que de vil cobiça,
No trono burlam a fiel justiça
depois de a defender!
Falavam antes de um regime novo
Para ganhar a boa fé do povo
e vê-lo mais sofrer!

Outros, patronos a demagogia,
Brandam aos ventos:
- a democracia!...
quais poderosos reis!
São as restingas d'uma fidalguia,
Cérebros frescos de uma academia
apregoando as leis.
Joaquim Tomaz de Moraismarciavmc@ig.com.br

Trabalhando o nome!


Fonte:


http://elizinharocha.blogspot.com.br/

POEMA --- Brasil, verde e amarelo --- Pátria


Brasil, verde e amarelo

Pátria


Aprender a contornar
Com o lápis singelo
Pintar meu habitat
De verde e amarelo
Meu mundo brasileiro
Tem sabor de marmelo
A simpatia do povo
É chocolate e caramelo
É mais fácil simplificar
As coisas da vida
O brilho da simplicidade
Deixa ela mais distinta
O vento vai embalando
As ondas do nosso mar
Carregando tantas nuvens
Ninguém sabe explicar
Também espalha as flores
Da nossa linda primavera
Viajando nesse sonho
Fabulizamos uma quimera
Nosso povo é mesclado
Qual arco-íris colorido
Um sorriso diferenciado
Qual um parque florido
Vivemos e renascemos.
Num mundo verde e amarelo
Onde o popular e a elite
Dividem um só castelo.

Quero muita paz
Quero mais igualdade
Quero ver brilhar
Muito mais felicidade
Quero ver as matas
Verdejantes e preservadas
Quero ver a riqueza
Em todas as camadas
Quero amar,
Quero sonhar;
Quero ver e ter prazer...
Quero sempre poder dizer
Que o meu país
Tem sabor de marmelo
Que o meu Brasil
É todo verde e amarelo.

Edinaldo Reis SilvaSanta Luzia, MA

POEMA -- Amálgama brasileira -- Pátria

Amálgama brasileira

Pátria


O nosso lindo país
É um mar de novidades
Até no som do vento
Temos afabilidade
Deleites em toda parte
Chocolate e caramelo
Ele é todo embelezado
Uma cor verde e amarelo
Nossa raça brasileira
Sabe amar, sabe viver.
Sabe ser feliz
Apreciar e filosofar
Nosso sol
Tem raios vívidos
Nosso povo
É um povo híbrido
Uma cultura variada
Uma gente mestiçada
Aglutinando várias raças
Unificando as maneiras
Decorando a multicor
Da amálgama brasileira.

Tem o branco, tem o negro,
Tem o índio e o mulato
Tem a praia e a balada,
O cowboy e o pacato,
O doutor e o agricultor,
O ator e o professor,
A arte e o Sport,
O poeta e o artesão,
Essa amálgama rutilante
Que atrai nossa atenção.


Edinaldo Reis SilvaSanta Luzia, MA

POEMA -- É Brasil --- Pátria


É Brasil

Pátria


Esse verde da Amazônia
E Fernando de Noronha
Essas praias cariocas
Essas musas patriotas
Tantas praias nordestinas
Dão prazer à nossa vida
Tudo isto é Brasil
Terra de encantos mil
Esses lençóis maranhenses
Com suas dunas envolventes
Essa terra das palmeiras
Na cultura brasileira
Nosso sol tem raios vívidos
Nosso povo é um povo híbrido
Tudo isto é Brasil
Terra de encantos mil
Muitas cascatas na fronteira
Compondo a beleza brasileira
É mais de uma região
Pra variar sua opção
Nosso abraço é sempre cálido
Hortelã-pimenta o nosso hálito
Tudo isto é Brasil
Terra de encantos mil
É a terra do miscigenado
Brasileiro é mestiçado
É o campo do esporte
E o sertão típico do Norte
Nosso litoral é desejado
Somos mesmos agraciados
Nosso mar é exuberância
Nosso céu é a esperança
Tropical é o nosso país
Onde a gente vive tão feliz
Edinaldo Reis SilvaSanta Luzia, MA

POEMA --- Povo Brasileiro -- Pátria


Povo Brasileiro

Pátria


Brasil
País do futebol
Do samba
Das belezas naturais
Da alegria contagiante
De um povo
Que trabalha
Mas não é recompensado
Pelas suas atividades
Rotineiras
E vive sofrendo
Na labuta cotidiana

Quando adoece
Fica à mercê do SUS
E pode morrer na fila dos laboratórios
E dos hospitais
Se não tiver plano de saúde
Pois os corruptos
Desviam o dinheiro da saúde
Para seus cofres pessoais
Envergonhando a nação

Corruptos que não pensam
No povo
E não investem
Na educação
Pois alunos inteligentes
Podem contestar seus desmandos
Assim lotam as salas de alunos
Pagam mal os professores
Destituindo-os de sua dignidade
E dos seus meios de sobrevivência

E esses mesmos professores
São ameaçados
E agredidos em salas de aula
Pois as leis brasileiras
Protegem as delinquências
De adolescentes e
Jovens
Que são os mesmos
Que se infiltram em manifestações democráticas
De pessoas
Do bem
Que estão lutando pelos direitos
Básicos dos brasileiros
Que constam na Constituição
Mas não são respeitados
Pelos governantes e legisladores
Do país

Que estavam acomodados
Pois o povo
Massacrado no cotidiano
Vivia calado
E alienado
Décadas
E décadas
De sua história
Engolindo as atrocidades
De governantes inescrupulosos
E corruptos.

Viva o povo brasileiro
Pois marca mais um ponto
Em sua história de lutas e glórias.

Sirlene AlianeDores de Campos, MGsirlenealiane@yahoo.com.br

POEMA - Ouviram? O gigante acordou --- Pátria


Ouviram? O gigante acordou

Pátria


Ouviram nos Estados, capitais e cidades
Um povo lutador com vozes de DEMOCRACIA
E o sol do direito de expressão cintilou nas ruas,
praças e avenidas
Brilhou em cada passo uma PÁTRIA
de um gigante que acordou.

Se a força desses GIGANTES
Conseguem conquistar seus objetivos
Em tuas praças; voz de liberdade
Desafiando a autoridade com verdade e causas justas.

Ó Pátria Brasil amada
Bem querida
Salve! Salve!

Brasil, um sonho de realidade, de um POVO vivo
De homens e mulheres de esperança e de justiça...de voz!
Num lindo espaço de DEMOCRACIA e CIDADANIA
A Imagem de um BRASIL participativo sempre aparece.

Gigantes que acordaram
De beleza, fortaleza e encorajados
Futuro de um POVO consciente
que não aceita autoritarismo

Terra amada e adorada
Entre tantas, é o nosso BRASIL
Pátria amada de cidadania
De POVO que luta à noite e dia a dia.

Dos filhos deste solo, BRASIL é mãe gentil
Pátria amada
És tu BRASIL.

Haveremos de não ficar apenas deitados
Assistindo decisões vindas dos governantes
Ao som de vozes fortes, de um BRASIL gigante
Onde luzes de olhares e passos firmes
Iluminarão cada brado de um país forte e resplandecente.

Terra de POVO simples, humilde e ordeiro
Mas que cultiva campos floridos
Acreditando que nos bosques existem vidas
Mas que não precisam matar as suas flores.


Ó meu BRASIL amado
BRASIL forte
BRASIL, Salve! Salve!

Eterno BRASIL de símbolo estrelado
De uma liberdade que estampa cada rosto cidadão
BRASIL de brasileiros que amam a sua terra
e não desistem de lutar.
De BRASILEIROS que não temem nada,
que adora o seu solo gentil
De filhos que não fogem à luta,
porque não têm medo de escrever uma NOVA HISTÓRIA.

É esse BRASIL ? Terra adorada!
É esse BRASIL ? Pátria amada!
É esse BRASIL ? País de homens e mulheres corajosos.
É esse BRASIL ? País de gigantes que despertaram
e que não recuaram diante dos brados de oportunistas.
É esse BRASIL ? terra de solo-mãe gentil
Que escreve a partir de hoje
um futuro de CIDADÃOS fortes e que se chama BRASIL.

PÁTRIA AMADA BRASIL DE CIDADÃOS
PÁTRIA AMADA BRASIL QUE DIZ NÃO
AOS ATOS DE VANDALISMO.

BRASIL QUE NÃO TEM VERGONHA
DE MOSTRAR A SUA CARA
MESMO NÃO CONVIDANDO SEUS FILHOS
PARA UMA FESTA POBRE
QUE SEMPRE ARMARAM
PARA ATENDER INTERESSE DE POUCOS.

BRASIL!


Genivaldo Pereira dos SantosFloresta Azul, BAgenivaldopsantos@yahoo.com.br

POEMA -- O Brasil do século XXI


O Brasil do século XXI

Pátria


Um pensamento está varrendo
O sentimento do povo brasileiro,
Como há muito tempo não se via,
Por uma mudança, por nossa alegria.
O Brasil passa por uma tempestade
Nesse mundo de tanta desigualdade.


É o Brasil do século vinte e um:
Nada comparado a momento algum.
Vem se aproximando a eleição.
É preciso mudar o rumo dessa nação.
Pelos cantos deste País,
O povo quer mais é ser feliz.


Pela razão e pela questão,
O Brasil não quer andar mais na contramão
Contra a injustiça e a opressão
De um governo de nos deixa na mão.
O Brasil não pode ser descartado por ninguém,
Dos que entram no governo visando o próprio bem.
Marcos BrasileiroCuritiba, PRmarcosbrasileiroesc@yahoo.com.br

POEMA --- Um outro país -- Pátria

Um outro país -- 

Pátria


Quando você chegar,
deve encontrar um outro país,
ser recebido por um povo que diz
ter orgulho da sua nação.
Quando você chegar,
deve encontrar um país diferente,
confiante na força da sua gente,
moderno, seguro, sem corrupção.
Quando você chegar,
ouvirá histórias de um país encantado,
de um povo forte, feliz, inspirado,
que lutou como um bicho acuado
por trabalho, saúde, casa e educação.
Quando você chegar,
menino ou menina,
ainda haverá vestígios da revolução
nos jornais, nas revistas,
nos cartazes escritos à mão,
das passeatas, dos brados, daquela canção
cobrando o respeito à sua gente sofrida.
De um povo que, cansado do seu pesadelo,
saindo às ruas de forma atrevida,
fazendo sua guerra sem o uso do aço,
somente com suas vozes e a força dos braços,
libertou-se, por fim, daquela opressão.
Quando você chegar,
será (menino ou menina?) bem mais feliz
do que sua mãe, seu pai, seus irmãos,
que lutaram tanto para te deixar um país
grandioso, belo, liberto, viril,
como sempre deveria ter sido o Brasil.
Remisson AnicetoSão Paulo, SPremisson8@yahoo.com.br

poema -- As cores do Brasil -- Pátria


As cores do Brasil -- 

Pátria


Mas que cor tem o Brasil?
Não consegues responder.
Sou negro, branco, amarelo...
Sou índio catequizado e vestido
com a cultura da "Mãe-Pátria".
O Brasil é a cara do "mulato sabido
que diz todos os dias: me dá um cigarro".
Brasil dos chê, dos uai, dos ó xente,
De um povo valente e xerente.
Brasil de Brasília:
Dos cara pintadas, mas também dos cuecões,
Das meias, dos panetones
Da gorda poupança que está cheia.
Brasil de Zumbi, de Pelé, de Betinho,
e de João Cabral de Morte e Vida Severina,
Brasil de Canudos de Antônio Conselheiro,
Brasil de Cabral que aqui se aportou.
Brasil de gente que implora, gente que grita,
gente que faz, gente que vota, gente que diz:
BASTA.
Brasil tem a cor que a gente pinta,
Por isto vamos mudar esta imagem,
Pinte-o de negro, mulher, homossexual,
liberdade, honestidade, dignidade,
direitos e deveres.
Pinte o Brasil de POVO
e recomece de novo.


Marcimária Xavier de OliveiraCombinado, TOluaeflor2@hotmail.com

Poema -- Brasil -- Pátria

Poema -- 
Brasil -- Pátria


De Norte a Sul, esplêndida beleza!
Rica é a tua natureza,
que nasce com o alvorecer do sertanejo.
Quem poderá resistir
ao fascínio de tuas cores e sabores?
No teu solo, sinto o pulsar da história,
queira a vida, que possa cantar a viola.
O meu desejo é a ti retornar quando a chuva passar.
Não posso perder a fé no futuro:
crer, de fazer o amanhã acontecer.
Nem poderia deixar de sonhar
que a corrupção vai acabar.
Tenho nas mãos o suor de milhões,
que compartilho com meus irmãos.
No rosto, trago as marcas dos teus filhos.
Viva a invenção de teu brasão!
No peito, sinto o aconchego dos meus amores.
Permita-me viver no teu calor abrasador.
Pela janela, vejo as incertezas que andam nas ruas...
Cria-se o herói sem façanhas.
No Povo,
a esperança desponta no horizonte desconhecido da vida.
De ti não saio, Pátria amada, meu Brasil,
sonho de muitas histórias.
Samuel Sampaio CastroPorto Alegre, RScastro.samuel@bol.com.br

poema -- Pátria


Pátria

Que emancipação foi essa, Brasil?



Tu, que eras forte e virgem,
Só dependia de Deus.
Mas veio o Perseguidor
E tua luta começou:
Tua gente resistiu, te defendeu.




Na conjuração Mineira
A produção do ouro declinou,
A cobrança de imposto? Se abusou.
Em instalar a República se pensou,
Tomás Antônio Gonzaga,
Claudio Manoel da Costa,
Tiradentes pelo pior passou.




Na Conjuração Baiana
A revolta dos alfaiates
Exigia o fim da relação de Brasil com Portugal,
Era fome e carestia,
Muita revolta popular,
A revolução contra a coroa
Acabava de começar.
Era grito por liberdade
Pra lá e pra cá
João de Deus , Lucas Dantas
E Manoel Faustino
Foram esquartejados sem dó.




Na Insurreição Pernambucana
A insatisfação nordestina
Era mais forte ainda.
A escassez de alimento e a fome se agravou,
Imposto abusivo em Pernambuco também se alastrou.
A vida ainda mais se arruinou.
E os rebeldes de diferentes origens,
O fim do domínio português.
O povo gritou.




Hoje, tu mal vives,
As mazelas aumentaram
Tua dependência é eterna
E teu povo nunca te abandonou.


Valter Alves da SilvaCaxias, MA

Atividades para sala de aula...


Fonte:
http://elizinharocha.blogspot.com.br/2012/01/atividades-para-sala-de-aula.html

Regrinhas para sala de aula...


http://elizinharocha.blogspot.com.br/2012/01/regrinhas-para-sala-de-aula.html

O patinho feio...

O patinho feio...




















Para colorir...
































Para colorir ou usar como molde












Para colorir e montar






Sugestão de lembrança